Artigos

Tag: Advanced Sql

25 Exemplos avançados de consulta SQL

Uma das melhores maneiras de aprender SQL avançado é através do estudo de exemplos de consultas. Neste artigo, mostraremos 25 exemplos de consultas avançadas a SQL de média a alta complexidade. Você pode usá-los para atualizar seus conhecimentos de SQL avançado ou para revisar antes de uma entrevista SQL. Muitos dos exemplos neste artigo serão baseados no seguinte employee mesa. Apenas alguns exemplos serão baseados em outras tabelas; nestes casos, as tabelas serão explicadas junto com o exemplo.

Aprenda SQL Avançado com LearnSQL.com.br

Neste artigo, proporemos um caminho de aprendizado que cobrirá os tópicos avançados de SQL. Se você já conhece os conceitos básicos de SQL, provavelmente já descobriu que a maioria dos tutoriais e cursos de SQL online e offline geralmente cobrem os conceitos básicos e intermediários: SELECT, FROM, WHERE, ORDER BY, GROUP BY, e tabelas de junção. Mesmo os cursos de banco de dados universitários normalmente não cobrem tópicos mais avançados de SQL.

Tag: Alias

Como usar pseudônimos com SQL JOINs

Alias SQL são nomes personalizados que você pode dar às colunas e tabelas que você inclui em suas consultas. Os pseudônimos são muito úteis, pois podem melhorar muito a legibilidade e a capacidade de manutenção de sua consulta. Vamos analisar mais de perto o uso de apelidos SQL com o JOIN e por que você pode precisar fazer isso. Há vários tipos de apelidos que você pode usar em SQL:

Tag: Analista De Dados

Analista de negócios versus analista de dados - Entendendo as funções e os caminhos da carreira

Você tem interesse em trabalhar como analista de dados ou analista de negócios? Qual é a diferença entre essas duas funções? Neste artigo, explicamos o debate entre analista de dados e analista de negócios e oferecemos a você um caminho para o sucesso em qualquer um dos cargos. A demanda por pessoas capacitadas para decodificar dados complexos atingiu novos patamares no cenário de negócios em constante mudança. Entre as muitas funções disponíveis, os analistas de negócios e os analistas de dados têm suas próprias responsabilidades, conjuntos de habilidades e planos de carreira.

Escolhas de carreira orientadas por dados: Estudante de banco de dados

A escolha de uma carreira é uma das decisões mais importantes que você tomará. Uma carreira orientada por dados é uma das melhores maneiras de garantir seu futuro; a tendência atual é armazenar e usar cada vez mais dados em todos os campos. Neste artigo, darei uma olhada em algumas das opções disponíveis. Estamos vivendo em uma era em que a qualidade e a quantidade de dados estão se expandindo exponencialmente.

SQL para análise de dados: O que devo aprender?

Talvez você já esteja ciente da importância do SQL na análise de dados. Mas quais recursos do SQL são importantes para a análise de dados e onde você pode aprendê-los? Neste artigo, responderemos às suas perguntas. Antes de falarmos sobre o uso do SQL para análise de dados, é útil saber do que estamos falando. Portanto, vamos definir essas duas coisas. Structured Query Language (SQL) é uma linguagem de programação usada para gerenciar dados em bancos de dados relacionais.

Análise estatística SQL Parte 1: Cálculo de Freqüências e Histogramas

Os desenvolvedores de banco de dados e Business Intelligence (BI) criam diariamente um grande número de relatórios, dos quais as análises de dados são parte integrante. Se você se pergunta se pode realizar análises estatísticas em SQL, a resposta é "sim". Leia meu artigo para saber como fazer isso! As estatísticas são muito úteis como estágio inicial de uma análise mais aprofundada, ou seja, para uma visão geral dos dados e avaliação da qualidade dos dados.

Tag: Análise De Dados

Análise de dados de mídia social com SQL

Está mergulhando no mundo da análise de mídia social com SQL? Este guia o ajudará a começar a usar o SQL para analisar e interpretar dados de plataformas de mídia social. Prepare-se para transformar sua abordagem aos dados digitais e desbloquear novas possibilidades na análise de mídia social! Bem-vindo ao empolgante mundo do SQL e da análise de mídia social! Se você é novo nesse campo, está prestes a descobrir o quanto o SQL pode ser uma ferramenta poderosa para entender o vasto mar de dados gerados nas plataformas de mídia social todos os dias.

SQL e Power BI: transformando dados em insights

A necessidade de ferramentas poderosas que permitam a análise e a visualização eficientes de dados nunca foi tão grande. Entre no SQL e no Power BI, uma dupla potente que permite que as empresas maximizem o valor de seus ativos de dados. Primeiro, vamos explicar o que são o SQL e o Power BI; depois, discutiremos como e por que eles formam uma dupla tão boa. O SQL, ou Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), permite que você se comunique com bancos de dados, o que o torna a base do gerenciamento de dados.

Uso do SQL no armazenamento de dados

O SQL é fundamental na organização e análise de dados em data warehouses. Neste artigo, apresentarei a você os conceitos básicos do SQL no data warehousing. Aprenderemos como essa linguagem poderosa ajuda a gerenciar grandes conjuntos de dados, tornando seu trabalho mais fácil e produtivo. Quer você seja um estudante mergulhando no mundo da tecnologia ou um especialista experiente navegando no domínio dos dados, é fundamental entender o conceito de data warehousing.

SQL para análise de dados: 15 exercícios práticos com soluções

Você é novo no mundo do SQL e está ansioso para desvendar o poder da análise de dados? Neste artigo, aprimoraremos nossas habilidades em SQL por meio de 15 exercícios práticos e práticos desenvolvidos especificamente para iniciantes. Porque quando se trata de SQL, a prática realmente leva à perfeição! Vamos nos concentrar no domínio crítico da análise de dados, onde o SQL ocupa o centro do palco. O SQL, ou Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), desempenha um papel fundamental na análise de dados.

Python vs. SQL para análise de dados

Você certamente já ouviu falar de SQL e Python. Talvez você até tenha trabalhado com uma dessas linguagens. Ambas têm pontos fortes e fracos. Quando se trata de análise de dados, qual delas você deve usar? Este artigo demonstrará como o Python e o SQL são úteis para a análise de dados e como o conhecimento de ambas as linguagens pode impulsionar sua jornada de análise de dados.

IA para análise de dados: como a fusão de IA e SQL pode acelerar seu fluxo de trabalho

Você sabia que o uso de IA para análise de dados pode ser um divisor de águas para desenvolvedores de SQL e analistas de dados? Neste artigo, aprenderemos como a IA pode ajudá-lo a elevar o nível de suas habilidades de análise de dados e por que ela é uma ferramenta indispensável no kit de ferramentas de todo profissional de dados. A inteligência artificial (IA) surgiu como um divisor de águas na força de trabalho, transformando os setores e redefinindo a forma como os profissionais lidam com os dados.

SQL para análise de dados: O que devo aprender?

Talvez você já esteja ciente da importância do SQL na análise de dados. Mas quais recursos do SQL são importantes para a análise de dados e onde você pode aprendê-los? Neste artigo, responderemos às suas perguntas. Antes de falarmos sobre o uso do SQL para análise de dados, é útil saber do que estamos falando. Portanto, vamos definir essas duas coisas. Structured Query Language (SQL) é uma linguagem de programação usada para gerenciar dados em bancos de dados relacionais.

Sintaxe SQL do Google BigQuery: Um guia abrangente

O que é o Google BigQuery? O que ele pode fazer por sua organização? O BigQuery SQL é uma habilidade valiosa? Onde você pode aprender e onde pode praticar? Atualmente, poucas organizações não são informatizadas. Muitos processos agora fazem uso da IoT (Internet of Things, Internet das Coisas), em que todos os tipos de dispositivos são conectados em rede e alimentam continuamente os sistemas de computador com dados em tempo real.

Por que você precisa de SQL para trabalhar com o Google BigQuery?

Os dados são tão importantes para sua empresa quanto os investimentos ou a contabilidade; é por isso que muitas pessoas usam o data warehouse BigQuery do Google. Neste artigo, discutiremos por que você deve aprender SQL se quiser começar a usar o BigQuery. Libere o poder de seus dados! No cenário cada vez maior de decisões orientadas por dados, as organizações estão sempre buscando ferramentas que possam ajudá-las a lidar e analisar seus dados com eficiência.

As 7 principais consultas SQL avançadas para análise de dados

Explore as consultas SQL avançadas essenciais para a análise de dados. A Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), ou SQL, é uma ferramenta indispensável para os analistas de dados. A maioria das pessoas aprende a linguagem com relativa rapidez e pode começar a fazer análises de dados aprofundadas depois de apenas algumas aulas. Por esse motivo, muitos analistas de dados tendem a permanecer no nível iniciante/intermediário de uso do SQL.

Por que o SQL é a linguagem de banco de dados perfeita

Que linguagem de programação você deve aprender se quiser trabalhar com bancos de dados? Explicaremos por que o SQL é a melhor opção! Aprender uma linguagem de banco de dados pode ser uma habilidade incrivelmente valiosa no mundo atual, orientado por dados. Porém, com tantas opções disponíveis, pode ser difícil saber por onde começar. Neste artigo, apresentaremos um caso convincente de por que o SQL é a escolha ideal para quem quer mergulhar no mundo dos bancos de dados.

Como usar um coringa SQL

O wildcard SQL nos permite filtrar dados que correspondem a certos padrões em SQL. Utilizamos curingas SQL com o operador LIKE na cláusula WHERE de uma consulta para filtrar dados. Neste artigo para iniciantes, veremos tudo o que você precisa saber sobre os curing cards SQL básicos. Se você gosta de jogar cartas, então sabe que os wildcards podem substituir qualquer outra carta em seu baralho. Da mesma forma, os curingas SQL podem substituir um ou mais caracteres.

Aprenda a Escrever uma Subconsulta relacionada a SQL em 5 minutos

Se você está familiarizado com o famoso boneco de nidificação russo, então as subconsultas correlatas do SQL devem ser uma paz de bolo para entender - as subconsultas são apenas consultas aninhadas dentro de consultas. Uma subconsulta SQL é freqüentemente chamada de consulta "interna"; a consulta principal é normalmente chamada de consulta "externa". Este artigo cobre tudo o que você precisa saber sobre subconsultas correlatas. O que é exatamente uma subconsulta relacionada a SQL Correspondente?

Extraindo dados de uma corda: SPLIT_PART no PostgreSQL

Saiba como usar split_part no PostgreSQL para extrair dados de cordas. Com bastante freqüência, gostaríamos de extrair partes de uma string quando trabalhamos com valores de texto. Um exemplo comum é quando temos um nome completo e precisamos recuperar apenas o sobrenome. Neste artigo, vamos examinar como fazê-lo usando split_part no PostgreSQL, ou seja, uma função relacionada a strings que pode ser usada para extrair um substrato. Por que usar funções de string em seu banco de dados?

6 Consultas SQL Avançadas para Análise de Dados Financeiros

Você é um usuário avançado de SQL que é novo em finanças? Você quer aprender como usar seus conhecimentos para analisar dados financeiros? O artigo lhe dará alguma orientação. Você provavelmente sabe que SQL é uma ferramenta potente para analisar todos os tipos de dados. Quanto maiores e mais complexos os dados, mais benéfico se torna o SQL. Em certas situações, os dados financeiros podem ser muito complicados; produzir uma análise sofisticada requer ferramentas sofisticadas.

Análise estatística SQL Parte 1: Cálculo de Freqüências e Histogramas

Os desenvolvedores de banco de dados e Business Intelligence (BI) criam diariamente um grande número de relatórios, dos quais as análises de dados são parte integrante. Se você se pergunta se pode realizar análises estatísticas em SQL, a resposta é "sim". Leia meu artigo para saber como fazer isso! As estatísticas são muito úteis como estágio inicial de uma análise mais aprofundada, ou seja, para uma visão geral dos dados e avaliação da qualidade dos dados.

Conversão de subconsultas em adesões

Nem todas as consultas são iguais, especialmente em termos de desempenho. Neste artigo, veremos como você pode converter as subconsultas SQL em junções para maior eficiência. Quando devo usar as subconsultas SQL? Ótima pergunta! Infelizmente, não há uma resposta concreta. Os iniciantes em SQL tendem a usar em excesso as subconsultas. Normalmente, quando descobrem que a construção de SQL funciona em uma situação, eles tentam aplicar essa mesma abordagem a outras situações.

Tag: Aprender Sql

18 perguntas práticas sobre SQL para iniciantes: Exercícios teóricos e práticos

Se você está começando ou atualizando suas habilidades em SQL, junte-se a nós enquanto trabalhamos com estas 18 questões práticas de SQL para iniciantes. SQL, ou Structured Query Language (Linguagem de consulta estruturada), é uma linguagem de programação usada para definir, recuperar e manipular dados em bancos de dados relacionais. Ela fornece uma sintaxe intuitiva de instruções SQL e palavras-chave que criam, modificam e consultam bancos de dados relacionais.

Análise de dados de mídia social com SQL

Está mergulhando no mundo da análise de mídia social com SQL? Este guia o ajudará a começar a usar o SQL para analisar e interpretar dados de plataformas de mídia social. Prepare-se para transformar sua abordagem aos dados digitais e desbloquear novas possibilidades na análise de mídia social! Bem-vindo ao empolgante mundo do SQL e da análise de mídia social! Se você é novo nesse campo, está prestes a descobrir o quanto o SQL pode ser uma ferramenta poderosa para entender o vasto mar de dados gerados nas plataformas de mídia social todos os dias.

Explicação do SQL CASE WHEN: 10 exemplos fáceis para iniciantes

A instrução CASE WHEN nos permite tomar decisões sobre nossos dados, categorizando e manipulando registros com base em condições específicas. Descubra como usar o CASE WHEN neste artigo. Imagine que você está decidindo o que vestir para o dia. Você pega o guarda-chuva se estiver chovendo; se não estiver, você o deixa em casa. Esse procedimento de tomada de decisão é essencialmente o mesmo que uma instrução SQL CASE WHEN.

Exportação de dados: Da consulta SQL para a planilha

Como exportar dados de um banco de dados SQL para o Excel ou outra planilha? Neste artigo, examinarei vários métodos e compartilharei algumas dicas para quando as coisas derem errado. O SQL é o método mais amplamente usado para extrair dados de um banco de dados. Entretanto, não é o único dispositivo na caixa de ferramentas de um analista. Depois que as informações são extraídas, muitas vezes você deseja importá-las para uma planilha - talvez para fazer uma análise mais aprofundada ou apenas para deixá-las bonitas e apresentá-las à gerência.

Uso do SQL no armazenamento de dados

O SQL é fundamental na organização e análise de dados em data warehouses. Neste artigo, apresentarei a você os conceitos básicos do SQL no data warehousing. Aprenderemos como essa linguagem poderosa ajuda a gerenciar grandes conjuntos de dados, tornando seu trabalho mais fácil e produtivo. Quer você seja um estudante mergulhando no mundo da tecnologia ou um especialista experiente navegando no domínio dos dados, é fundamental entender o conceito de data warehousing.

Você pode usar várias instruções WITH no SQL?

Um guia abrangente sobre várias instruções WITH em SQL, perfeito tanto para iniciantes quanto para especialistas. A cláusula SQL WITH permite que você defina uma CTE (expressão de tabela comum). Uma CTE é como uma tabela que é preenchida durante a execução da consulta. Você pode usar várias instruções WITH em uma consulta SQL para definir vários CTEs. Neste artigo, explicaremos como definir vários CTEs em uma única consulta.

Onde praticar SQL

Deseja aprimorar suas habilidades analíticas ou de gerenciamento de dados? Então, você precisa saber como e onde praticar SQL, a linguagem mundial para gerenciar e executar bancos de dados relacionais. É claro que saber onde praticar SQL pode ser um desafio - há tantas opções! Neste artigo, vamos orientá-lo sobre as melhores plataformas digitais para aprimorar suas habilidades em SQL. SQL, ou Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), é a linguagem universal para gerenciar e operar bancos de dados relacionais.

Prática de SQL para estudantes: 11 exercícios práticos de SQL básico com soluções

Chamando todos os estudantes! Você é curioso em relação ao SQL? Quer aprender ou aprimorar suas habilidades em SQL? Este artigo contém 11 exercícios práticos de SQL com soluções detalhadas. Você já ouviu dizer que "a prática leva à perfeição"? Provavelmente sim - é por isso que você está procurando recursos para praticar SQL. Se quiser desenvolver habilidades sólidas ou se tornar um especialista em um determinado domínio, é preciso praticar.

SQL para Recursos Humanos

Os dados são tão importantes em Recursos Humanos quanto em outras áreas de negócios. Isso faz com que o SQL para RH seja mais do que apenas uma ferramenta; ele é um divisor de águas. Vamos mergulhar juntos nessa jornada transformadora. No mundo empresarial moderno, os dados se tornaram a pedra angular. Eles orientam decisões, moldam estratégias e oferecem percepções que antes estavam fora de alcance. Cada canto de uma organização, cada departamento, está aproveitando o potencial dos dados para aprimorar suas operações.

Como criar seu próprio banco de dados para praticar SQL

Bem-vindo ao guia passo a passo para criar seu próprio banco de dados SQL a partir do zero, desenvolvido com os iniciantes em mente. Este guia não só o ajuda a configurar o banco de dados, mas também apresenta exercícios práticos essenciais de SQL para que você inicie sua jornada de aprendizado. Acompanhe-o para obter prática prática de SQL e promover uma compreensão mais profunda das funcionalidades do SQL. Estabeleça uma base sólida para um treinamento mais avançado em SQL!

Como o SQL for Business pode aumentar o lucro e a eficácia

Você está pronto para liberar o poder do SQL e transformar sua empresa? Neste artigo, veremos todas as maneiras pelas quais o SQL pode melhorar o desempenho de sua empresa, desde os recursos de tomada de decisão até a eficiência operacional. Ter as ferramentas corretas para atravessar o mar de informações é fundamental no atual ambiente corporativo orientado por dados. A Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), ou SQL, é uma ferramenta essencial para essa tarefa - e é uma ferramenta que tem resistido ao teste do tempo.

Por que aprender SQL?

Em um mundo repleto de dados, o SQL é a chave para dar sentido a tudo isso. É a ponte entre os números brutos e as percepções significativas. Neste artigo, explorarei o valor inigualável do SQL em nossa era centrada em dados. Vamos responder à pergunta: "Por que aprender SQL?" Todos os dias, empresas e indivíduos geram e interagem com grandes quantidades de dados, buscando insights e soluções. Em meio a esse ambiente orientado por dados, surge uma pergunta urgente: Por que aprender SQL?

Como usar ROW_NUMBER OVER() no SQL para classificar dados

Às vezes, você precisa saber a posição das linhas em um conjunto de resultados. Saiba como usar ROW_NUMBER e OVER no SQL pode fazer isso acontecer! Você já precisou adicionar um número sequencial aos registros retornados por uma consulta SQL? Ou talvez você precise criar um relatório "top n" com base em uma classificação específica. Em qualquer um desses casos, você precisa calcular a posição da linha na classificação. Para fazer isso, você precisa da função ROW_NUMBER().

SQL para gerentes de projeto: Aprimorando a tomada de decisões

Você sabia que o SQL é um componente vital no kit de ferramentas do gerente de projetos? Neste artigo, vamos nos aprofundar em como o SQL para gerentes de projeto aprimora seu fluxo de trabalho, promove a tomada de decisões informadas e aumenta a eficiência operacional. Os dados se tornaram a base da tomada de decisões em todos os setores. No mundo atual, orientado por dados, é fundamental armar-se com as ferramentas corretas para lidar com o influxo de dados.

Aumente a eficiência de seu aprendizado de SQL com nosso novo recurso de notebook

Você quer aprender SQL de forma eficaz, mas continua esquecendo as consultas? Agora você pode usar o novo recurso de bloco de notas do LearnSQL.com.br em todos os nossos cursos! Essa nova ferramenta o ajudará a memorizar e recordar o conteúdo. Lembro-me de quando comecei a aprender SQL. Eu estava avançando com bastante facilidade na maioria das lições, fazendo muitas anotações em meu caderno de papel. (Tenho muitos cadernos de papel da velha escola).

Como o SQL ajuda o setor de saúde

Por que o setor de saúde precisa de SQL? Descubra como você pode usar o SQL para o setor de saúde neste artigo. A era digital deu início a uma nova era em que os dados estão no centro de todos os setores. De finanças a varejo, os dados impulsionam a tomada de decisões e a estratégia, moldando a maneira como as empresas operam e crescem. O setor de saúde, com seus vastos e complexos conjuntos de dados, não é exceção a essa tendência.

A melhor maneira de aprender SQL: Um guia abrangente para iniciantes

Se você já se perguntou qual é a melhor maneira de aprender SQL, está no lugar certo. Seja você um iniciante ou um profissional experiente que deseja aprimorar suas habilidades, este guia abrangente lhe mostrará o caminho. No mundo atual, orientado por dados, você pode pensar nos dados como um baú de tesouro cheio de ouro. E a SQL (Structured Query Language, Linguagem de Consulta Estruturada) é sua chave pessoal para desbloqueá-la.

Como as empresas de comércio eletrônico podem se beneficiar do SQL

Saiba como o SQL para comércio eletrônico pode capacitar seu negócio on-line. Quando falamos de negócios na era moderna, a frase "conhecimento é poder" assume uma dimensão totalmente nova. No mundo do comércio eletrônico, o verdadeiro poder está na capacidade de aproveitar os dados; uma das principais ferramentas do arsenal de gerenciamento e análise de dados é o SQL. O SQL, ou Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), é essencial para as empresas de comércio eletrônico que buscam extrair insights valiosos de suas vastas reservas de dados.

Como dominar o SQL

Você já ouviu falar que o SQL é uma habilidade imprescindível para o desenvolvimento de sua carreira. Você quer aprendê-la. Neste artigo, veremos por que é tão vantajoso dominar o SQL e como você pode atingir esse nível de domínio. Domine o SQL e libere o poder dos bancos de dados relacionais, os bancos de dados mais usados para gerenciar dados estruturados. Mas o que torna o SQL tão importante?

Sintaxe SQL do Google BigQuery: Um guia abrangente

O que é o Google BigQuery? O que ele pode fazer por sua organização? O BigQuery SQL é uma habilidade valiosa? Onde você pode aprender e onde pode praticar? Atualmente, poucas organizações não são informatizadas. Muitos processos agora fazem uso da IoT (Internet of Things, Internet das Coisas), em que todos os tipos de dispositivos são conectados em rede e alimentam continuamente os sistemas de computador com dados em tempo real.

Por que você precisa de SQL para trabalhar com o Google BigQuery?

Os dados são tão importantes para sua empresa quanto os investimentos ou a contabilidade; é por isso que muitas pessoas usam o data warehouse BigQuery do Google. Neste artigo, discutiremos por que você deve aprender SQL se quiser começar a usar o BigQuery. Libere o poder de seus dados! No cenário cada vez maior de decisões orientadas por dados, as organizações estão sempre buscando ferramentas que possam ajudá-las a lidar e analisar seus dados com eficiência.

Como aprender SQL sem nenhum conhecimento de programação

Se você acha que aprender SQL é apenas para programadores, está profundamente enganado. Essa habilidade está totalmente ao seu alcance! O SQL não é apenas popular e procurado; ele também é muito fácil e intuitivo de aprender. Continue lendo para saber mais! Você está procurando inspiração sobre como começar a aprender SQL. Talvez você queira mudar de emprego ou queira se tornar mais competitivo no mercado de trabalho. Talvez você esteja lidando com grandes quantidades de dados, analisando-os ou coletando-os, e acha que um arquivo do Excel não é suficiente.

Como usar SUM() com GROUP BY: Um guia detalhado com 8 exemplos

Explore alguns exemplos reais de uso de SUM() e GROUP BY em SQL, desde o mais básico até o mais sofisticado. SUM() SUM() é uma função de agregação SQL que calcula a soma dos valores fornecidos. GROUP BY é uma cláusula SQL que divide as linhas em grupos e calcula uma função de agregação declarada para cada grupo. Usando essas duas funções juntas, você pode calcular as somas totais de um grupo de linhas.

Os comandos SQL mais importantes

Neste artigo, exploraremos os comandos SQL mais comuns que todos devem conhecer, incluindo SELECT, INSERT, WHERE e outros. Também daremos exemplos de como usar cada comando. Você está pronto para mergulhar no mundo dos bancos de dados? SQL, ou Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), é uma linguagem de programação projetada especificamente para interagir com bancos de dados. Ela permite manipular os dados nos bancos de dados de várias maneiras - por exemplo, alterá-los, excluí-los, adicioná-los ou simplesmente extraí-los e colocá-los em um relatório.

Por que o SQL é a linguagem de banco de dados perfeita

Que linguagem de programação você deve aprender se quiser trabalhar com bancos de dados? Explicaremos por que o SQL é a melhor opção! Aprender uma linguagem de banco de dados pode ser uma habilidade incrivelmente valiosa no mundo atual, orientado por dados. Porém, com tantas opções disponíveis, pode ser difícil saber por onde começar. Neste artigo, apresentaremos um caso convincente de por que o SQL é a escolha ideal para quem quer mergulhar no mundo dos bancos de dados.

10 exercícios práticos de SQL para iniciantes com soluções

Resolva esses dez problemas práticos de SQL e teste seu conhecimento sobre SQL! Este artigo trata da prática de SQL. Essa é a melhor maneira de aprender SQL. Mostramos dez exercícios práticos de SQL em que você precisa aplicar conceitos essenciais de SQL. Se você for um novato em SQL, não precisa se preocupar - esses exemplos são para iniciantes. Use-os como prática ou como uma forma de aprender novos conceitos de SQL.

Como resolver o erro "must appear in the GROUP BY clause or be used in an aggregate function" no PostgreSQL

Aprenda o que causa um dos erros mais comuns do PostgreSQL GROUP BY e como você pode corrigi-lo! Como um usuário do PostgreSQL, você certamente encontrará muitas mensagens de erro ao escrever um código SQL. Às vezes elas não são muito claras, mas você não precisará de um intérprete para esta: "must appear in the GROUP BY clause or be used in an aggregate function". Esta mensagem de erro menciona GROUP BY e funções agregadas.

25 Exemplos avançados de consulta SQL

Uma das melhores maneiras de aprender SQL avançado é através do estudo de exemplos de consultas. Neste artigo, mostraremos 25 exemplos de consultas avançadas a SQL de média a alta complexidade. Você pode usá-los para atualizar seus conhecimentos de SQL avançado ou para revisar antes de uma entrevista SQL. Muitos dos exemplos neste artigo serão baseados no seguinte employee mesa. Apenas alguns exemplos serão baseados em outras tabelas; nestes casos, as tabelas serão explicadas junto com o exemplo.

Limpeza de dados em SQL

A limpeza de dados é uma parte importante de qualquer análise de dados. Aqui discutiremos técnicas que você pode usar para fazer a limpeza de dados em SQL. Acho quase impossível focar no trabalho quando minha mesa está uma bagunça. Se ela estiver cheia de papel, canecas de café ou brinquedos aleatórios que minha filha de alguma forma entrou no meu escritório, não há nenhuma chance de conseguir fazer nada até que minha mesa esteja de volta em ordem.

Como Agrupar por Múltiplas Colunas em SQL

Ao analisar grandes conjuntos de dados, você freqüentemente cria agrupamentos e aplica funções agregadas para encontrar totais ou médias. Nestes casos, o uso da cláusula GROUP BY com múltiplas colunas desdobra todo o seu potencial. GROUP BY é uma cláusula do comando SELECT. Ela permite calcular várias estatísticas para um grupo de linhas. Por exemplo, você pode usar GROUP BY com uma tabela de funcionários para saber quantos funcionários são de cada sexo.

O que é um CTE no SQL Server?

O que é um CTE, e como se escreve um CTE no SQL Server? Junte-se a nós em uma jornada onde veremos todo o uso típico de um CTE no SQL Server. CTEs (ou Common Table Expressions) são um recurso SQL utilizado para definir um resultado nomeado temporariamente. Você pode pensar nele como uma tabela temporária cuja saída só está disponível quando a consulta principal é executada. Isto é prático porque o resultado dos CTEs não é armazenado em nenhum lugar, mas sempre pode ser referenciado dentro da consulta como qualquer outra tabela.

É sql difícil de aprender??

Se você não tem conhecimentos de TI, quão difícil é aprender SQL? Será muito técnico para você? Vale a pena o esforço? E por onde você começaria? Neste artigo Responderei a essas perguntas. Como consultor e treinador de TI, muitas vezes aconselhei as pessoas a aprenderem SQL. E, quase sempre, a resposta tem sido: "É difícil aprender SQL? Eu preciso de habilidades técnicas ou de TI para aprendê-lo? Vale a pena?

O futuro do SQL

Vale a pena aprender SQL? Ou será que um idioma com mais de 40 anos logo estará ultrapassado? Os bancos de dados relacionais foram eclipsados pelo advento de outras soluções de bancos de dados como o NoSQL? Neste artigo, nós respondemos a estas perguntas. Você precisa atualizar suas habilidades de TI? O que você deve aprender primeiro? A escolha é assustadora. Se você está olhando para o futuro, você obviamente quer investir seu tempo em algo que ainda é amplamente utilizado e que continuará a ser nos próximos anos.

Por que aprender SQL deve ser uma de suas resoluções de Ano Novo?

Ao responder esta pergunta, vamos dar uma olhada na idéia por trás das resoluções de Ano Novo, explorar o que é SQL, e ver por que aprender a ser a sua meta para 2021. Todos nós já ouvimos falar das resoluções de Ano Novo e todos nós temos experiência pessoal de como pode ser difícil levá-las a uma conclusão bem sucedida. Examinaremos a história das resoluções de Ano Novo, por que elas muitas vezes falham e como garantir que sua resolução para aprender SQL em 2021 não tenha o mesmo destino que tantas outras que nunca passaram do final de janeiro.

4 Maneiras Simples de Finalmente Aprender Que Juntar para Usar em uma Consulta SQL

Você provavelmente já sabe que deve usar o JOIN para combinar dados de várias tabelas. Mas que tipo de JOIN? Neste artigo, vou apresentar quatro maneiras simples de finalmente aprender qual JOIN a utilizar em diferentes cenários. Antes de entrarmos em estratégias inteligentes para aprender Cláusulas JOIN em SQL, sugiro uma breve visão geral dos principais tipos de JUNTOS. Passaremos por vários exemplos para lembrar a diferença entre (INNER) JOIN, LEFT (OUTER) JOIN, RIGHT (OUTER) JOIN, e FULL (OUTER) JOIN.

5 Grandes benefícios de aprender SQL

Se você quer que seu negócio tenha sucesso em 2017, é absolutamente crítico que você compreenda seus dados; é por isso que você deve se familiarizar com SQL o mais rápido possível. Mas há outras razões para aprender isso que podem não ser óbvias. Neste artigo, eu lhe mostrarei 5 enormes benefícios de aprender SQL! Não caia na armadilha comum - a análise de dados não é apenas uma preocupação para aqueles que competem a nível nacional ou corporativo.

A Cláusula SQL HAVING Explicada

O que é a cláusula do HAVING em SQL? Por que você precisa dela e onde você a usa? Vamos explicar HAVING em detalhes. HAVING é uma cláusula muito comum nas consultas a SQL. Como WHERE, ela ajuda a filtrar dados; entretanto, HAVING funciona de uma maneira diferente. Se você está familiarizado com a cláusula GROUP BY e só ouviu falar do HAVING - ou se você não está familiarizado com HAVING de maneira alguma - este artigo é o que você precisa.

A função SQL AVG() Explicada com exemplos

Explicamos a função SQL AVG() com exemplos práticos, cobrindo como e onde você pode e não pode usá-la. A média é provavelmente uma das métricas mais amplamente utilizadas para descrever algumas características de um grupo. Ela é tão versátil e útil que pode descrever algo sobre quase tudo. Se você gosta de esportes, você vê coisas como média de corridas por jogo no beisebol, média de assistências por jogo ou por temporada no basquete, e assim por diante.

A função SQL Count Explicada Com 7 Exemplos

Uma das funções agregadas mais úteis em SQL é a função Função COUNT(). Se você é novo em SQL e quer aprender sobre as várias maneiras de usar a função COUNT() funciona com alguns exemplos práticos, este artigo é para você. A função COUNT() é uma das funções agregadas mais úteis em SQL. Contando o número total de pedidos de um cliente nos últimos dias, o número de visitantes únicos que compraram um bilhete de museu, ou o número de funcionários em um departamento, tudo pode ser feito usando a função COUNT().

A função SQL Substring em 5 exemplos

Trabalhando com dados de texto em SQL? Explicamos como obter valores a partir de qualquer ponto de uma cadeia de caracteres. Quando você pensa em trabalhar com dados em SQL, seu primeiro pensamento provavelmente é um banco de dados cheio de números e seu código SQL fazendo cálculos muito extravagantes. Mas texto também são dados! É muito comum encontrar dados de texto em bancos de dados. Você não só tem que extraí-los, mas muitas vezes também tem que manipulá-los.

Aprenda SQL em 4 Passos

Deseja trabalhar com dados? Você vai precisar de SQL. Felizmente, você pode aprender SQL em apenas 4 passos! Se você estiver interessado em trabalhar com dados em geral, você provavelmente já ouviu algo sobre SQL. Agora que o armazenamento de dados é barato e acessível, os dados de cada transação podem ser armazenados e analisados. Portanto, há uma grande demanda por pessoas que possam capturar e trabalhar com esses dados.

Coisas que os iniciantes em SQL precisam considerar antes de escrever uma consulta SQL

SQL é conhecida por sua sintaxe fácil de seguir que até mesmo os iniciantes podem entender muito rapidamente. Ainda assim, para escrever suas próprias consultas SQL, você precisa conhecer o básico. Vamos explorar as coisas que precisam ser consideradas antes de escrever uma consulta SQL. Se você está procurando uma carreira em análise de dados ou apenas quer trabalhar de forma eficaz e independente com dados em qualquer posição analítica, você precisará dominar SQL.

Como Escrever Múltiplos CTEs em SQL

Aproveite todo o potencial dos CTEs, combinando dois ou mais deles em uma única consulta SQL. As expressões comuns de tabela, ou CTEs, podem ser uma poderosa ferramenta SQL. Quando você escreve dois (ou até mais) CTEs juntos, este poder se multiplica. Neste artigo, vou lhe mostrar três formas de escrever múltiplos CTEs: Usando dois CTEs independentes em uma consulta SQL. Usando dois CTEs em que o segundo CTEs se refere ao primeiro.

Como Você Escreve uma Declaração SELECT em SQL?

SQL é uma linguagem para se comunicar com bancos de dados relacionais, e a instrução SELECT é a primeira coisa que você vai aprender quando começar a usar SQL. Neste artigo, você aprenderá como escrever declarações SELECT, desde o básico até o mais avançado. O que é SQL? SQL significa "Structured Query Language" (Linguagem Estruturada de Consulta). Tem uma longa história que começou nos anos 70. Sendo o padrão de comunicação com bancos de dados relacionais, ele tem mantido sua popularidade.

Como aprender a declaração SELECT em SQL

Quando você pensa em aprender SQL, uma das primeiras coisas que você se depara é a instrução SELECT. Selecionar informações é sem dúvida a característica SQL mais importante. Neste artigo, vamos demonstrar os casos típicos de uso de SQL SELECT com exemplos práticos. Leia este artigo se você é um usuário iniciante do banco de dados e gostaria de saber o que o SELECT pode fazer por você. SQL, ou Structured Query Language, é a linguagem de programação que o mundo de TI utiliza para se comunicar com bancos de dados.

Como atualizar apenas as 10 primeiras linhas em SQL

Os bancos de dados do mundo real requerem atualização contínua. Muitas vezes, você precisa atualizar registros específicos; você pode até querer atualizar apenas a primeira linha, ou as primeiras 10, 100, ou 1000 linhas. Vamos explorar como atualizar linhas para uma quantidade específica a partir do topo em SQL. O que é a atualização SQL? Em SQL, uma instrução UPDATE modifica os registros existentes de uma tabela. Você pode optar por atualizar colunas inteiras ou atualizar linhas filtradas com uma instrução WHERE.

Como combinar duas funções agregadas em SQL

Está tendo problemas ao usar duas funções agregadas em uma consulta? Este artigo mostrará como fazê-lo da maneira correta - na verdade, as duas maneiras corretas. Na análise dos dados e nos relatórios, muitas vezes precisamos contar o número de registros ou somá-los e depois calcular a média desta contagem ou soma. Traduzido para a lógica SQL, esta é a agregação de dados agregados, ou agregação multinível. Para fins de agregação, existem as funções de agregação SQL.

Como convencer seu chefe de que você precisa começar a aprender SQL

Aprender SQL é um grande objetivo. Agora, se você pudesse apenas convencer seu chefe de que é bom para a empresa assim como para você ... Você está ciente dos benefícios de acrescentar SQL ao seu conjunto de habilidades. Você acredita que as recompensas obtidas com o aprendizado de SQL também beneficiarão seu empregador - não é apenas mais uma maneira de desenvolver seu perfil profissional. Mas como você articula isso com seu chefe?

Como usar CASO em ORDEM POR SQL

Este artigo lhe mostrará como e quando usar CASO em um ORDEM POR cláusula. Você já usou alguma vez uma declaração CASE? Tenho certeza que você já usou, pelo menos em uma declaração SELECT. Mas você já a usou em uma cláusula ORDER BY? Não? Você usará, assim que eu lhe mostrar como! Não se preocupe se você nunca usou uma declaração CASE. Mostrarei e explicarei a você com um pequeno exemplo.

Como usar a função COALESCE() em SQL

Os usuários SQL são freqüentemente confrontados com valores NULL em suas consultas e precisam processá-los corretamente. A função COALESCE() ajuda a lidar com os valores NULL. Leia este artigo para aprender como usar COALESCE() em suas consultas. As tabelas SQL armazenam dados em registros, e os registros são compostos de campos. Pode haver situações em que não sabemos o valor para um campo específico. Por exemplo, vamos supor que temos uma tabela com dados para persons.

Como utilizar o CASO em SQL

Se você precisar avaliar várias instruções condicionais, a instrução SQL CASE fará o trabalho. Aqui está o que você precisa saber para usar o CASE como um profissional. Por que CASE é tão importante em SQL? Se você estiver analisando ou manipulando dados, muitas vezes você vai querer definir regras baseadas em certas condições, por exemplo, se o desempenho de um funcionário estiver acima da média, dê a ele um aumento de 10%; se estiver pendente, dê a ele um aumento de 15%; caso contrário, dê a ele um aumento de 5%.

Como você se livra de duplicatas em um SQL JOIN?

Você tem duplicatas indesejadas de sua consulta SQL JOIN? Neste artigo, discutirei os possíveis motivos para obter duplicatas após juntar tabelas em SQL e mostrarei como consertar uma consulta, dependendo do motivo por trás das duplicatas. Analistas de dados com pouca experiência em Cláusulas JOIN em SQL frequentemente encontram duplicatas indesejadas no conjunto de resultados. É um desafio para iniciantes identificar o motivo por trás dessas duplicatas em JOINs.

Dicas de SQL JOIN Tips for Beginners

Se você é um iniciante e quer saber como começar a usar Cláusulas JOIN em SQL em suas consultas, você veio ao lugar certo. O uso da cláusula SQL JOIN é necessário se você quiser consultar várias tabelas. Mais cedo ou mais tarde, você terá que usar mais de uma tabela em uma consulta. É a natureza dos bancos de dados relacionais em geral - eles consistem em dados que normalmente são salvos em múltiplas tabelas; por sua vez, estes formam um banco de dados.

Esqueça o Excel, High Five With SQL

Descubra porque você deve esquecer o Excel e começar a usar SQL mesmo que você não seja um especialista em TI. Mostraremos a você como é fácil aprender SQL, como ele pode fazer você trabalhar melhor, e como LearnSQL.com.br torna o processo de aprendizagem divertido. "Eu não lido com dados". Frequentemente ouvimos a frase acima de pessoas de fora da indústria de TI. Bem, não é totalmente verdade. Os dados estão agora em quase todos os lugares.

O que é CASO em SQL?

SQL CASE é uma expressão muito útil que fornece lógica if-else às suas consultas SQL. É um tópico um pouco mais avançado, mas você precisará dele ao preparar relatórios - ele trará um valor maciço aos seus projetos pessoais e profissionais. A instrução SQL CASE é uma ferramenta de fluxo de controle que permite adicionar lógica if-else a uma consulta. De modo geral, você pode usar a declaração CASE em qualquer lugar que permita uma expressão válida - por exemplo, com as cláusulas SELECT, WHERE, e GROUP BY.

O que é GROUP BY em SQL?

GROUP BY é um grande recurso SQL que permite realizar cálculos poderosos sobre dados agrupados. Você quer aprender como obter insights poderosos a partir de seus dados? Você gostaria de saber o que GROUP BY faz e quando você deve utilizá-lo? Se sua resposta for sim, continue lendo. Neste artigo, você aprenderá exatamente isso. Por que você precisa do GROUP BY No mundo digitalizado de hoje - não importa em que negócio você esteja - as tabelas de banco de dados são normalmente enormes, com milhões de registros.

O que é a Declaração INSERT em SQL?

A instrução INSERT em SQL é usada para adicionar novos dados ao seu banco de dados. Este artigo explicará como utilizá-la e lhe mostrará exemplos práticos ao longo do caminho. Quando você aprende SQL, você se concentra em obter dados de um banco de dados, trabalhando principalmente com SELECT. Em SQL, há também instruções que permitem modificar dados em um banco de dados. A primeira é a declaração INSERT: ela adiciona dados a uma tabela.

O que é a Declaração UPDATE em SQL?

A instrução SQL UPDATE é usada para atualizar os dados existentes em seu banco de dados. Este artigo explicará sua sintaxe e lhe mostrará exemplos claros da declaração UPDATE em ação. A atualização efetiva dos dados existentes em um banco de dados é necessária para qualquer pessoa que utilize SQL; os dados só são úteis se forem mantidos atualizados e relevantes. Neste artigo, examinaremos a sintaxe da declaração UPDATE em grande detalhe.

O que é a cláusula SQL WHERE?

A cláusula WHERE é uma parte fundamental da SQL. Esta cláusula filtra os resultados e aplica condições às consultas a SQL. Ela é mais comumente usada junto com a declaração SELECT. Se você é um novato completo neste tópico, você pode aprender os conceitos básicos de SQL, incluindo WHERE, em nosso curso SQL para Iniciantes Este artigo explicará claramente como usar WHERE em uma consulta SQL. Depois de lê-lo, você terá a confiança e o conhecimento para integrar WHERE em seu trabalho diário.

O que é um SQL INNER JOIN?

Como combinar dados de diferentes tabelas em uma única consulta? Um recurso SQL chamado JOIN é o operador mais comum usado para criar consultas complexas. Aprenda o básico neste artigo. SQL nos permite selecionar dados de mais de uma tabela. Na verdade, toda a idéia de usar bancos de dados relacionais é selecionar dados de tabelas relacionadas. E podemos usar o operador JOIN do SQL para fazer isso. Há muitos tipos de JOINs em SQL.

Os Termos SQL que os Iniciantes Devem Saber - Parte 3

Esta é a terceira parte da minha lista de termos SQL essenciais para iniciantes. Na primeira, você aprendeu o que são tabelas, bancos de dados relacionais e consultas. Na segunda parte do tutorial, eu lhe falei sobre apelidos, Cláusulas JOIN em SQL, chaves primárias e subconsultas. Agora, está na hora de termos mais avançados de bancos de dados. Mas não tenha medo! Não vou esmagá-los com definições científicas. Explicarei tudo simplesmente para que você possa entender facilmente.

Os principiantes devem saber os termos SQL

Você já começou a aprender SQL? Você se sente um pouco perdido no labirinto de novas palavras e idéias? Aqui está uma lista de 10 termos SQL absolutamente essenciais para iniciantes. Quando você começa a aprender SQL, há muito o que processar. E alguns deles - mesmo termos SQL básicos - se perdem no embaralhamento. Se isto lhe parece, marque este artigo; será uma referência útil. Vou explicar estes termos SQL básicos com as palavras mais simples possíveis.

Quais são os diferentes tipos de SQL JOIN?

Você simplesmente não pode subestimar a importância do JOIN ao aprender SQL. Não só é uma das operações mais fundamentais em bancos de dados relacionais, mas também é muito versátil com muitos tipos diferentes. Embora o SQL JOIN possa ser intimidante no início, ele se torna um instrumento muito útil em seu arsenal, uma vez que você o compreenda. Vamos explorar todos os tipos de SQL JOIN! Podemos dizer com segurança que a operação JOIN é uma das características mais poderosas do SQL JOIN.

Qual é a Cláusula SQL HAVING?

Vocês estão aprendendo SQL? Você está se perguntando o que você pode usar o Cláusula HAVING para? Ou, talvez, você tenha tentado usar ONDE em seu GROUP BY agregados? Você está no lugar certo! Neste artigo, explicamos como usar TENDO com muitos exemplos. Você já tentou filtrar suas métricas criadas com GROUP BY com uma cláusula WHERE e descobriu que não funcionava? Isto porque não é o que o WHERE faz.

Qual é a diferença entre ON e WHERE em SQL JOINs?

Quando você une tabelas em SQL, você pode ter condições em uma cláusula ON e em uma cláusula WHERE. Muitos ficam confusos com a diferença entre elas. Neste artigo, discutiremos este tópico primeiro lembrando-lhe o propósito das cláusulas ON e WHERE e depois demonstrando com exemplos que tipos de condições devem estar em cada uma dessas cláusulas. Tanto a cláusula ON quanto a cláusula WHERE podem especificar as condições. Mas há alguma diferença entre elas?

Qual é a diferença entre as cláusulas WHERE e HAVING em SQL?

medida que a quantidade de dados no mundo cresce a cada dia, aumenta a necessidade de gerenciar e consultar os dados de forma eficiente. SQL oferece maneiras de manipular e consultar dados em qualquer escala. Como parte importante disto, as cláusulas WHERE e HAVING permitem filtrar os dados conforme a necessidade, mas não são a mesma coisa. Explicaremos em detalhes as diferenças entre elas. Uma das tarefas mais comuns na manipulação e consulta de dados é a filtragem usando as cláusulas WHERE e HAVING.

Qual é o papel do DISTINCT em SQL?

A palavra-chave DISTINCT em SQL desempenha um papel importante na remoção de valores duplicados de seus resultados. Este artigo fornece exemplos que mostram exatamente como o DISTINCT funciona. Por padrão, as consultas SQL mostram todas as linhas retornadas, incluindo as linhas duplicadas, no conjunto de resultados. A palavra-chave DISTINCT na cláusula SELECT é usada para eliminar linhas duplicadas e exibir uma lista única de valores. Em outras palavras, a palavra-chave DISTINCT recupera valores únicos a partir de uma tabela.

Quem deve aprender SQL?

Se você aprender SQL, você irá usá-la em seu emprego atual (ou em seu sonho)? Se você o aprender, ele o ajudará em suas tarefas diárias? SQL tem tanto potencial que todos podem se beneficiar dela - inclusive você! Leia este artigo para saber o quanto você ganhará conhecendo SQL. Eu poderia responder à pergunta do título com uma palavra: todos! Mas nem todos querem aprender SQL. E algumas profissões o exigem como essencial, enquanto em outras é mais agradável de se ter.

SQL INNER JOIN Explicado em palavras simples

Neste artigo, vou abordar talvez o elemento mais importante da linguagem SQL. É isso mesmo! Estou falando da cláusula SQL INNER JOIN. Como você sabe, em um banco de dados, os dados são armazenados em várias tabelas. Em meu último artigo, eu cobri como criar consultas SQL quando os dados necessários estão em apenas uma tabela. Mas e se os dados de que você precisa estiverem em duas tabelas?

Termos SQL que os Iniciantes Devem Saber - Parte 2

Esta é a segunda parte da minha lista de termos SQL essenciais para iniciantes. Na primeira, você aprendeu o que são uma tabela, banco de dados relacional e consulta. Agora, está na hora de termos mais avançados de banco de dados. Mas não tenha medo! Não vou esmagá-los com definições científicas. Explicarei tudo simplesmente para que você possa entender facilmente. Se você quiser rever os termos SQL básicos, veja meu artigo anterior, SQL Terms Beginners Should Know.

Termos SQL que os Iniciantes Devem Saber - Parte 4

Aqui está - outro lote de termos SQL que devem saber. Nas duas primeiras partes, cobrimos tabelas, bancos de dados relacionais, consultas, pseudônimos, Cláusulas JOIN em SQL, chaves primárias, e subconsultas. Da última vez, passamos a termos mais avançados como INSERT INTO, GROUP BY, e HAVING. Você está pronto para mergulhar mais profundamente na terminologia SQL? Esta é a quarta parte de nossa série sobre termos SQL básicos para iniciantes (e todos os outros).

Tutorial SQL HAVING

Aprenda como usar a cláusula SQL HAVING para filtrar grupos usando suas próprias condições especificadas. A cláusula SQL HAVING é muitas vezes um conceito desafiador de se entender, especialmente para iniciantes. Além disso, seus casos de uso específico podem ser difíceis de visualizar sem exemplos específicos baseados em conjuntos de dados do mundo real. Neste tutorial, você aprenderá como aplicar a cláusula SQL HAVING para filtrar grupos de registros com base em condições especificadas.

Um Guia Detalhado de Ordens SQL POR

Muitas vezes é necessário exibir a saída da consulta SQL em ordem específica em vez de arbitrariamente. Neste artigo, explicarei as muitas maneiras de fazê-lo com a cláusula SQL ORDER BY. Para ordenar registros em SQL, você precisará usar a cláusula ORDER BY. Neste artigo, explicarei em detalhes como usar o ORDER BY para ordenar a saída por uma ou mais colunas, em ordem ascendente (A-Z) ou descendente (Z-A), e usando coluna(s) existente(s) ou usando coluna(s) calculada(s) por uma função agregada.

Uma Visão Geral das Funções Agregadas em SQL

As funções agregadas são comumente usadas em SQL. Este artigo o guiará através de seu uso e mostrará exemplos de como elas funcionam. As funções agregadas de SQL são uma ferramenta útil, especialmente para a criação de relatórios. Elas não são difíceis de entender, especialmente se você tem alguma experiência com Excel ou programas similares. Você provavelmente já usou funções agregadas como SUM ou AVERAGE em uma planilha de cálculo.

Uma visão geral das funções de texto SQL

Neste artigo, discutiremos os ins e outs das funções de texto SQL mais comuns, que permitem que você encontre e trabalhe com valores de string. Antes de mergulharmos nas funções de texto, vamos rapidamente recapitular o que é uma função SQL. Simplificando, uma função é uma peça de código pré-definida que você pode usar em sua consulta SQL. Por exemplo, as funções SUM(), AVG(), e COUNT() são aplicadas a variáveis numéricas para calcular a soma, média e número de registros respectivamente.

Usando AND, OR, e NOT Operadores em SQL

ANDA SQL, OR, e NOT são operadores lógicos importantes em SQL. Eles ajudam você a combinar as condições usadas para filtrar registros. Eles são mais comumente usados em conjunto com o WHERE ou HAVING cláusulas. Além disso, este tópico é uma pergunta bastante comum em entrevistas de emprego SQL. Para ajudar você a entender completamente estes operadores, vou lhe dar alguns exemplos, explicando completamente a sintaxe e o propósito de cada um.

Vale a pena aprender SQL?

Estamos no século XXI. Estes são os "últimos tempos de dados", nos quais há muitas informações sobre todos os tipos de coisas. Queremos explorar ainda mais esta informação, cortar e cortar em cubos, entender de onde ela vem e o que a desencadeia. Com a chegada de tão grandes quantidades de dados, as pessoas descobriram que as planilhas não são suficientes. Há uma necessidade de uma solução maior, algo como uma planilha em esteróides.

Por Que Não Podemos Usar Funções de Janela com GROUP BY?

É verdade - por causa da ordem de operações do SQL, as funções de janela não são permitidas na cláusula GROUP BY. No entanto, você pode usá-las mesmo assim com este truque especial. As funções de janela são um dos atributos mais poderosos da linguagem SQL. Entretanto, não é fácil dominar a sintaxe dessas funções, já que ela possui muitos detalhes que podem confundir desenvolvedores iniciantes. Uma das armadilhas mais comuns é tentar usar as funções de janela dentro de GROUP BY.

Por Quê e Como Encontrar Trabalhos Freelance em SQL

Se depois da Covid-19 você começou a pensar "quero parar de trabalhar para os outros e viver uma vida mais tranquila, sendo dono do meu próprio destino", tenho novidades para você! Não só é possível ser um freelancer em SQL, como também é uma escolha de carreira que pode ser muito lucrativa e libertadora. Ela permitirá que você trabalhe para diferentes clientes e, o melhor de tudo, no seu próprio ritmo.

Qual a Melhor Forma de Aprender SQL Online?

Hoje em dia, o conhecimento em SQL é uma habilidade muito procurada, mas é não algo que possa ser dominado em uma ou duas semanas. Com tantos recursos disponíveis por aí para aprender esta linguagem, por onde começar a praticar o uso do SQL? Nos últimos cinco anos, profissionais experientes e conhecedores de banco de dados têm sido cada vez mais requisitados. Se o seu objetivo é crescer na carreira como desenvolvedor, administrador, especialista em Data Warehouse ou analista de banco de dados, você precisa aprender e dominar o uso da linguagem SQL, que continua a ser uma das principais habilidades tecnológicas que os recrutadores procuram em candidatos.

Quanto Tempo Leva para Aprender SQL? Dicas Para Atingir a Proficiência em SQL

É difícil aprender SQL? Quanto tempo leva para dominar esta linguagem? Neste artigo, responderemos essas perguntas e ajudaremos você a desbravar os comandos mais úteis em SQL. Quanto tempo leva para aprender SQL? Se você já estudou inglês ou francês, sabe que aprender uma nova linguagem é difícil e pode levar anos. Por sorte, dominar o SQL é uma jornada muito mais rápida do que aprender o uso do through/thorough ou contar un, deux, trois.

SQL INSERT, SQL UPDATE, SQL DELETE - O quê?!

Quer aprender SQL INSERT, UPDATE ou DELETE? Ensinaremos tudo o que você precisa saber com exemplos úteis! O que são e o que fazem as instruções do SQL INSERT, UPDATE e DELETE? Se você é um engenheiro de dados, um administrador de banco de dados ou apenas um entusiasta da área, um dia você encontrará um banco de dados que se tornará o seu "bebê". Ao cuidar desse pacotinho, você precisará alimentá-lo e limpá-lo.

Como Usar CASE WHEN com SUM() em SQL

Neste artigo, você aprenderá o que é uma expressão CASE WHEN em SQL e como usá-la com uma função SUM() e uma declaração GROUP BY. Incluímos exemplos para facilitar o entendimento. Saber como usar uma expressão CASE WHEN em SQL permite ampliar a visão sobre as várias possibilidades dentro da linguagem SQL. Com isso, você passará de um simples usuário que depende do que o SQL retorna para um usuário que está no comando, e que consegue estabelecer critérios específicos no SQL.

O Que é a Cláusula WITH em SQL?

Neste artigo, você aprenderá sobre a cláusula SQL WITH, também conhecida como expressão de tabela comum (CTE). Analisaremos exemplos para demonstrar alguns de seus usos em relação aos benefícios. Introdução à Cláusula SQL WITH A cláusula WITH em SQL foi introduzida no SQL padrão para simplificar consultas longas e complexas, especialmente aquelas com JOINs e subconsultas. Frequentemente chamada de refatoração CTE ou subconsultas, uma cláusula WITH define um conjunto de dados temporários que podem ser referenciados em consultas subsequentes.

Ordem de Operações SQL

O SQL não é uma linguagem tradicional de programação na qual você escreve uma sequência de instruções em uma determinada ordem de execução. Pelo contrário, o SQL é uma linguagem "declarativa", o que significa que ao escrever uma consulta SQL, você declara quais dados espera como resultado da consulta, mas não indica como obtê-los. Seis operações para ordenar: SELECT, FROM, WHERE, GROUP BY, HAVING e ORDER BY Através de exemplos, vamos explicar a ordem de execução das seis operações mais comuns em uma consulta SQL.

É Possível Juntar Tabelas Sem uma Coluna Comum?

Sim, é possível! Respondendo de forma mais completa, sim, há algumas maneiras de juntar duas tabelas sem uma coluna comum, incluindo CROSS JOIN (produto cartesiano) e UNION. Embora este último não seja tecnicamente um JOIN, ele pode ser útil para unir tabelas em SQL. Neste artigo, vou apresentar diferentes soluções com exemplos. Quando é Necessário Unir Tabelas sem uma Coluna Comum? Quem está começando em SQL normalmente é introduzido aos JOINs equi padrão, nos quais duas tabelas são unidas por uma coluna comum.

As 10 principais perguntas de entrevistas sobre JOINs em SQL e como respondê-las

Você tem dúvidas de quais perguntas sobre SQL JOINs podem ser feitas em uma entrevista? Você se sente preparado para respondê-las? Este artigo cobre as perguntas mais comuns de entrevistas sobre SQL JOINs e como respondê-las. Se você está concorrendo a uma vaga de emprego de analista de dados ou desenvolvedor de software, o seu conhecimento sobre SQL JOINs provavelmente será testado. As cláusulas JOIN em SQL são um ótimo assunto para os entrevistadores fazerem perguntas.

Como Calcular a Diferença Entre Duas Linhas em SQL

Calcular a diferença entre duas linhas em SQL pode ser uma tarefa desafiadora. É algo possível de ser feito, e existe mais de uma maneira de fazê-lo. Neste artigo, vou explicar como usar as funções de janela SQL LEAD() e LAG() para encontrar a diferença entre duas linhas na mesma tabela. Gosto de pensar nisso como um artigo de "happy hour" - você pode aprender sobre dois tópicos (calcular a diferença entre duas linhas e as funções da janela SQL) em apenas um artigo.

Como Juntar Duas Tabelas em SQL

É muito comum precisar consultar dados de várias tabelas ao trabalhar com bancos de dados relacionais, e não é algo difícil se você souber usar os operadores SQL específicos para isso. Neste artigo, você aprenderá como juntar duas tabelas usando WHERE e o operador especial JOIN, e verá como filtrar linhas nos resultados. SSe você deseja praticar a união de tabelas em SQL, confira nosso curso interativo Cláusulas JOIN em SQL.

O Que é uma Consulta Aninhada em SQL?

Você alguma vez desejou poder construir uma consulta com várias instruções SELECT? Então temos boas notícias! Isso - e muito mais - pode ser feito com as consultas aninhadas em SQL. Se você vem aprendendo SQL (ou escrevendo algumas consultas) há algum tempo, provavelmente já se deparou com casos em que parecia ser preciso incluir outra instrução SELECT dentro da sua instrução principal. Se você já se perguntou se é possível usar SELECTs aninhados em SQL, saiba que sim, é possível!

Como Funciona o Operador de Divisão em SQL

Em SQL, o operador de divisão é usado para dividir uma expressão ou número por outro. Este artigo mostrará como utilizar esse operador e os erros comuns que você deve evitar. O operador de divisão em SQL é considerado um operador aritmético. Os operadores aritméticos são a adição (+), subtração (-), multiplicação (*), divisão (/) e módulo (%). Neste artigo, iremos focar no operador de divisão, listando as regras que devem ser seguidas e alguns erros comuns ao tentar realizar uma divisão em SQL.

Funções LAG e LEAD em SQL

LAG() e LEAD() são funções posicionais. Uma função posicional é um tipo de função de janela. Se você não está familiarizado com quando e como usá-las, qual é a sintaxe de cada função, por que você pode precisar usá-las e quais são as diferenças, continue lendo! LAG() e LEAD() são funções posicionais. Estas são funções de janela e são muito úteis na criação de relatórios, pois podem se referir a dados de linhas acima ou abaixo da linha atual.

O Que é um Self Join em SQL? Sete Exemplos para Explicar

A auto-junção ("Self Join") é um caso especial comum de JOIN em SQL. Enquanto a maioria dos JOINs liga duas ou mais tabelas entre si para apresentar seus dados de forma combinada, um Self Join liga uma tabela a ela mesma. Isto geralmente é feito ligando uma tabela a si mesma apenas uma vez dentro de uma consulta SQL, mas é possível fazê-lo várias vezes dentro da mesma consulta.

Qual é a diferença entre COUNT(*), COUNT(1), COUNT(nome da coluna) e COUNT(DISTINCT nome da coluna)?

Você já notou que existem diferentes variações da função SQL COUNT()? Este artigo explica os vários argumentos e seus usos. Como usuário do SQL, você provavelmente já está familiarizado com a função COUNT(). Mesmo sendo relativamente simples, ela pode ser usada de várias maneiras. Cada forma tem uma finalidade bem diferente. Você já deve ter visto algum código com a função COUNT(*) ou COUNT(1). Você provavelmente também já viu alguns outros usos da função COUNT(), tais como COUNT(nome da coluna) e COUNT(DISTINCT nome da coluna), mesmo que não os tenha usado.

Como Encontrar Valores Duplicados em SQL

Registros duplicados nos fazem perder tempo, espaço e dinheiro. Aprenda como encontrar e corrigir valores duplicados usando as cláusulas GROUP BY e HAVING do SQL. Guias de boas práticas em banco de dados recomendam ter restrições únicas (como uma chave primária) em uma tabela para evitar a duplicação de linhas durante a extração e consolidação de dados. Mesmo assim, você pode acabar tendo que trabalhar com um conjunto de dados com linhas duplicadas.

Como Juntar 3 Tabelas (ou Mais) Em SQL

Usar JOIN em SQL não significa que você só pode unir duas tabelas. Você pode unir três, quatro, ou até mais! As possibilidades são infinitas. Se você acabou de aprender a usar JOINs em SQL, pode achar que está limitado a duas tabelas. Isso é bem comum - este conceito pode ser difícil de entender, e a ideia de que podemos usar essa função em casos mais complexos pode assustar no início.

5 Exemplos de Subconsultas SQL

As subconsultas SQL são ferramentas básicas se você quiser se comunicar efetivamente com bancos de dados relacionais. Neste artigo, forneço cinco exemplos de subconsultas demonstrando como utilizar subconsultas escalares, multi-linhas e correlatas nas cláusulas WHERE, FROM/JOIN, e SELECT. Uma subconsulta, ou consulta aninhada, é uma consulta colocada dentro de outra consulta SQL. Ao solicitar informações de um banco de dados, você pode achar necessário incluir uma subconsulta na cláusula SELECT, FROM, JOIN, ou WHERE.

5 Razões pelas quais você deve usar CTEs ao invés de subconsultas

Expressões de tabelas comuns, ou CTEs, foram introduzidas em SQL:1999 para lidar com casos em que a saída de uma consulta é usada dentro de outra consulta. Mas nós não tínhamos já subconsultas para isso? Neste artigo, vou demonstrar com vários exemplos porque os CTEs são melhores que as subconsultas para a estrutura e legibilidade de suas consultas SQL. Vamos começar lembrando o que são CTEs e subconsultas e como elas diferem.

7 Situações da vida real quando você precisa de um total em execução e como calculá-lo em SQL

Você quer aprender o que é um total em execução e como calculá-lo em SQL? Neste artigo, descreverei diferentes cenários de negócios nos quais um total em execução é necessário. Também lhe ensinarei como calcular um total em SQL com a ajuda das funções de janela. Pronto? Vamos lá! Definição de total em execução Um total corrente é a soma cumulativa de um valor e de todos os valores anteriores na coluna.

A História do SQL - Como Tudo Começou

Quem criou o SQL e por quê? Descubra neste artigo! Você está aprendendo SQL? Ou você está prestes a dar o primeiro passo para trabalhar com bancos de dados? Grande decisão! De qualquer forma, vale a pena conhecer a história do SQL - de onde veio, quem o criou e por quê. Aqui está uma breve história da SQL, começando com seu conceito fundacional: o banco de dados. Ted Codd e o Modelo de Dados Relacionais As primeiras bases de dados informatizadas surgiram no final dos anos 60.

A história das normas SQL

O padrão SQL mudou nos mais de 30 anos de existência? Absolutamente! Aprenda sobre a jornada da SQL-86 para a SQL moderna, a linguagem de dados padrão dos dias de hoje. A SQL foi criada no início dos anos 70 pela IBM. Em 1974, Donald Chamberlin e Raymond Boyce publicaram o artigo SEQUEL: A Structured English Query Language, que introduziu o SQL no mundo. O artigo continha a gramática BNF (uma descrição técnica detalhada da sintaxe da linguagem) para a linguagem, o que a IBM mais tarde pensou ser um erro.

Como calcular o comprimento de uma série com SQL

O que é uma série cronológica e por que se preocupar em calcular seu comprimento usando SQL? Como calculamos o comprimento de uma série em SQL? Eu posso responder isso em duas palavras: funções de janela! Sim, você vai precisar de algum conhecimento das funções de janela SQL para calcular o comprimento da série. Mas o que é uma série cronológica, e por que você gostaria de descobrir qual é o seu comprimento?

Como definir uma moldura de janela em funções de janela SQL

A função de janela é um recurso super poderoso da linguagem SQL. No núcleo de qualquer função de janela, há um conjunto de registros, chamado de quadro de janela, definido usando um Cláusula OVER. Saber que registros estão na moldura da janela, como eles são ordenados e quais são seus limites superior e inferior, é fundamental para entender como funciona a janela. Neste artigo, analisaremos e explicaremos com exemplos como você pode definir diferentes tipos de esquadrias de janela.

Como encontrar o próximo valor não-NULL em SQL

Você precisa encontrar o próximo nãoNULL valor em uma série cronológica, mas você não sabe como. Você pode fazer isso mesmo em SQL? Sim, você pode! Este artigo vai lhe mostrar o que fazer. Se você trabalha com SQL, mais cedo ou mais tarde você confrontará os valores NULL. Ter NULLs em um banco de dados é quase inevitável. Entretanto, às vezes você quer evitá-los em seus relatórios. Isto é muitas vezes verdade quando você está analisando dados de séries temporais; os valores NULL significam que não há dados disponíveis.

Como mostrar sua experiência Sql

Você quer trabalhar na indústria de TI? Esta é agora uma das melhores idéias para uma boa carreira. O que deve convencê-lo a fazer isso? Demanda por especialistas, altos ganhos e o fato de ser uma profissão à prova de futuro. Curiosamente, não vai ser tão difícil - especialmente para você, espertinho! Você só precisa de algumas habilidades e boa preparação para uma entrevista para ser bem sucedida. Eu lhe direi como conseguir um ótimo emprego!

Como se tornar um desenvolvedor SQL

Não há uma resposta simples para a pergunta "Como você se torna um desenvolvedor SQL"? Entretanto, se a resposta fosse muito complexa, não faria sentido escrever este artigo, e ainda assim estou fazendo isso. Portanto, em algum lugar do caminho, encontraremos a resposta. Como foi dito na introdução, não há varinha mágica que o transformará em um desenvolvedor SQL. Mas a leitura deste artigo lhe poupará algum tempo e o ajudará a concentrar-se no que é importante para atingir seu objetivo.

Como usar pseudônimos em consultas SQL

Um alias SQL é útil para simplificar suas consultas e tornar a consulta e seu resultado mais legível. Este artigo explica por que e como você pode usar pseudônimos em suas consultas SQL. Você pode renomear temporariamente uma tabela ou uma coluna dando-lhe outro nome. Isto é conhecido como um pseudônimo SQL. É uma alteração temporária que não afeta o nome real da tabela no banco de dados. Um nome temporário de tabela também pode ser chamado de nome de correlação.

Como utilizar operadores de comparação com NULLs em SQL

O valor SQL NULL serve a um propósito especial. Ele também vem com comportamentos contraintuitivos que podem tropeçar em iniciantes SQL ou mesmo programadores experientes. Aprenda como evitar estes problemas quando você usa NULL com operadores de comparação. Este artigo vai ajudá-lo a dominar as melhores práticas para elaborar consultas SQL que funcionam com valores NULL e usar operadores de comparação ( =, <>, <, > ) - o que, se você já escreveu alguma consulta SQL antes, você sabe que é quase todas as consultas que você vai escrever!

Conheça o Poder das Consultas Recursivas SQL

Mais comumente, as consultas SQL que executamos em um banco de dados são bastante simples. Bem, isso depende de seu papel, é claro. Analistas em data warehouses recuperam tipos de informações completamente diferentes usando (muitas vezes) consultas muito mais complicadas do que os engenheiros de software que criam aplicações CRUD. Entretanto, às vezes é mais simples ou mais elegante executar uma consulta que é um pouco mais sofisticada sem precisar de mais processamento de dados no código.

Enumerar e explicar todos os elementos básicos de uma consulta SQL

"Quais são os elementos básicos de uma consulta SQL?" é uma pergunta popular de entrevista de trabalho SQL. Neste artigo, revisamos a sintaxe básica de uma consulta SQL. Uma consulta SQL, que solicita informações de um banco de dados relacional, consiste em vários elementos. Estes permitem selecionar colunas específicas de tabelas específicas e filtrar e ordenar estas informações, se necessário. Neste artigo, vou revisar brevemente estes elementos explicando o que cada elemento faz e como utilizá-lo.

Funções da Janela SQL vs. Funções Agregadas SQL: Similitudes e diferenças

Se você não está familiarizado com as funções de janela SQL, você pode se perguntar como elas diferem das funções agregadas. Quando você deve usar as funções de janela? Neste artigo, revisaremos as funções de janela e as funções agregadas, examinaremos suas semelhanças e diferenças, e veremos qual delas escolheremos dependendo do que você precisa fazer. Depois de ter abordado o SQL básico, você provavelmente vai querer entrar em algumas de suas funções mais avançadas.

Guia para iniciantes na Subconsulta SQL

As subconsultas são um poderoso recurso SQL, permitindo-nos combinar dados de várias tabelas em uma única consulta. Neste artigo, vamos lhe ensinar tudo o que você precisa para começar a usar as subconsultas. Talvez a definição mais simples de uma subconsulta SQL seja "Uma consulta dentro de uma consulta". As subconsultas são tão fáceis de entender que freqüentemente aparecem nos capítulos de abertura dos cursos SQL. Entretanto, há muitas variantes de subconsultas que precisam ser explicadas.

HAVING vs. WHERE em SQL: O que você deve saber

Este artigo é sobre as cláusulas SQL's WHERE e HAVING. Ambas as cláusulas fazem parte dos fundamentos do comando SQL SELECT. Elas têm usos semelhantes, mas há também diferenças importantes que toda pessoa que usa SQL deve conhecer. Vamos ver o que está por trás do debate HAVING vs. WHERE. Neste artigo, vamos supor que trabalhamos para uma agência social governamental que apóia pessoas ou famílias cuja renda está abaixo de um determinado limite.

O que as cláusulas SQL INTERSECT e MINUS fazem?

Você sabe a diferença entre as cláusulas INTERSECT e MINUS do SQL e como utilizá-las? Você encontrará exemplos e explicações neste artigo. SQL INTERSECT e MINUS são cláusulas úteis para encontrar rapidamente a diferença entre duas tabelas e encontrar as linhas que elas compartilham. INTERSECT compara os dados entre tabelas e retorna apenas as linhas de dados que existem em ambas as tabelas. MINUS compara os dados entre tabelas e retorna as linhas de dados que existem somente na primeira tabela que você especificar.

O que são funções agregadas em SQL, e como posso utilizá-las?

Os dados são a sua fonte de conhecimento. E graças às funções SQL agregadas, você pode extrair de seus dados o conhecimento preciso que precisa de forma eficiente. Leia mais adiante para saber mais. As funções principais de agregação SQL são as seguintes: COUNT(column_name | *) retorna o número de filas em uma tabela. SUM(column_name) retorna a soma dos valores de uma coluna numérica. AVG(column_name) retorna o valor médio de uma coluna numérica.

O que é um CTE Recursivo em SQL?

O artigo que mostrará exemplos práticos do uso de CTEs recursivas em SQL. Se você já ouviu falar sobre os CTEs recursivos de SQL mas nunca os utilizou, este artigo é para você. É também para você se você nunca se cansa de exemplos de CTE recursivos. Antes de nos aprofundarmos na recursividade, vou lhe lembrar o que são CTEs e qual é sua sintaxe. Depois farei o mesmo para os CTEs recursivos.

O que é um CTE?

Após dominar instruções como SELECT, DELETE, INSERT e GROUP BY, você pode procurar maneiras de melhorar a manutenção, reprodutibilidade e legibilidade do código. Nesse ponto, você provavelmente começará a aprender sobre conceitos SQL modernos que foram introduzidos no início dos anos 2000. Uma dessas técnicas SQL é o CTE? (expressão comum de tabela) -?um conjunto de resultados nomeado temporariamente. Neste artigo, você aprenderá o que é um CTE e como usá-lo para melhorar a manutenção e a legibilidade de seu código.

Por que eu deveria aprender as funções da janela SQL?

A SQL existe há mais de 25 anos. Sua sintaxe básica - como SELECT, WHERE, GROUP BY, HAVING, e ORDER BY - é bem conhecida. Mas existe algo além do SQL tradicional? Você pode ir além do básico e melhorar suas habilidades? A resposta a esta pergunta é sim. Existe uma versão moderna do SQL. Neste artigo, vamos mergulhar na versão moderna e aprender sobre as funções da janela SQL.

Qual é a cláusula do SQL GROUPING SETS, e como você a utiliza?

Os GROUPING SETS são grupos, ou conjuntos, de colunas pelas quais as linhas podem ser agrupadas. Em vez de escrever várias consultas e combinar os resultados com um UNION, você pode simplesmente usar GROUPING SETS. GROUPING SETS em SQL pode ser considerado uma extensão da cláusula GROUP BY. Ela permite que você defina múltiplos conjuntos de agrupamento na mesma consulta. Vejamos sua sintaxe e como ela pode ser equivalente a uma GROUP BY com múltiplas cláusulas UNION ALL.

Quando uso as funções de janela SQL?

Você já ouviu um de seus colegas se gabando de usar as funções de janela SQL? Você conhece SQL básico mas não sabe muito, ou nada, sobre funções de janela? Se você quer aprender sobre funções de janela e como utilizá-las em um contexto empresarial, você está no lugar certo! Isto acontece com freqüência. Você alcança um certo nível de conhecimento e se sente como o rei (ou rainha) do mundo.

UNION vs. UNION ALL em SQL: Qual é a diferença?

Diferença? UNION e UNION ALL são ambos utilizados para recuperar registros de várias tabelas. Este artigo detalhará as diferenças entre os dois, permitindo que você faça a melhor escolha para cada cenário único. Você pode usar os comandos do SQL UNION e UNION ALL para obter dados de múltiplas tabelas em seu banco de dados. É um caso de uso comum, considerando que a maioria dos bancos de dados tem muitas tabelas.

Usando GROUP BY em SQL

Agora que você conhece os comandos centrais do SQL, aumente suas consultas com a cláusula GROUP BY e funções agregadas. GROUP BY é uma cláusula SQL que organiza os dados em grupos com base em um valor (ou valores) comum. É amplamente utilizada para obter informações resumidas para grandes conjuntos de dados, bem como para computar estatísticas básicas agregadas. Uma vez que você tenha compreendido os comandos básicos de SQL como SELECT, WHERE e JOIN, o domínio da cláusula GROUP BY pode ajudá-lo a implementar seu conhecimento de SQL em cenários de inteligência empresarial do mundo real.

24 Regras para o padrão de formatação SQL

Escrever consultas em um banco de dados requer conhecimento sobre a sintaxe SQL, mas isto não é tudo que você deve saber. As melhores práticas para escrever código SQL profissional exigem boa capacidade de formatação. Neste artigo discuto por que isto é tão importante e quais são as regras básicas que você deve seguir. Por que vale a pena formatar o código SQL? Os programadores SQL principiantes muitas vezes não prestam muita atenção à formatação de seu código.

As 5 principais linguagens de programação para aprender ao lado de SQL

Se você já sabe ou está prestes a aprender SQL, você está no caminho certo para ser um procurado administrador de banco de dados, engenheiro de banco de dados, ou apenas um garoto de banco de dados em geral! SQL é uma linguagem moderna e amplamente utilizada que encontra aplicação em quase todas as indústrias. Não há falta de empregos com SQL. Mas e se você quiser se ramificar e aprender outra linguagem para complementar seus conhecimentos e habilidades em SQL?

As Consultas SQL mais importantes para iniciantes

Como você obtém dados de uma tabela? Como você cria ou apaga uma tabela? Como você exibe registros distintos? Como selecionar as linhas que armazenam um valor específico em uma coluna? Você pode fazer tudo isso facilmente, escrevendo consultas SQL básicas. Este guia discute as 30 consultas SQL mais importantes para iniciantes. Vamos dar uma olhada. 1. Recuperação de dados de todas as colunas Esta é uma consulta muito básica para exibir todos os dados de uma tabela.

Como Numerar Linhas em um Conjunto de Resultados SQL

Você já precisou adicionar um número seqüencial aos registros no resultado de uma consulta SQL? Não é tão simples quanto parece! Descubra como fazer isso corretamente neste artigo. Para numerar linhas em um conjunto de resultados, você tem que usar uma função de janela SQL chamada ROW_NUMBER(). Esta função atribui um número inteiro seqüencial a cada linha de resultado. Entretanto, ela também pode ser usada para numerar registros de diferentes maneiras, como por subconjuntos.

Como analisar uma série cronológica em SQL

Os valores ordenados pelo tempo são chamados de série cronológica. Neste artigo, vou lhe mostrar os padrões mais freqüentes e lhe ensinar como escrever consultas para séries cronológicas em SQL com a ajuda das funções de janela. Talvez você tenha tido a oportunidade de analisar algumas variáveis onde cada valor estava associado a um valor de tempo. Tais dados - onde os valores são ordenados pelo tempo - são chamados de dados de séries cronológicas.

Como aprender SQL JOINs

JOINs são um dos comandos SQL mais fundamentais e comumente usados para manipular e consultar conjuntos de dados do mundo real. Eles também são um dos tópicos SQL mais desafiadores de dominar! Neste artigo, você aprenderá uma estratégia eficaz para aprender os diferentes tipos de Cláusulas JOIN em SQL. Quando os dados são armazenados em uma única tabela, podemos facilmente recuperar as linhas e obter todas as informações necessárias. Mas quando as empresas escalam, seus dados também o fazem.

Como criar uma tabela em SQL

Criar tabelas em bancos de dados é uma habilidade muito útil, e não apenas para engenheiros de software ou administradores de bancos de dados. Permite projetar ou alterar a estrutura de um banco de dados e armazenar dados que estão relacionados entre si. Neste artigo, você aprenderá o que é uma tabela de banco de dados, quem os cria e como usar a sintaxe do comando CREATE TABLE. O que é uma tabela de banco de dados?

Como funciona o SQL GROUP BY?

O agrupamento de resultados é um poderoso recurso SQL que permite calcular as principais estatísticas para um grupo de registros. GROUP BY é uma das cláusulas mais poderosas do SQL. Ele permite que você veja os dados de uma nova maneira e encontre métricas chave (como a média, valores máximos e mínimos em um grupo de registros). Sem GROUP BY, todos os resultados que obtemos são orientados para os registros.

Como ordenar valores em uma ordem específica em SQL

Às vezes, você será obrigado a ordenar seus dados de uma determinada forma, e muitas vezes o uso de modificadores de ordenação típicos como ASC e DESC não são suficientes. Este artigo mostrará como usar a declaração CASE para ordenar seus dados exatamente como você precisa que eles sejam. Você já precisou encomendar seus dados de uma maneira muito específica? Um dos melhores métodos para lidar com a classificação complexa é usar CASE.

Como unir duas tabelas por várias colunas em SQL

O SQL JOIN é uma ferramenta importante para combinar informações de várias tabelas. Na maioria das vezes, você estará unindo tabelas com base em uma chave primária de uma tabela e uma chave estrangeira de outra tabela. No entanto, também é frequente que você precise unir tabelas por duas ou mais colunas. Neste artigo, discutirei por que você quer unir tabelas por várias colunas e como fazer isso em SQL.

Exemplos práticos de quando usar JOINs não-Equi em SQL

Se você acha que duas tabelas em SQL só podem ser unidas usando o campo comum, você ficará entusiasmado em saber que existem outras formas de unir. Os JOINs não-equi usam diferentes tipos de operadores de comparação na condição de JOIN. Neste artigo, vou guiá-lo através de exemplos de JOINs não-equi para mostrar os casos de uso comum para este tipo de JOIN. Equi JOIN vs. Non-Equi JOIN Como você costuma unir duas tabelas em SQL?

Funções SQL MIN e MAX Explicadas em 6 Exemplos

O que são as funções SQL MIN() e MAX()? Quando você deve usá-las como funções agregadas, e quando deve usá-las com funções de janela? Explicamos usando exemplos práticos. É difícil imaginar SQL sem as funções agregadas MIN() e MAX(). Elas são muito úteis entre muitos profissionais de dados porque nos permitem resolver muitos problemas de negócios. Neste artigo, vou explicar o que cada função faz e discutir vários casos de uso.

Funções da Janela SQL vs. GROUP BY: Qual é a diferença?

Um equívoco muito comum entre os usuários de SQL é que não há muita diferença entre funções de janela SQL e funções agregadas ou a cláusula GROUP BY. Entretanto, as diferenças são muito significativas. Talvez o único ponto semelhante entre GROUP BY e funções de janela é que ambas permitem executar uma função (como AVG, MAX, MIN, ou COUNT) em um grupo de registros. Eu diria que o poder especial das funções de janela é que elas nos permitem obter resultados que de outra forma seriam quase impossíveis de se obter.

GROUP BY em SQL Explained

A declaração SQL GROUP BY é fácil de usar, mas pode ser difícil de dominar. Aprenda o que você pode fazer com GROUP BY, como funciona e como utilizá-lo com funções agregadas. GROUP BY é uma das ferramentas SQL básicas. Entretanto, pode ser difícil para iniciantes compreender como funciona GROUP BY e como é usado para computar estatísticas com diferentes funções agregadas. Neste artigo, vou usar vários exemplos para mostrar exatamente como GROUP BY organiza as linhas e como as funções agregadas podem ser usadas para calcular estatísticas em uma ou mais colunas.

O que é JOIN à ESQUERDA em SQL?

Conheça os detalhes do LEFT JOIN, um dos tipos mais comuns de SQL JOIN. SQL é principalmente sobre a obtenção de dados de bancos de dados. Muito freqüentemente, será necessário combinar dados de múltiplas tabelas em seu banco de dados. É aí que os JOINs entram em jogo. O LEFT JOIN é um dos tipos de JOIN que você provavelmente usará com muita freqüência. Neste artigo, explicarei a sintaxe do LEFT JOIN e como ele funciona usando vários exemplos e ilustrações.

O que é o FULL JOIN e quando utilizá-lo

Saiba o que é um FULL JOIN, como implementá-lo, como ele se compara com outros tipos de Cláusulas JOIN em SQL, e alguns de seus casos de uso único. Antes de saltarmos para FULL JOINs, vamos rapidamente recapitular o que é um FULL JOIN SQL JOIN. Em sua essência, um JOIN combina dados de duas ou mais tabelas dentro de um banco de dados. As tabelas são normalmente ligadas entre si usando identificadores únicos em cada tabela, ou seja, chaves primárias e estrangeiras.

Os 10 principais laptops para aprendizado de SQL em 2020

Se você quer aprender SQL, você vai precisar de um dispositivo portátil e poderoso. Eu recomendo um laptop. Aqui estão as características que você vai precisar, assim como minhas escolhas para laptops para que você aprenda SQL em 2020! Devo admitir que navegar no computador da Amazon oferece ou entrar em qualquer loja de computadores pode lhe dar uma dor de cabeça. Tantos modelos, com tantas opções! Eles diferem em componentes, mão-de-obra, duração da bateria e tamanho e resolução da tela.

Qual é a diferença entre SQL e T-SQL?

Se você está começando a aprender SQL e está confuso com as diferenças entre SQL padrão e outras linguagens semelhantes como T-SQL, este artigo ajudará a deixar as coisas claras. Você não só aprenderá sobre a diferença entre SQL e T-SQL, mas também encontrará explicações sobre quais tópicos seria melhor começar a aprender primeiro: SQL padrão ou algo mais específico como MS SQL Server. O que é SQL padrão? SQL (Structured Query Language) é uma linguagem de programação básica ANSI/ISO padrão projetada para operar sobre dados armazenados em bancos de dados relacionais.

Qual é a diferença entre os CTEs e Views SQL?

Visualizações SQL vs. CTEs: O que eles fazem? Como elas são diferentes? Qual delas deve ser usada e quando? Obtenha suas respostas aqui! Em SQL, tanto os CTEs (expressões comuns de tabelas) quanto as visualizações ajudam a organizar suas consultas, levando a um código mais limpo e fácil de seguir. No entanto, existem algumas diferenças importantes entre elas. Este artigo irá guiá-lo através de vários exemplos de CTEs e visões e explicar quando usar cada um deles.

Qual é a diferença entre ter várias tabelas de origem e usar juntas?

Qual é a sua abordagem para juntar tabelas em SQL? Neste artigo, discutimos duas abordagens e explicamos por que muitos desenvolvedores de SQL têm uma preferência definida por JOIN. Você prefere listar várias tabelas em FROM e usar WHERE para definir as condições de junção? Ou você usa a palavra-chave JOIN? SQL suporta ambas, mas há diferenças significativas entre elas. Vamos analisar cada uma delas em detalhes e depois discutir por que o JOIN é geralmente preferido.

Qual é a função do RANK() em SQL, e como você a utiliza?

Quem são seus 10 principais clientes? Quem são os funcionários com melhor desempenho em cada departamento? Para responder perguntas como estas, você precisará classificar a saída de sua consulta SQL. Vamos ver como a função RANK() auxilia na classificação dos resultados em SQL. Há muitos casos de uso em que você pode precisar classificar as linhas em SQL. Você pode querer classificar clientes com base no volume de vendas, estudantes com base nos resultados de seus exames, ativos da empresa com base em seu valor atual, departamentos com base no número de funcionários, ou usuários com base na data de sua inscrição.

Qual é a vantagem das chaves estrangeiras em SQL?

O que é uma chave estrangeira e por que ela é tão importante em bancos de dados relacionais? Conheça todos os detalhes sobre chaves estrangeiras neste artigo. Uma das principais características das bases de dados relacionais é a capacidade de vincular dados armazenados em diferentes tabelas. Estes links, chamados de referências, funcionam essencialmente como conexões entre as tabelas. Eles são criados usando a restrição FOREIGN KEY nas colunas das tabelas.

Quando devo usar uma Expressão de Mesa Comum (CTE)?

Interessada em ouvir mais sobre expressões comuns de mesa ou CTEs? Você gostaria de saber quando os CTEs são úteis? Leia neste artigo. Se você já ouviu falar de expressões comuns em mesas, você provavelmente já se perguntou o que elas fazem. Mesmo que você não tenha ouvido, é bom que você esteja aqui! Os CTEs podem ser muito úteis, especialmente se você já dominou os conceitos básicos de SQL, como selecionar, ordenar, filtrar dados e juntar tabelas.

Que prática SQL você precisa se preparar para uma entrevista técnica de trabalho?

Você mesmo marcou uma entrevista para um trabalho relacionado a SQL. Bom trabalho! Mas talvez a incerteza esteja se instalando à medida que a data de sua entrevista se aproxima. Você conhece SQL suficiente para fazer o corte? Quais perguntas você provavelmente será perguntado? Que prática SQL você deveria estar fazendo antes de sua entrevista? Quase todos os candidatos a trabalhos SQL passam exatamente pelo mesmo processo de quebra de nervos.

Quem tem o mais alto salário, em termos de Departamento? Use SQL para Descobrir!

Este artigo mostra como obter o salário total por departamento para uma organização, usando a funcionalidade GROUP BY do SQL. Explicamos em detalhes a cláusula SQL GROUP BY junto com a filtragem condicional usando uma cláusula HAVING. A compreensão do gasto salarial para uma organização é um dos pontos de partida comuns para os líderes empresariais. Ele os ajuda a ver quem na organização tem o maior custo salarial total, em termos de departamento.

SQL SUM() Função Explicada com 5 Exemplos Práticos

Funções agregadas são uma parte importante do conhecimento de SQL - e não há melhor lugar para começar a aprendê-las do que com a função SUM(). Neste artigo, você pode expandir ou atualizar seu SQL com 5 exemplos práticos de SUM(). SQL nos permite fazer mais do que selecionar valores ou expressões de tabelas. A maioria das operações em bancos de dados relacionais utilizam funções agregadas como SUM() para fazer cálculos sobre dados.

SQL empresarial: Como calcular o crescimento da receita em SQL

Você pode usar SQL nos negócios? É claro que você pode! Por exemplo, você pode calcular o crescimento da receita em SQL - aqui está como. Como alguém que trabalha com dados, você já sabe que SQL é a ferramenta mais utilizada na análise de dados. Mas como o SQL é útil no uso empresarial? Bem, a resposta é óbvia: analisar dados comerciais usando SQL! Entretanto, existem algumas especificidades com dados comerciais que podem ser complicadas se você não estiver acostumado a isso.

Subquery vs. CTE: Uma Cartilha SQL

Você já se perguntou sobre as diferenças entre uma subconsulta e uma expressão de mesa comum (CTE) em SQL? Os conceitos parecem muito semelhantes, mas saber a diferença - e quando usar cada um deles - ajudará você a escrever consultas eficientes e legíveis. Primeiro, vamos explicar os conceitos subjacentes às subconsultas e CTEs. Em seguida, veremos alguns exemplos e, finalmente, analisaremos os prós e os contras de cada técnica.

Use SQL em um banco de dados de filmes para decidir o que assistir

Demonstraremos como usar SQL para analisar grandes conjuntos de dados e obter insights valiosos, neste caso, para ajudá-lo a escolher o filme a ser visto a seguir usando um conjunto de dados IMDb. Neste artigo, estaremos baixando um diretório de conjuntos de dados do IMDb. Não tem certeza do que assistir hoje à noite? Você está navegando infinitamente pela Netflix? Decida o que assistir usando o poder do SQL! Estaremos carregando um conjunto de dados IMDb de um filme já existente em SQL.

Visão geral das funções de classificação em SQL

As funções de ranking SQL facilitam o trabalho com bancos de dados relacionais, especialmente para analistas de dados, marqueteiros e especialistas financeiros. Estas funções são usadas para atribuir um número de ranking para cada registro e permitem criar relatórios úteis de forma eficiente. As funções de ranking SQL são funções de janela. As funções de janela calculam o resultado com base em um conjunto de linhas. A palavra "janela" se refere a este conjunto de linhas.

É difícil aprender SQL?

É a pergunta número um feita pelos estudantes de SQL e pelos novatos no mundo da informática. É difícil aprender SQL? Se você veio aqui porque tem ponderado essa mesma pergunta, tenha algum conforto no fato de que de forma alguma você está sozinho. Até mesmo a idéia de SQL pode ser intimidante para aqueles de nós que não têm experiência em tecnologia, mas não precisa ser assim.

Como Encontrar Todos os Funcionários de Cada Gerente em SQL

Você já ficou encarregado de construir um organograma - ou seja, encontrar os funcionários subordinados a cada gerente de uma empresa? Com o SQL, fazer isso é mais fácil do que você imagina! Neste artigo, mostraremos como realizar a tarefa usando uma consulta recursiva. No mundo dos negócios, é muito comum precisar listar todos os funcionários que trabalham para um determinado gerente. Será que isso é tão difícil a ponto de precisar de um artigo inteiro?

Como ORDER BY e NULL Trabalham Juntos em SQL

Valores NULL aparecem primeiro ou por último quando você usa o comando ORDER BY? São considerados valores maiores ou menores que os valores não NULL? Neste artigo, explicarei como diferentes bancos de dados relacionais tratam os valores NULL ao classificar os resultados e como mudar o comportamento padrão da cláusula ORDER BY. Quando os usuários do LearnSQL praticam a cláusula ORDER BY em nosso curso SQL para Iniciantes, eles frequentemente perguntam por que os valores NULL aparecem primeiro na saída e como eles podem mudar este comportamento.

TRUNCATE TABLE vs. DELETE vs. DROP TABLE: Excluindo Tabelas e Dados em SQL

Qual é a diferença entre TRUNCATE TABLE, DELETE e DROP TABLE em SQL? Descubra neste artigo. Há muitas maneiras de excluir dados em SQL, incluindo os comandos DELETE, TRUNCATE TABLE e DROP TABLE. Qual deles você deve usar em cada situação? Neste artigo, você aprenderá a sintaxe de cada comando em diferentes servidores de banco de dados, como MySQL, PostgreSQL, SQL Server e Oracle. Além disso, você entenderá a comparação entre DROP TABLE vs.

5 Construções SQL avançadas Todo analista de dados deve aprender

Seu trabalho envolve análise de dados? Aqui estão cinco exemplos de como o SQL avançado pode ajudá-lo em seu trabalho diário. Sou analista de dados e tenho que dizer - analistas de dados podem ser bastante estranhos. Outras pessoas geralmente têm medo de quantidades imensas de dados; nós gostamos disso. Quanto mais profundos formos nos dados, mais felizes seremos. Uma ferramenta importante para entrar em dados (e, portanto, ser um analista de dados mais feliz) é o SQL.

5 Exemplos de GROUP BY

Quando você começa a aprender SQL, você se depara rapidamente com a cláusula GROUP BY. O agrupamento de dados - ou agregação de dados - é um conceito importante no mundo dos bancos de dados. Neste artigo, vamos demonstrar como você pode usar a cláusula GROUP BY na prática. Reunimos cinco exemplos de GROUP BY, desde os mais fáceis até os mais complexos para que você possa ver o agrupamento de dados em um cenário da vida real.

5 Exemplos práticos de utilização de ROWS BETWEEN em SQL

As funções da janela SQL são extremamente úteis para calcular agregações complexas como médias móveis ou totais em execução. A cláusula ROWS permite especificar linhas para seus cálculos, permitindo ainda mais sofisticadas molduras de janela. Aqui estão cinco exemplos práticos de alavancagem da cláusula ROWS BETWEEN em SQL. As funções de janela (também chamadas funções OVER) calculam seu resultado com base em uma armação de janela deslizante (ou seja, um conjunto de linhas).

7 Comum GROUP BY Erros

Você está cometendo esses erros com o GROUP BY em SQL? Descubra o que eles são, como evitá-los e como corrigi-los. A declaração GROUP BY da SQL pode rapidamente desvendar poderosas informações de dados. No início, usar GROUP BY pode parecer fácil - por exemplo, ao criar relatórios SQL básicos que você apresentará aos tomadores de decisão de negócios. Mas enquanto aprende este poderoso recurso, você pode ficar preso a erros estranhos ou obter resultados incorretos causados por declarações GROUP BY mal escritas.

7 Exemplos de SQL JOIN com explicações detalhadas

Você precisa unir várias tabelas para obter o conjunto de resultados necessários? O SQL JOIN é uma ferramenta básica mas importante utilizada pelos analistas de dados que trabalham com bancos de dados relacionais. E entendo que pode ser difícil escolher entre os zilhões de guias introdutórios para junções. Neste artigo, vou me concentrar em exemplos do mundo real com explicações detalhadas. Introdução à adesão Com bancos de dados relacionais, as informações desejadas são muitas vezes armazenadas em várias tabelas.

A Cláusula RANGE em Funções de Janela SQL: 5 Exemplos práticos

O que é uma RANGE cláusula nas funções da janela SQL? Cinco exemplos práticos lhe mostrarão como e quando utilizá-la. A cláusula RANGE é utilizada muito raramente em funções de janela SQL. Não sei por que; talvez as pessoas não estejam acostumadas a ela. Isto é uma pena, porque está longe de ser uma cláusula sem sentido; pode ser muito útil, e eu vou mostrar isso em cinco exemplos.

As bases de dados mais populares em 2020

Qual solução de banco de dados é atualmente a mais popular? Qual dialeto SQL você deve estudar? Neste artigo, vou compartilhar os resultados de minha pesquisa e minha experiência pessoal. Aqui estão os bancos de dados que vale a pena aprender SQL para usar. Primeiro, vamos responder algumas perguntas simples: O SQL ainda é útil? Vale a pena aprender? Se você concluir um curso de SQL online, será que isso facilitará seu trabalho?

CTEs SQL Explicados com Exemplos

Aprenda como você pode aproveitar o poder das Expressões de Mesa Comum (CTEs) para melhorar a organização e a legibilidade de suas consultas SQL. A abreviação comumente usada CTE significa Common Table Expression (Expressão Comum de Mesa). Para aprender sobre as Expressões da Tabela Comum SQL através da prática, eu recomendo a Consultas Recursivas curso em LearnSQL.com.br. Ele contém mais de 100 exercícios práticos em CTEs simples e complexos recursivos.

Como Manter Linhas Inigualáveis Quando Você Junta duas Tabelas em SQL

Aprenda como usar o JOIN para manter tanto as linhas emparelhadas quanto as não emparelhadas quando você juntar duas tabelas. Juntar duas ou mais mesas é uma habilidade que você precisa muito se estiver trabalhando com bancos de dados. Para rever e praticar suas habilidades de união SQL, eu recomendo a Cláusulas JOIN em SQL curso. Ele contém mais de 90 exercícios e seções sobre diferentes desafios de união.

Como agrupar dados por semana no SQL Server

Este é um conteúdo adicional para o curso LearnSQL.com.br Análise do Comportamento do Cliente no SQL Server. Neste curso, mostramos como você pode analisar o ciclo de vida do cliente (aquisição, conversão, atividade, retenção e rotatividade do cliente) com SQL. Discutimos coortes de registro de clientes, ou grupos de clientes que se registraram durante o mesmo período (por exemplo, na mesma semana, no mesmo mês). A análise das coortes de registro de clientes permite ver as tendências de registro e relacionar as coortes de registro com as campanhas de marketing.

Como aprender SQL rapidamente

Você está com pressa para melhorar suas habilidades de dados? Tenho boas notícias: você pode aprender SQL rapidamente e passar para um nível totalmente novo de proficiência de dados. Você trabalha com dados todos os dias, mas já teve o tempo suficiente para processar sua mesa gigante em Excel. Chegou a hora de uma ferramenta muito melhor: SQL! Mas quanto tempo leva para aprender SQL? Neste artigo, vou lhe mostrar como aprender SQL rapidamente e se tornar o Vin Diesel dos dados - como se tornar o "

Como calcular as diferenças de ano para ano em SQL

Como sua empresa se saiu este ano em comparação com o ano passado? No ano anterior? Saiba como usar SQL para calcular as diferenças ano a ano e mês a mês. Comparações ano-a-ano (YOY) são uma forma popular e eficaz de avaliar o desempenho de vários tipos de organizações. As diferenças ano a ano são fáceis de entender - por exemplo, é fácil entender que seu crescimento de receita é de 35% ano a ano.

Como classificar as linhas em SQL: Um Guia Completo

Não tenha mais dificuldades com as funções de ranking SQL! Este artigo irá guiá-lo através dos casos de uso mais comuns da classificação. Os rankings são usados ao nosso redor todos os dias. Torneios esportivos, os melhores filmes e séries de TV na Netflix, lojas com os produtos mais baratos - estes são apenas alguns exemplos dos rankings que você pode ter visto recentemente. O uso das funções do SQL RANK pode ser difícil às vezes.

Como começar a rodar as consultas SQL

Neste artigo, explicarei como executar uma consulta SQL para ajudá-lo a executar sua primeira consulta. Vamos direto ao assunto! Executar consultas SQL pela primeira vez não é uma tarefa complexa, mas pode parecer intimidante no início, se você for um iniciante completo. Mas uma vez ultrapassado esse bloqueio inicial, você será capaz de se concentrar em aprender SQL e escrever consultas mais interessantes para atender às necessidades de seu negócio.

Como encontrar o Nth-Highest Salary por departamento com SQL

Aprenda como encontrar o enésimo maior salário em SQL, e você aprenderá como obter o enésimo valor em qualquer dado. Neste artigo, vou me concentrar em um problema e dar-lhe várias soluções para esse problema. O problema já está no título: encontrar o enésimo maior salário por departamento usando SQL. Isto pode soar muito específico. Mas ao aprender como resolver isto, você poderá encontrar o n-ésimo valor em qualquer dado, não apenas nos salários.

Como exportar um arquivo CSV a partir de uma consulta T-SQL

Conhecer consultas SQL para selecionar dados de bancos de dados permite que você obtenha informações facilmente. Entretanto, há muitas situações em que precisamos exportar dados para outra plataforma ou aplicação. O arquivo CSV é uma solução para este problema. Se você gostaria de dominar o SQL completo, experimente nosso SQL de A a Z pista. Ele contém 7 cursos SQL práticos que o levarão de um iniciante a um usuário SQL avançado.

Como obter descendentes de um pai em SQL

Quer aprender como lidar com árvores genealógicas e encontrar descendentes de um dos pais? Ao ler este artigo, você aprenderá como lidar com dados hierárquicos. Encontrar descendentes de um dos pais é um problema comum em SQL. Se você imaginar uma árvore genealógica, o bloco básico que forma as relações dentro dela é a relação pai-filho. A relação pai-filho é precisamente o que define todos os dados hierárquicos. Outro exemplo de dados hierárquicos é o relacionamento gerente-empregado.

Como obter o primeiro dia da semana no SQL Server

Este é um conteúdo adicional para o curso LearnSQL.com.br Análise do Comportamento do Cliente no SQL Server. No artigo anterior, falamos sobre como você pode usar a função do SQL Server DATEPART() com semana ou iso_week para agrupar eventos por semana. A consulta pode se parecer com isto: SELECT DATEPART(week, RegistrationDate) AS Week, COUNT(CustomerID) AS Registrations FROM Customers WHERE '20180101' <= RegistrationDate AND RegistrationDate < '20190101' GROUP BY DATEPART(week, RegistrationDate) ORDER BY DATEPART(week, RegistrationDate); O resultado é algo parecido com isto:

Como praticar o SQL JOINs

Não há melhor maneira de aprender SQL JOINs do que através da prática. No entanto, provavelmente haverá obstáculos ao longo do caminho. Vou cobrir alguns desses obstáculos e dar idéias de como superá-los. Embora este artigo não o transformará em um especialista em Cláusulas JOIN em SQL, ele lhe mostrará como se tornar um. Então, vamos começar! Desafios ao Praticar Cláusulas JOIN em SQL É difícil responder "Como você domina Cláusulas JOIN em SQL?

Como se juntar à mesma mesa duas vezes

JOIN é uma das afirmações mais comuns em SQL. Como você deve saber, ele é usado para unir e combinar dados de duas ou mais tabelas em um conjunto de dados comum. Neste artigo, vou discutir tipos especiais de uniões? nas quais você combina a mesma tabela duas vezes - inclusive unindo uma tabela a si mesma, também conhecida como self join. Quando e por que você precisa fazer isso?

Como usar 2 CTEs em uma única consulta SQL

Você já se perguntou como usar vários CTEs em uma consulta SQL? Leia este artigo e descubra sobre os CTEs recursivos. Após aprender expressões comuns em tabelas ou CTEs, uma pergunta natural é "Posso usar vários CTEs em uma consulta? Sim, você pode! E você pode fazê-lo com bastante facilidade, especialmente se você já tiver algum conhecimento básico de CTEs. Se você conhece um pouco sobre CTEs ou se é inteiramente novo no mundo dos CTE, ler sobre o que é um CTE é sempre um bom começo.

Como usar pseudônimos com SQL JOINs

Alias SQL são nomes personalizados que você pode dar às colunas e tabelas que você inclui em suas consultas. Os pseudônimos são muito úteis, pois podem melhorar muito a legibilidade e a capacidade de manutenção de sua consulta. Vamos analisar mais de perto o uso de apelidos SQL com o JOIN e por que você pode precisar fazer isso. Há vários tipos de apelidos que você pode usar em SQL:

Como usar subconsultas nas declarações INSERT, UPDATE, e DELETE

Você sabia que as subconsultas também podem ser usadas nas declarações UPDATE, INSERT, e DELETE? As subconsultas em SQL são como blocos de construção que podem ser usados em uma variedade de instruções, não apenas SELECT. Se você achar as subconsultas úteis no SELECT, leia este artigo para descobrir como elas podem ser úteis em outras instruções. Você será capaz de criar consultas SQL muito mais complexas e poderosas num piscar de olhos!

Dados Hierárquicos e Como Consultá-los em SQL

Como você reconhece os dados hierárquicos e como consultá-los? Duas perguntas SQL comuns estão prestes a serem respondidas. A consulta de dados hierárquicos é uma situação bastante comum se você estiver trabalhando com SQL e bancos de dados relacionais. Não que os dados hierárquicos sejam algo místico e raro; pelo contrário, estão em toda parte. Então por que os dados hierárquicos são tão desafiadores quando se trata de bancos de dados relacionais?

Diferença entre GROUP BY e ORDER BY em palavras simples

Para alguém que está aprendendo SQL, um dos lugares mais comuns para ficar preso é ao aprender o comando GROUP BY. GROUP BY e ORDER BY são duas palavras-chave importantes em SQL que usamos para organizar dados. A diferença entre GROUP BY e ORDER BY é que ORDER BY é mais simples do que GROUP BY e geralmente é introduzido cedo em um curso de SQL. Às vezes, as pessoas ficam bastante confusas sobre estes dois conceitos (SQL ORDER BY vs.

O que os Operadores LIKE e NOT LIKE fazem?

Os operadores SQL LIKE e NOT LIKE são usados para encontrar correspondências entre uma string e um determinado padrão. Eles são parte do SQL padrão e funcionam em todos os tipos de banco de dados, tornando-o conhecimento essencial para todos os usuários de SQL. O entendimento destes operadores permitirá que você escreva melhores consultas e demonstre aos empregadores em potencial que você tem as habilidades necessárias para filtrar através de conjuntos de dados expansivos.

O que é um total de execução de SQL e como calculá-lo?

O SQL running total é um padrão muito comum, usado com freqüência nas finanças e na análise de tendências. Neste artigo, você aprenderá o que é um total em execução e como escrever uma consulta SQL para calculá-lo. A melhor maneira de aprender SQL é através da prática. LearnSQL.com.br oferece mais de 30 cursos interativos de SQL em vários níveis de dificuldade. Cada curso é interativo: há um pouco de leitura, seguido por um exercício para praticar o que você acabou de ler.

O que é uma Consulta SQL Inline?

Você já ouviu o termo "consulta inline"? Como elas são diferentes de subconsultas e tabelas derivadas? Você já procurou isto em vários lugares e ainda não sabe a resposta? Vamos embarcar em uma viagem e descobrir juntos! A primeira vez que ouvi o termo "consulta inline", fiquei um pouco surpreso. Não soa como uma das nuances do SQL e eu pensei que conhecia todos os conceitos básicos. Infelizmente, o googling do termo não foi muito útil - houve apenas alguns poucos resultados e todas as respostas foram vagas.

O que é uma média móvel e como calculá-la em SQL

Quer mergulhar profundamente nos dados das séries temporais e examinar as tendências de longo prazo? Deseja saber o que é uma média móvel e como calculá-la em SQL? Então este artigo é para você. Vou explicar uma característica poderosa em SQL chamada funções de janela e mostrar como você pode calcular médias móveis usando-as. A melhor maneira de aprender sobre as funções da janela SQL é a janela interativa Funções de Janela (Window Functions) em SQL curso em LearnSQL.

Perguntas (e Respostas) avançadas de Entrevista SQL

Você quer mudar para um trabalho que usa SQL? Você não tem certeza sobre o que esperar durante a entrevista de emprego ou como comparar seus conhecimentos? Este artigo lhe dará uma boa idéia de onde você está. Se você se sente preso em seu emprego, você não é o único. A divisão moderna do trabalho empurra as pessoas a realizar tarefas muito específicas, esperando que elas não olhem para o que está do outro lado.

Quais são os diferentes tipos de subconsultas SQL?

As subconsultas podem ser usadas em muitos casos de negócios. Que tipos de subconsultas SQL oferecem? E como você pode usá-los eficientemente? Neste artigo, eu o guiarei através de diferentes tipos de subconsultas e as situações típicas quando elas forem úteis. O que é uma subconsulta SQL? Uma subconsulta, ou consulta aninhada, é uma consulta colocada dentro de outra consulta SQL. Há muitos cenários diferentes onde você pode querer incluir uma consulta nas cláusulas WHERE, FROM, ou SELECT de sua consulta principal.

Qual é a cláusula do MySQL OVER?

Se você quiser aprender as funções de janela no MySQL, você precisa entender a cláusula OVER. Neste artigo, usamos exemplos do mundo real para explicar o que é a cláusula MySQL OVER, como ela funciona e porque ela é tão incrível. Em 2018, o MySQL introduziu uma nova funcionalidade: funções de janela, que são acessadas através da cláusula OVER. As funções de janela são um recurso super poderoso disponível em quase todos os bancos de dados SQL.

Qual é a diferença entre UNIQUE e DISTINCT em SQL?

Usamos as palavras UNIQUE e DISTINCT de forma única e distinta no nosso dia-a-dia. Entretanto, estas palavras desempenham papéis muito diferentes em SQL. Vamos descobrir o que há de tão diferente nelas e como podemos usá-las em SQL. Apesar de as palavras únicas e distintas serem sinônimos, elas cobrem coisas muito diferentes em SQL. A palavra-chave UNIQUE em SQL desempenha o papel de restrição de banco de dados; ela garante que não há valores duplicados armazenados em uma coluna específica ou em um conjunto de colunas.

Qual é a diferença entre um GROUP BY e uma PARTITION BY?

As funções Window são uma grande adição ao SQL, e podem facilitar muito sua vida se você souber como usá-las corretamente. Hoje, vamos abordar as diferenças entre um GROUP BY e uma PARTITION BY. Começaremos com o básico e lentamente chegaremos a um ponto em que você poderá continuar pesquisando por conta própria. PARTITION BY vs. GROUP BY As cláusulas PARTITION BY e GROUP BY são usadas freqüentemente em SQL quando é necessário criar um relatório complexo.

SQL no Google Sheets? Sim, nós podemos!

Você sabia que pode escrever consultas do tipo SQL nas planilhas do Google? Esta característica é incrivelmente poderosa, versátil e pode substituir a maioria das funcionalidades oferecidas pelas tabelas dinâmicas do Excel. Leia nosso artigo para descobrir como você pode facilmente usar a função QUERY para trabalhar de forma eficiente com seus dados do Google Sheets. As bases de dados relacionais compartilham muitas características com as planilhas. Quando explicamos o que são bancos de dados, muitas vezes dizemos que eles são um pouco como planilhas, exceto que eles nos dão mais controle sobre quantidades maiores de dados.

SQL é uma linguagem de programação?

SQL é uma ferramenta poderosa para a comunicação com sistemas de gerenciamento de bancos de dados. Quando você escreve consultas SQL, você dá instruções ao computador, e ele executa estas instruções - soa como programação. Entretanto, não se pode construir uma aplicação com SQL como se pode com Python ou Java. Então, SQL é uma linguagem de programação? O que é SQL? Vamos começar com a definição básica. SQL, ou Structured Query Language, é uma linguagem utilizada para a comunicação com bancos de dados relacionais.

Subquery vs. JOIN

Um dos desafios na escrita de consultas SQL é escolher entre usar uma subconsulta ou um JOIN. Há muitas situações em que um JOIN é a melhor solução, e há outras em que uma subconsulta é melhor. Vamos considerar este tópico em detalhes. As subconsultas são usadas em consultas SQL complexas. Normalmente, há uma consulta principal externa e uma ou mais subconsultas aninhadas dentro da consulta externa. As subconsultas podem ser simples ou correlacionadas.

Tipos de SQL JOIN Explicados

Qual é a diferença entre INNER JOIN, LEFT JOIN, RIGHT JOIN, e FULL JOIN in SQL? Quando você deve usar cada um deles? Temos suas respostas aqui mesmo. Você quer combinar dados de duas ou mais tabelas diferentes, mas não tem certeza de como fazê-lo em SQL. Não se preocupe. Neste artigo, mostrarei a você como usar a cláusula SQL JOIN para fundir dados de duas tabelas. Existem diferentes tipos de SQL JOIN que você pode usar para diferentes resultados.

Tipos de empregos em bancos de dados: Escolha um deles e comece a ser incrível

Você sonha com altos ganhos e trabalhos interessantes? Você está farta de seu chefe e de suas histórias irritantes de férias em países exóticos? Está na hora de mudar seu emprego? Por que não aprender SQL? Aqui estão alguns exemplos dos tipos de empregos de banco de dados que podem levar você a uma vida melhor. Que tipos de empregos de banco de dados usam SQL? Aqui estão alguns exemplos, mas primeiro, uma pequena advertência.

Top 10 Funções da Janela SQL Perguntas para Entrevistas

Muitos cargos interessantes requerem habilidades SQL - e isso inclui funções de janela, que não são comumente ensinadas em cursos on-line. Neste artigo, vou abordar as principais perguntas sobre funções de janela para cada nível de experiência. Se você estiver indo para uma entrevista de emprego para uma posição SQL avançada ou para posições intermediárias a avançadas de analista de dados, você provavelmente será questionado sobre seu conhecimento das funções de janela SQL.

Tag: Aritmética De Datas

A função Coalesce SQL: Manuseio de Valores Nulos

Você já deve saber como retornar valores nulos em SQL. Agora, vamos aprender a fazer o oposto. Embora a função SQL COALESCE possa parecer complexa, ela é na verdade muito simples e útil. Vejamos vários exemplos de como a função SQL COALESCE pode ser usada para trabalhar com valores NULL em SQL. A necessidade de Coalescer em SQL Antes de mergulharmos na função SQL COALESCE em detalhes, você deve entender como os valores NULL se comportam nas expressões.

Tag: Avg

A função Coalesce SQL: Manuseio de Valores Nulos

Você já deve saber como retornar valores nulos em SQL. Agora, vamos aprender a fazer o oposto. Embora a função SQL COALESCE possa parecer complexa, ela é na verdade muito simples e útil. Vejamos vários exemplos de como a função SQL COALESCE pode ser usada para trabalhar com valores NULL em SQL. A necessidade de Coalescer em SQL Antes de mergulharmos na função SQL COALESCE em detalhes, você deve entender como os valores NULL se comportam nas expressões.

A função SQL AVG() Explicada com exemplos

Explicamos a função SQL AVG() com exemplos práticos, cobrindo como e onde você pode e não pode usá-la. A média é provavelmente uma das métricas mais amplamente utilizadas para descrever algumas características de um grupo. Ela é tão versátil e útil que pode descrever algo sobre quase tudo. Se você gosta de esportes, você vê coisas como média de corridas por jogo no beisebol, média de assistências por jogo ou por temporada no basquete, e assim por diante.

Tag: Calculando

Análise estatística SQL Parte 1: Cálculo de Freqüências e Histogramas

Os desenvolvedores de banco de dados e Business Intelligence (BI) criam diariamente um grande número de relatórios, dos quais as análises de dados são parte integrante. Se você se pergunta se pode realizar análises estatísticas em SQL, a resposta é "sim". Leia meu artigo para saber como fazer isso! As estatísticas são muito úteis como estágio inicial de uma análise mais aprofundada, ou seja, para uma visão geral dos dados e avaliação da qualidade dos dados.

Tag: Carreira Em Ciência De Dados

Prática SQL Completa para Entrevistas

Parabéns! Suas habilidades em SQL foram fortes o suficiente para conseguir aquela entrevista de emprego! Agora, se você soubesse apenas que perguntas SQL e exercícios práticos um recrutador poderia lhe pedir para fazer... Este artigo foi concebido como uma prática SQL para entrevistas. Eu o ajudarei a se preparar para os aspectos SQL e banco de dados de sua entrevista de emprego. Em um artigo anterior, eu expliquei como você pode impulsionar sua carreira aprendendo SQL.

Tag: Case

Explicação do SQL CASE WHEN: 10 exemplos fáceis para iniciantes

A instrução CASE WHEN nos permite tomar decisões sobre nossos dados, categorizando e manipulando registros com base em condições específicas. Descubra como usar o CASE WHEN neste artigo. Imagine que você está decidindo o que vestir para o dia. Você pega o guarda-chuva se estiver chovendo; se não estiver, você o deixa em casa. Esse procedimento de tomada de decisão é essencialmente o mesmo que uma instrução SQL CASE WHEN.

Como usar CASO em ORDEM POR SQL

Este artigo lhe mostrará como e quando usar CASO em um ORDEM POR cláusula. Você já usou alguma vez uma declaração CASE? Tenho certeza que você já usou, pelo menos em uma declaração SELECT. Mas você já a usou em uma cláusula ORDER BY? Não? Você usará, assim que eu lhe mostrar como! Não se preocupe se você nunca usou uma declaração CASE. Mostrarei e explicarei a você com um pequeno exemplo.

Como utilizar o CASO em SQL

Se você precisar avaliar várias instruções condicionais, a instrução SQL CASE fará o trabalho. Aqui está o que você precisa saber para usar o CASE como um profissional. Por que CASE é tão importante em SQL? Se você estiver analisando ou manipulando dados, muitas vezes você vai querer definir regras baseadas em certas condições, por exemplo, se o desempenho de um funcionário estiver acima da média, dê a ele um aumento de 10%; se estiver pendente, dê a ele um aumento de 15%; caso contrário, dê a ele um aumento de 5%.

Padrões SQL úteis: Sumarização condicional com CASE

Ao começar a codificar em SQL, você usará algumas declarações e técnicas repetidas vezes. Nós chamamos estes "padrões SQL". Esta série analisará os padrões SQL mais comuns e considerará como utilizá-los. Anteriormente, nós olhamos para o padrão SQL de correspondência NULLs. Isto é importante quando você está comparando colunas contendo valores NULL. Hoje, vamos considerar outra prática SQL: sumarização condicional com operador CASE. O que é a Resumação Condicional? Quando você estiver usando funções agregadas para criar consultas de relatórios, você se encontrará freqüentemente usando a compactação condicional com o operador CASE.

Usando CASE com declarações de modificação de dados

O que acontece quando você combina o CASE com as instruções de modificação de dados do SQL? Descubra neste artigo. A expressão CASE é uma parte muito útil da SQL e que você empregará com freqüência. Já abordamos o que a expressão CASE faz, como formatá-la e como utilizá-la em uma declaração SELECT em"Using CASE to Add Logic to a SELECT". Outro artigo,"Como Ordenar Registros com a Cláusula ORDER BY"

Usando CASE para adicionar lógica a um SELECT

Ao escrever uma consulta SQL, você pode precisar obter valores de várias colunas e alterar os valores de um formulário para outro. A maneira simples de atingir este objetivo é adicionar uma expressão CASE à sua declaração SELECT. Neste artigo, vamos apresentar a sintaxe, formatos e usos da expressão CASE. A expressão CASE é uma expressão condicional: ela avalia os dados e retorna um resultado. O resultado que ela retorna é baseado em se os dados atendem a certos critérios.

Tag: Case When

Como utilizar o CASO QUANDO EM GROUP BY

Aprenda como você pode combinar SQL CASE QUANDO e GROUP BY para criar categorias personalizadas em suas consultas SQL. Dados brutos, por sua própria natureza, nem sempre são legíveis por humanos. Muitas vezes, os dados que você está consultando estão em sua forma mais informal. Exemplos disto incluem códigos para diferentes departamentos comerciais ou SKUs de produtos que representam produtos específicos. A olho nu, estes códigos não significam nada, portanto, puxá-los para um relatório não é útil para a pessoa que os lê.

O que é CASO em SQL?

SQL CASE é uma expressão muito útil que fornece lógica if-else às suas consultas SQL. É um tópico um pouco mais avançado, mas você precisará dele ao preparar relatórios - ele trará um valor maciço aos seus projetos pessoais e profissionais. A instrução SQL CASE é uma ferramenta de fluxo de controle que permite adicionar lógica if-else a uma consulta. De modo geral, você pode usar a declaração CASE em qualquer lugar que permita uma expressão válida - por exemplo, com as cláusulas SELECT, WHERE, e GROUP BY.

Tag: Chave Externa

Qual é a vantagem das chaves estrangeiras em SQL?

O que é uma chave estrangeira e por que ela é tão importante em bancos de dados relacionais? Conheça todos os detalhes sobre chaves estrangeiras neste artigo. Uma das principais características das bases de dados relacionais é a capacidade de vincular dados armazenados em diferentes tabelas. Estes links, chamados de referências, funcionam essencialmente como conexões entre as tabelas. Eles são criados usando a restrição FOREIGN KEY nas colunas das tabelas.

Tag: Cláusulas Sql

Um Guia Ilustrado para o SQL CROSS JOIN

O que é uma declaração SQL CROSS JOIN? Quando você deve usá-la? Quando você não deve usá-la? Este post lhe dirá o que você precisa saber sobre CROSS JOIN. Você já sabe que pode usar a instrução SQL JOIN para juntar uma ou mais tabelas que compartilham um registro correspondente. E se você ler o post do LearnSQL Aprendendo Cláusulas JOIN em SQL Utilizando Situações da Vida Real, você sabe que há muitos tipos de JOINs.

Um Guia Ilustrado para o SQL INNER JOIN

O que é um SQL INNER JOIN, e como funciona? Vamos descobrir! Em meu último artigo, eu discuti o Operação CROSS JOIN em SQL. Hoje, veremos INNER JOIN e como utilizá-lo. É o mesmo que um JOIN? Quantas tabelas você pode vincular com um INNER JOIN? Todas estas são boas perguntas. Vejamos as respostas! O que é um INNER JOIN? INNER JOIN combina dados de várias tabelas, unindo-as com base em um registro correspondente.

Um Guia Ilustrado para o SQL Non Equi Join

Você sabia que em SQL, um join não tem que ser baseado em partidas idênticas? Neste post, olhamos para o SQL non equi join, que usa operadores 'não iguais' para combinar registros. Já discutimos vários tipos de join, incluindo self join e CROSS JOIN, INNER JOIN e OUTER JOIN. Esses tipos de uniões normalmente aparecem com o sinal de igual (=). No entanto, algumas juntas utilizam outras condições além do sinal de igual (=).

Um Guia Ilustrado para o SQL OUTER JOIN

Já discutimos o curso SQL CROSS JOIN e JUNÇÃO DOS MEMBROS declarações. Chegou a hora de explorar outra: OUTER JOIN. O que é isso? Como funciona? Vamos descobrir! Se você leu nossos outros posts, você sabe que pode vincular os dados em duas ou mais tabelas de banco de dados usando um dos muitos tipos de operadores SQL join. Hoje, vamos discutir os três tipos de OUTER JOIN: LEFT OUTER JOIN, RIGHT OUTER JOIN, e FULL OUTER JOIN.

Exemplos de aprendizagem de JOINs com o mundo real SQL

A declaração JOIN permite trabalhar com dados armazenados em várias tabelas. Neste artigo, vou guiá-lo através do tópico de cláusulas JOIN usando exemplos SQL do mundo real. Imagine se você pudesse trabalhar apenas com uma tabela de banco de dados de cada vez. Felizmente, isto não é nada com que tenhamos que nos preocupar. Assim que você aprender a declaração JOIN, você pode começar a vincular dados. Neste artigo, vou usar exemplos SQL do mundo real que ilustram como usamos JOINs, como cada tipo de JOIN funciona, e quando usar cada tipo.

Um Guia Ilustrado de Junção Múltipla

Até agora, nossos artigos na série "An Illustrated Guide" explicaram vários tipos de junção: INNER JOINs, OUTER JOINs (LEFT JOIN, RIGHT JOIN, FULL JOIN), CROSS JOIN, se auto-adesão e não-equi se unem. Neste artigo final da série, mostramos como criar consultas SQL que correspondem a dados de várias tabelas usando um ou mais tipos de join. Tipos de Junção em Consultas SQL Antes de começarmos a discutir exemplos de consultas SQL que utilizam múltiplos tipos de join, vamos fazer uma breve recapitulação dos tipos de join que cobrimos até agora, apenas para ter certeza de que você entende as diferenças.

Um Guia Ilustrado para a Auto-Adesão SQL

O que é uma auto-adesão SQL e como ela funciona? Quando ele deve ser usado? Daremos respostas a essas perguntas! Em SQL, podemos combinar dados de várias tabelas usando um operador JOIN. JOIN tem várias variantes; já discutimos CROSS JOIN, INNER JOIN, e OUTER JOIN. Na maioria das vezes, estes operadores juntam dados de duas ou mais tabelas diferentes. Você pode praticar todos os diferentes tipos de JOINs em nosso Cláusulas JOIN em SQL curso.

Tag: Coalesce

Como usar a função COALESCE() em SQL

Os usuários SQL são freqüentemente confrontados com valores NULL em suas consultas e precisam processá-los corretamente. A função COALESCE() ajuda a lidar com os valores NULL. Leia este artigo para aprender como usar COALESCE() em suas consultas. As tabelas SQL armazenam dados em registros, e os registros são compostos de campos. Pode haver situações em que não sabemos o valor para um campo específico. Por exemplo, vamos supor que temos uma tabela com dados para persons.

Tag: Começar

5 Grandes benefícios de aprender SQL

Se você quer que seu negócio tenha sucesso em 2017, é absolutamente crítico que você compreenda seus dados; é por isso que você deve se familiarizar com SQL o mais rápido possível. Mas há outras razões para aprender isso que podem não ser óbvias. Neste artigo, eu lhe mostrarei 5 enormes benefícios de aprender SQL! Não caia na armadilha comum - a análise de dados não é apenas uma preocupação para aqueles que competem a nível nacional ou corporativo.

Como usar um coringa SQL

O wildcard SQL nos permite filtrar dados que correspondem a certos padrões em SQL. Utilizamos curingas SQL com o operador LIKE na cláusula WHERE de uma consulta para filtrar dados. Neste artigo para iniciantes, veremos tudo o que você precisa saber sobre os curing cards SQL básicos. Se você gosta de jogar cartas, então sabe que os wildcards podem substituir qualquer outra carta em seu baralho. Da mesma forma, os curingas SQL podem substituir um ou mais caracteres.

Esqueça o Excel, High Five With SQL

Descubra porque você deve esquecer o Excel e começar a usar SQL mesmo que você não seja um especialista em TI. Mostraremos a você como é fácil aprender SQL, como ele pode fazer você trabalhar melhor, e como LearnSQL.com.br torna o processo de aprendizagem divertido. "Eu não lido com dados". Frequentemente ouvimos a frase acima de pessoas de fora da indústria de TI. Bem, não é totalmente verdade. Os dados estão agora em quase todos os lugares.

Como começar a rodar as consultas SQL

Neste artigo, explicarei como executar uma consulta SQL para ajudá-lo a executar sua primeira consulta. Vamos direto ao assunto! Executar consultas SQL pela primeira vez não é uma tarefa complexa, mas pode parecer intimidante no início, se você for um iniciante completo. Mas uma vez ultrapassado esse bloqueio inicial, você será capaz de se concentrar em aprender SQL e escrever consultas mais interessantes para atender às necessidades de seu negócio.

Tag: Como

Obtendo a Forca do GRUPO POR Cláusula

GROUP BY é uma parte importante da instrução SQL SELECT. Mas novos codificadores SQL podem encontrar alguns problemas quando esta cláusula é usada de forma incorreta. Veja aqui como evitar esses problemas. Você está aprendendo SQL. Você sabe como SELECIONAR alguns dados de uma tabela e como filtrar os dados com uma cláusula WHERE. Você pode processar os dados usando funções agregadas (MIN, MAX, SUM, AVG, e outras). Mas quando você estiver lidando com muitos dados, talvez precise estreitá-los ainda mais.

8 Dicas que os Iniciantes Absolutos podem usar para corrigir consultas SQL

Os erros de código são comuns - e frustrantes. E quando você está apenas aprendendo SQL, pode ser muito desafiador encontrar e corrigir seus erros. Neste post, lhe mostraremos oito maneiras de resolver ou eliminar erros comuns de codificação SQL. Hoje, vamos falar sobre algumas dicas que o iniciante em SQL pode usar para evitar vários erros comuns. Estas dicas funcionam em qualquer ambiente de banco de dados. À medida que formos avançando, estaremos mostrando algumas mensagens de erro.

Filtragem SQL 101

Às vezes, as consultas SQL retornam muitos dados de que você não precisa. Neste artigo, veremos um exemplo simples de filtragem de consultas SQL para reduzir a complexidade de seus dados. A chave para aprender como filtrar dados em SQL é compreender os próprios fundamentos da álgebra booleana. Esse é apenas um termo extravagante que os matemáticos usam para descrever expressões envolvendo valores lógicos (verdadeiro/falso) e seus operadores associados (e, ou não, etc.

Erros SQL: Cinco Erros SQL Comuns

Ao aprender SQL, cuidado com estes erros de codificação comuns Você escreveu algum código SQL e está pronto para consultar seu banco de dados. Você inseriu o código e .... nenhum dado é retornado. Ao invés disso, você recebe uma mensagem de erro. Não se desespere! Os erros de codificação são comuns em qualquer linguagem de programação, e SQL não é exceção. Neste artigo, vamos discutir cinco erros comuns que as pessoas cometem ao escrever SQL.

Tag: Como Fazer Em Sql

Como usar um coringa SQL

O wildcard SQL nos permite filtrar dados que correspondem a certos padrões em SQL. Utilizamos curingas SQL com o operador LIKE na cláusula WHERE de uma consulta para filtrar dados. Neste artigo para iniciantes, veremos tudo o que você precisa saber sobre os curing cards SQL básicos. Se você gosta de jogar cartas, então sabe que os wildcards podem substituir qualquer outra carta em seu baralho. Da mesma forma, os curingas SQL podem substituir um ou mais caracteres.

Obtendo a Forca do GRUPO POR Cláusula

GROUP BY é uma parte importante da instrução SQL SELECT. Mas novos codificadores SQL podem encontrar alguns problemas quando esta cláusula é usada de forma incorreta. Veja aqui como evitar esses problemas. Você está aprendendo SQL. Você sabe como SELECIONAR alguns dados de uma tabela e como filtrar os dados com uma cláusula WHERE. Você pode processar os dados usando funções agregadas (MIN, MAX, SUM, AVG, e outras). Mas quando você estiver lidando com muitos dados, talvez precise estreitá-los ainda mais.

Quatro razões pelas quais você deve aprender SQL na ciência dos dados

O SQL é importante para a ciência dos dados? Certamente é! Esta linguagem pode ajudá-lo a construir uma base para sua carreira analítica. Vamos ver como você usa SQL na ciência dos dados. A ciência de dados está quente agora mesmo. E se você pudesse prever o próximo colapso do mercado? Ou conter a propagação do Ébola? Ou prever com precisão uma crise de saúde meses ou até mesmo anos antes que ela aconteça?

8 Dicas que os Iniciantes Absolutos podem usar para corrigir consultas SQL

Os erros de código são comuns - e frustrantes. E quando você está apenas aprendendo SQL, pode ser muito desafiador encontrar e corrigir seus erros. Neste post, lhe mostraremos oito maneiras de resolver ou eliminar erros comuns de codificação SQL. Hoje, vamos falar sobre algumas dicas que o iniciante em SQL pode usar para evitar vários erros comuns. Estas dicas funcionam em qualquer ambiente de banco de dados. À medida que formos avançando, estaremos mostrando algumas mensagens de erro.

Aprenda a Escrever uma Subconsulta relacionada a SQL em 5 minutos

Se você está familiarizado com o famoso boneco de nidificação russo, então as subconsultas correlatas do SQL devem ser uma paz de bolo para entender - as subconsultas são apenas consultas aninhadas dentro de consultas. Uma subconsulta SQL é freqüentemente chamada de consulta "interna"; a consulta principal é normalmente chamada de consulta "externa". Este artigo cobre tudo o que você precisa saber sobre subconsultas correlatas. O que é exatamente uma subconsulta relacionada a SQL Correspondente?

Extraindo dados de uma corda: SPLIT_PART no PostgreSQL

Saiba como usar split_part no PostgreSQL para extrair dados de cordas. Com bastante freqüência, gostaríamos de extrair partes de uma string quando trabalhamos com valores de texto. Um exemplo comum é quando temos um nome completo e precisamos recuperar apenas o sobrenome. Neste artigo, vamos examinar como fazê-lo usando split_part no PostgreSQL, ou seja, uma função relacionada a strings que pode ser usada para extrair um substrato. Por que usar funções de string em seu banco de dados?

Filtragem SQL 101

Às vezes, as consultas SQL retornam muitos dados de que você não precisa. Neste artigo, veremos um exemplo simples de filtragem de consultas SQL para reduzir a complexidade de seus dados. A chave para aprender como filtrar dados em SQL é compreender os próprios fundamentos da álgebra booleana. Esse é apenas um termo extravagante que os matemáticos usam para descrever expressões envolvendo valores lógicos (verdadeiro/falso) e seus operadores associados (e, ou não, etc.

18 Funções SQL importantes e úteis para aprender o mais rápido possível

Começando com SQL: Funções úteis para dominar O aprendizado de uma nova linguagem de programação pode parecer intimidante. Como qualquer outra linguagem, uma linguagem de programação tem um grande vocabulário que você precisa dominar. Neste artigo, veremos algumas das funções SQL mais úteis que você precisa conhecer. Há muitas funções SQL úteis para trabalhar com diferentes tipos de dados. Uma vez que você pratique com algumas das mais comuns, você ganhará confiança suficiente para passar para material mais avançado.

Como remover caracteres de lixo em SQL

Os caracteres indesejados nos dados de texto podem ser um pouco chatos, mas há uma maneira fácil de consertá-los. Role para baixo para aprender como remover caracteres indesejados em SQL da maneira mais fácil! Às vezes, encontraremos caracteres indesejados dentro de nossos dados de string porque nossas consultas SQL não funcionaram como esperado. Além disso, estes caracteres extras podem às vezes ser invisíveis, o que realmente complica as coisas.

Conversão de subconsultas em adesões

Nem todas as consultas são iguais, especialmente em termos de desempenho. Neste artigo, veremos como você pode converter as subconsultas SQL em junções para maior eficiência. Quando devo usar as subconsultas SQL? Ótima pergunta! Infelizmente, não há uma resposta concreta. Os iniciantes em SQL tendem a usar em excesso as subconsultas. Normalmente, quando descobrem que a construção de SQL funciona em uma situação, eles tentam aplicar essa mesma abordagem a outras situações.

Termos SQL Essenciais a Conhecer para Iniciantes e Profissionais

Trabalhar com bancos de dados pode parecer assustador para uma pessoa não-técnica. Imediatamente, você é bombardeado com novos termos que fazem sua cabeça girar. Banco de dados, instância de banco de dados, tabela, SQL e outros são alguns dos termos básicos que você precisa entender apenas para ter uma conversa normal com seus colegas técnicos. Neste artigo, vamos explorar algumas terminologias básicas do banco de dados SQL que você precisa saber para ter sucesso.

Apresentando os operadores do SQL Set: Union, Union All, Minus, e Intersect

Já ouviu termos como união e interseção em SQL? São exemplos de operadores de conjunto, e são úteis quando você precisa combinar informações de várias tabelas ou consultas. Neste artigo, vamos dar uma olhada mais detalhada neles. As consultas SQL nos permitem escolher as partes mais importantes a partir de grandes quantidades de informações. Naturalmente, não podemos esperar que todos os dados necessários sejam armazenados em uma única tabela. Digamos que queremos apresentar cada aspecto de algum grupo de dados-chave em uma tabela de resultados (por exemplo, fazer um relatório com os nomes de cada cliente atendido por cada departamento de uma grande empresa).

Como começar a rodar as consultas SQL

Neste artigo, explicarei como executar uma consulta SQL para ajudá-lo a executar sua primeira consulta. Vamos direto ao assunto! Executar consultas SQL pela primeira vez não é uma tarefa complexa, mas pode parecer intimidante no início, se você for um iniciante completo. Mas uma vez ultrapassado esse bloqueio inicial, você será capaz de se concentrar em aprender SQL e escrever consultas mais interessantes para atender às necessidades de seu negócio.

Erros SQL: Cinco Erros SQL Comuns

Ao aprender SQL, cuidado com estes erros de codificação comuns Você escreveu algum código SQL e está pronto para consultar seu banco de dados. Você inseriu o código e .... nenhum dado é retornado. Ao invés disso, você recebe uma mensagem de erro. Não se desespere! Os erros de codificação são comuns em qualquer linguagem de programação, e SQL não é exceção. Neste artigo, vamos discutir cinco erros comuns que as pessoas cometem ao escrever SQL.

Prática SQL Completa para Entrevistas

Parabéns! Suas habilidades em SQL foram fortes o suficiente para conseguir aquela entrevista de emprego! Agora, se você soubesse apenas que perguntas SQL e exercícios práticos um recrutador poderia lhe pedir para fazer... Este artigo foi concebido como uma prática SQL para entrevistas. Eu o ajudarei a se preparar para os aspectos SQL e banco de dados de sua entrevista de emprego. Em um artigo anterior, eu expliquei como você pode impulsionar sua carreira aprendendo SQL.

Tag: Concatenation

Como Concatenar Duas Colunas em SQL - Um Guia Detalhado

Em SQL, a concatenação é a operação de unir cordas, ou pedaços de informação de texto. Aprenda como concatenar duas colunas em SQL com este guia detalhado. A concatenação SQL é o processo de combinação de duas ou mais cadeias de caracteres, colunas ou expressões em uma única cadeia de caracteres. Por exemplo, a concatenação de 'Kate', ' ', e 'Smith' nos dá 'Kate Smith'. A concatenação SQL pode ser usada em uma variedade de situações onde é necessário combinar várias cadeias de caracteres em uma única cadeia de caracteres.

Tag: Consulta Recursiva

Conheça o Poder das Consultas Recursivas SQL

Mais comumente, as consultas SQL que executamos em um banco de dados são bastante simples. Bem, isso depende de seu papel, é claro. Analistas em data warehouses recuperam tipos de informações completamente diferentes usando (muitas vezes) consultas muito mais complicadas do que os engenheiros de software que criam aplicações CRUD. Entretanto, às vezes é mais simples ou mais elegante executar uma consulta que é um pouco mais sofisticada sem precisar de mais processamento de dados no código.

Tag: Consultas Em Sql

Exportação de dados: Da consulta SQL para a planilha

Como exportar dados de um banco de dados SQL para o Excel ou outra planilha? Neste artigo, examinarei vários métodos e compartilharei algumas dicas para quando as coisas derem errado. O SQL é o método mais amplamente usado para extrair dados de um banco de dados. Entretanto, não é o único dispositivo na caixa de ferramentas de um analista. Depois que as informações são extraídas, muitas vezes você deseja importá-las para uma planilha - talvez para fazer uma análise mais aprofundada ou apenas para deixá-las bonitas e apresentá-las à gerência.

SQL e Power BI: transformando dados em insights

A necessidade de ferramentas poderosas que permitam a análise e a visualização eficientes de dados nunca foi tão grande. Entre no SQL e no Power BI, uma dupla potente que permite que as empresas maximizem o valor de seus ativos de dados. Primeiro, vamos explicar o que são o SQL e o Power BI; depois, discutiremos como e por que eles formam uma dupla tão boa. O SQL, ou Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), permite que você se comunique com bancos de dados, o que o torna a base do gerenciamento de dados.

Onde praticar SQL

Deseja aprimorar suas habilidades analíticas ou de gerenciamento de dados? Então, você precisa saber como e onde praticar SQL, a linguagem mundial para gerenciar e executar bancos de dados relacionais. É claro que saber onde praticar SQL pode ser um desafio - há tantas opções! Neste artigo, vamos orientá-lo sobre as melhores plataformas digitais para aprimorar suas habilidades em SQL. SQL, ou Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), é a linguagem universal para gerenciar e operar bancos de dados relacionais.

Como criar seu próprio banco de dados para praticar SQL

Bem-vindo ao guia passo a passo para criar seu próprio banco de dados SQL a partir do zero, desenvolvido com os iniciantes em mente. Este guia não só o ajuda a configurar o banco de dados, mas também apresenta exercícios práticos essenciais de SQL para que você inicie sua jornada de aprendizado. Acompanhe-o para obter prática prática de SQL e promover uma compreensão mais profunda das funcionalidades do SQL. Estabeleça uma base sólida para um treinamento mais avançado em SQL!

20 exemplos de consultas SQL básicas para iniciantes: Uma visão geral completa

Essas 20 consultas básicas são obrigatórias em um pacote inicial para todo iniciante em SQL. Esses exemplos o ajudarão a iniciar sua jornada para dominar o SQL. Você decidiu aprender SQL, pesquisou no Google "basic sql query examples" (exemplos de consultas básicas de SQL) ou algo semelhante, e aqui está você olhando para este artigo. E agora? Todo aprendizado começa com o básico, portanto, vamos começar com a pergunta mais básica:

A melhor maneira de aprender SQL: Um guia abrangente para iniciantes

Se você já se perguntou qual é a melhor maneira de aprender SQL, está no lugar certo. Seja você um iniciante ou um profissional experiente que deseja aprimorar suas habilidades, este guia abrangente lhe mostrará o caminho. No mundo atual, orientado por dados, você pode pensar nos dados como um baú de tesouro cheio de ouro. E a SQL (Structured Query Language, Linguagem de Consulta Estruturada) é sua chave pessoal para desbloqueá-la.

Como as habilidades em SQL podem impulsionar seu currículo

Você pode se perguntar: ter habilidades em SQL é importante? Em que áreas eu poderia usar minhas habilidades em SQL? Neste artigo, explicarei como ter habilidades em SQL pode melhorar seu currículo e impulsionar sua carreira profissional. Estamos vivendo na era do Big Data. Toda vez que acessamos a Internet, fornecemos muitas informações aos sites que visitamos. Se fornecermos voluntariamente nossos dados ao criar uma conta, preencher um formulário ou fazer uma compra, fornecemos ainda mais informações.

Tag: Consultas Estatísticas

Análise estatística SQL Parte 1: Cálculo de Freqüências e Histogramas

Os desenvolvedores de banco de dados e Business Intelligence (BI) criam diariamente um grande número de relatórios, dos quais as análises de dados são parte integrante. Se você se pergunta se pode realizar análises estatísticas em SQL, a resposta é "sim". Leia meu artigo para saber como fazer isso! As estatísticas são muito úteis como estágio inicial de uma análise mais aprofundada, ou seja, para uma visão geral dos dados e avaliação da qualidade dos dados.

Tag: Consultas Recursivas

Como desenhar uma árvore de Natal em SQL

Você pode usar SQL para manipular todos os tipos de dados, desde enormes consultas analíticas até breves declarações de propósito único. Mas você também pode usar SQL apenas por diversão, sem qualquer exigência comercial que sufoque sua criatividade. Então, tire seu chapéu alegre e prepare-se para cantar O Christmas Tree enquanto criamos alguma arte peculiar com o SQL simples e antigo. Hoje, vamos gerar alguma arte ASCII com tema de feriado, apenas por diversão.

Consulta SQL Longa vs. Consulta SQL Recursiva

A recorrência é uma das idéias centrais na ciência da computação. Podemos defini-la como um método para resolver problemas onde a solução do problema depende da resolução de uma instância menor de um problema. Se isto parece complicado, não se preocupe, neste artigo aprenderemos sobre a recorrência em SQL que você pode praticar e aprofundar na Academia Vertabelo. A recursividade é uma forma de resolver problemas hierárquicos que encontramos em dados com SQL comum.

Como Encontrar Todos os Funcionários de Cada Gerente em SQL

Você já ficou encarregado de construir um organograma - ou seja, encontrar os funcionários subordinados a cada gerente de uma empresa? Com o SQL, fazer isso é mais fácil do que você imagina! Neste artigo, mostraremos como realizar a tarefa usando uma consulta recursiva. No mundo dos negócios, é muito comum precisar listar todos os funcionários que trabalham para um determinado gerente. Será que isso é tão difícil a ponto de precisar de um artigo inteiro?

Tag: Count

Um guia detalhado para a função SQL COUNT()

Você pode contar com este guia para lhe dar explicações detalhadas (apoiadas por exemplos) de todos os usos típicos da função COUNT(). COUNT() função. Conhecer a agregação de dados é um trampolim necessário em sua jornada para se tornar um mestre SQL. Isto inclui a função COUNT() - uma das funções agregadas mais frequentemente utilizadas em SQL. A agregação de dados ainda conta como conhecimento SQL de nível básico.

A função SQL Count Explicada Com 7 Exemplos

Uma das funções agregadas mais úteis em SQL é a função Função COUNT(). Se você é novo em SQL e quer aprender sobre as várias maneiras de usar a função COUNT() funciona com alguns exemplos práticos, este artigo é para você. A função COUNT() é uma das funções agregadas mais úteis em SQL. Contando o número total de pedidos de um cliente nos últimos dias, o número de visitantes únicos que compraram um bilhete de museu, ou o número de funcionários em um departamento, tudo pode ser feito usando a função COUNT().

Tag: Csv

Como exportar dados do Microsoft SQL Server para um arquivo CSV

Quando se trabalha com dados e bancos de dados, é comum exportar dados para processamento posterior ou transporte para outro banco de dados. Siga este artigo para aprender como exportar dados do Microsoft SQL Server para um arquivo CSV. Neste artigo, primeiro lembramos o que é um arquivo CSV e porque você gostaria de exportar dados neste formato a partir de um banco de dados do MS SQL Server. Em seguida, vamos direto ao assunto e exportamos dados para um arquivo CSV usando tanto o SQL Server Management Studio (SSMS) quanto a SQL Command Line (SQLCMD).

Como exportar dados do MySQL para um arquivo CSV

Um banco de dados é uma plataforma primária para trabalhar com dados e armazenar dados. Mas, muitas vezes, você deve retirar seus dados do banco de dados. Continue lendo para descobrir como exportar dados do banco de dados MySQL para um arquivo CSV. Neste artigo, vamos demonstrar como exportar dados para um arquivo CSV. Começaremos introduzindo o que é um arquivo CSV e por que o usamos. Depois, exportaremos os dados de um banco de dados MySQL para um arquivo CSV.

Como exportar um arquivo CSV a partir de uma consulta T-SQL

Conhecer consultas SQL para selecionar dados de bancos de dados permite que você obtenha informações facilmente. Entretanto, há muitas situações em que precisamos exportar dados para outra plataforma ou aplicação. O arquivo CSV é uma solução para este problema. Se você gostaria de dominar o SQL completo, experimente nosso SQL de A a Z pista. Ele contém 7 cursos SQL práticos que o levarão de um iniciante a um usuário SQL avançado.

Tag: Cte

Você pode usar várias instruções WITH no SQL?

Um guia abrangente sobre várias instruções WITH em SQL, perfeito tanto para iniciantes quanto para especialistas. A cláusula SQL WITH permite que você defina uma CTE (expressão de tabela comum). Uma CTE é como uma tabela que é preenchida durante a execução da consulta. Você pode usar várias instruções WITH em uma consulta SQL para definir vários CTEs. Neste artigo, explicaremos como definir vários CTEs em uma única consulta.

O que é um CTE em T-SQL? Um guia detalhado para iniciantes com 7 exemplos

Uma expressão de tabela comum (CTE) é um recurso poderoso do T-SQL que simplifica a criação de consultas no SQL Server. As CTEs funcionam como tabelas virtuais (com registros e colunas) que são criadas em tempo real durante a execução de uma consulta. Eles são consumidos pela consulta e destruídos após a execução da consulta. Em alguns casos - como quando a consulta espera dados em um formato específico e as tabelas de origem têm os dados em outro formato - um CTE pode atuar como uma ponte para transformar os dados nas tabelas de origem no formato esperado pela consulta.

Como escrever um CTE recursivo no SQL Server

Um guia para entender e usar CTEs recursivos no SQL Server O SQL Server oferece muitas ferramentas poderosas para trabalhar com dados, incluindo CTEs (Common Table Expressions). Um CTE é um conjunto de resultados nomeado temporário que você pode referenciar em uma instrução SELECT, INSERT, UPDATE ou DELETE. Os CTEs podem dividir consultas longas em partes menores e mais gerenciáveis de lógica, tornando-as mais legíveis. O SQL Server oferece expressões de tabela comum recursivas.

CTE vs. Subconsulta em SQL: Qual é a diferença?

O que são expressões comuns de tabela (CTEs)? Elas são iguais às subconsultas? Quando você precisaria usar CTEs? Este artigo analisa as semelhanças e diferenças entre CTE e subconsulta. Quando apresento as expressões comuns de tabela a um aluno, sua primeira reação é: "Isso é apenas uma subconsulta! Por que preciso aprender isso?". Vamos responder a essa pergunta analisando o que você pode fazer com uma subconsulta SQL e quais são as vantagens adicionais de usar um CTE.

6 Exemplos úteis de CTEs no SQL Server

Como você pode usar os CTEs no SQL Server em sua vida profissional cotidiana como um profissional de dados? Responderemos a esta pergunta dando-lhe seis exemplos. CTE é a abreviação de Common Table Expression. Este é um recurso relativamente novo no SQL Server que foi disponibilizado com o SQL Server 2005. Um CTE é um resultado temporário chamado CTE. Este resultado está disponível apenas para a consulta que o executa.

O que é um CTE no SQL Server?

O que é um CTE, e como se escreve um CTE no SQL Server? Junte-se a nós em uma jornada onde veremos todo o uso típico de um CTE no SQL Server. CTEs (ou Common Table Expressions) são um recurso SQL utilizado para definir um resultado nomeado temporariamente. Você pode pensar nele como uma tabela temporária cuja saída só está disponível quando a consulta principal é executada. Isto é prático porque o resultado dos CTEs não é armazenado em nenhum lugar, mas sempre pode ser referenciado dentro da consulta como qualquer outra tabela.

Como Escrever Múltiplos CTEs em SQL

Aproveite todo o potencial dos CTEs, combinando dois ou mais deles em uma única consulta SQL. As expressões comuns de tabela, ou CTEs, podem ser uma poderosa ferramenta SQL. Quando você escreve dois (ou até mais) CTEs juntos, este poder se multiplica. Neste artigo, vou lhe mostrar três formas de escrever múltiplos CTEs: Usando dois CTEs independentes em uma consulta SQL. Usando dois CTEs em que o segundo CTEs se refere ao primeiro.

5 Razões pelas quais você deve usar CTEs ao invés de subconsultas

Expressões de tabelas comuns, ou CTEs, foram introduzidas em SQL:1999 para lidar com casos em que a saída de uma consulta é usada dentro de outra consulta. Mas nós não tínhamos já subconsultas para isso? Neste artigo, vou demonstrar com vários exemplos porque os CTEs são melhores que as subconsultas para a estrutura e legibilidade de suas consultas SQL. Vamos começar lembrando o que são CTEs e subconsultas e como elas diferem.

Como desenhar uma árvore de Natal em SQL

Você pode usar SQL para manipular todos os tipos de dados, desde enormes consultas analíticas até breves declarações de propósito único. Mas você também pode usar SQL apenas por diversão, sem qualquer exigência comercial que sufoque sua criatividade. Então, tire seu chapéu alegre e prepare-se para cantar O Christmas Tree enquanto criamos alguma arte peculiar com o SQL simples e antigo. Hoje, vamos gerar alguma arte ASCII com tema de feriado, apenas por diversão.

Consulta SQL Longa vs. Consulta SQL Recursiva

A recorrência é uma das idéias centrais na ciência da computação. Podemos defini-la como um método para resolver problemas onde a solução do problema depende da resolução de uma instância menor de um problema. Se isto parece complicado, não se preocupe, neste artigo aprenderemos sobre a recorrência em SQL que você pode praticar e aprofundar na Academia Vertabelo. A recursividade é uma forma de resolver problemas hierárquicos que encontramos em dados com SQL comum.

O que é um CTE Recursivo em SQL?

O artigo que mostrará exemplos práticos do uso de CTEs recursivas em SQL. Se você já ouviu falar sobre os CTEs recursivos de SQL mas nunca os utilizou, este artigo é para você. É também para você se você nunca se cansa de exemplos de CTE recursivos. Antes de nos aprofundarmos na recursividade, vou lhe lembrar o que são CTEs e qual é sua sintaxe. Depois farei o mesmo para os CTEs recursivos.

O que é um CTE?

Após dominar instruções como SELECT, DELETE, INSERT e GROUP BY, você pode procurar maneiras de melhorar a manutenção, reprodutibilidade e legibilidade do código. Nesse ponto, você provavelmente começará a aprender sobre conceitos SQL modernos que foram introduzidos no início dos anos 2000. Uma dessas técnicas SQL é o CTE? (expressão comum de tabela) -?um conjunto de resultados nomeado temporariamente. Neste artigo, você aprenderá o que é um CTE e como usá-lo para melhorar a manutenção e a legibilidade de seu código.

Top 5 Perguntas de Entrevista SQL CTE

Aqui estão cinco perguntas (e soluções!) sobre CTEs que você (provavelmente) será perguntado em uma entrevista. Não estou dizendo que você receberá estas perguntas do CTE SQL em cada entrevista de emprego. Mas quando você as fizer, elas provavelmente estarão na linha das cinco que estou prestes a mostrar aqui. Além das perguntas teóricas sobre CTEs, não há muitas variações nos cenários de CTE avaliados pelos entrevistadores. Analise estes cinco exemplos, e você terá uma boa base para realizar sua entrevista!

Como organizar as consultas SQL quando elas se tornam longas

A primeira longa consulta SQL com a qual você terá que lidar provavelmente será difícil para você estruturar e entender. Estas cinco dicas lhe ensinarão a melhor maneira de organizar as consultas SQL, ou seja, escrevê-las e formatá-las. Como todos sabemos, as consultas SQL são essenciais para o gerenciamento do banco de dados. Sem elas, seria extremamente difícil encontrar e trabalhar com as informações em um banco de dados.

O que é SQL Avançado?

Você está confuso sobre as habilidades avançadas em SQL? Quais são elas? Este artigo explicará o que SQL avançado pode significar, especialmente porque o usamos em LearnSQL.com.br. Tenho certeza de que você encontra as frases "habilidades SQL avançadas" ou "tópicos SQL avançados" com muita freqüência. Você leu um artigo sobre SQL avançado e está satisfeito com a facilidade com que estes tópicos avançados parecem ser. Então você conversa com alguém e vê que ele considera tudo o que você sabe como conhecimento básico de SQL.

Qual é a diferença entre os CTEs e Views SQL?

Visualizações SQL vs. CTEs: O que eles fazem? Como elas são diferentes? Qual delas deve ser usada e quando? Obtenha suas respostas aqui! Em SQL, tanto os CTEs (expressões comuns de tabelas) quanto as visualizações ajudam a organizar suas consultas, levando a um código mais limpo e fácil de seguir. No entanto, existem algumas diferenças importantes entre elas. Este artigo irá guiá-lo através de vários exemplos de CTEs e visões e explicar quando usar cada um deles.

Quando devo usar uma Expressão de Mesa Comum (CTE)?

Interessada em ouvir mais sobre expressões comuns de mesa ou CTEs? Você gostaria de saber quando os CTEs são úteis? Leia neste artigo. Se você já ouviu falar de expressões comuns em mesas, você provavelmente já se perguntou o que elas fazem. Mesmo que você não tenha ouvido, é bom que você esteja aqui! Os CTEs podem ser muito úteis, especialmente se você já dominou os conceitos básicos de SQL, como selecionar, ordenar, filtrar dados e juntar tabelas.

CTEs SQL Explicados com Exemplos

Aprenda como você pode aproveitar o poder das Expressões de Mesa Comum (CTEs) para melhorar a organização e a legibilidade de suas consultas SQL. A abreviação comumente usada CTE significa Common Table Expression (Expressão Comum de Mesa). Para aprender sobre as Expressões da Tabela Comum SQL através da prática, eu recomendo a Consultas Recursivas curso em LearnSQL.com.br. Ele contém mais de 100 exercícios práticos em CTEs simples e complexos recursivos.

Como obter descendentes de um pai em SQL

Quer aprender como lidar com árvores genealógicas e encontrar descendentes de um dos pais? Ao ler este artigo, você aprenderá como lidar com dados hierárquicos. Encontrar descendentes de um dos pais é um problema comum em SQL. Se você imaginar uma árvore genealógica, o bloco básico que forma as relações dentro dela é a relação pai-filho. A relação pai-filho é precisamente o que define todos os dados hierárquicos. Outro exemplo de dados hierárquicos é o relacionamento gerente-empregado.

Como usar 2 CTEs em uma única consulta SQL

Você já se perguntou como usar vários CTEs em uma consulta SQL? Leia este artigo e descubra sobre os CTEs recursivos. Após aprender expressões comuns em tabelas ou CTEs, uma pergunta natural é "Posso usar vários CTEs em uma consulta? Sim, você pode! E você pode fazê-lo com bastante facilidade, especialmente se você já tiver algum conhecimento básico de CTEs. Se você conhece um pouco sobre CTEs ou se é inteiramente novo no mundo dos CTE, ler sobre o que é um CTE é sempre um bom começo.

Tag: Curingas Em Sql

Como usar um coringa SQL

O wildcard SQL nos permite filtrar dados que correspondem a certos padrões em SQL. Utilizamos curingas SQL com o operador LIKE na cláusula WHERE de uma consulta para filtrar dados. Neste artigo para iniciantes, veremos tudo o que você precisa saber sobre os curing cards SQL básicos. Se você gosta de jogar cartas, então sabe que os wildcards podem substituir qualquer outra carta em seu baralho. Da mesma forma, os curingas SQL podem substituir um ou mais caracteres.

Tag: Curso on Line

Como agrupar dados por semana no SQL Server

Este é um conteúdo adicional para o curso LearnSQL.com.br Análise do Comportamento do Cliente no SQL Server. Neste curso, mostramos como você pode analisar o ciclo de vida do cliente (aquisição, conversão, atividade, retenção e rotatividade do cliente) com SQL. Discutimos coortes de registro de clientes, ou grupos de clientes que se registraram durante o mesmo período (por exemplo, na mesma semana, no mesmo mês). A análise das coortes de registro de clientes permite ver as tendências de registro e relacionar as coortes de registro com as campanhas de marketing.

Tag: Data Analysis

Como o SQL pode ajudá-lo a entender melhor seus clientes

Neste artigo, vamos nos aprofundar em como o SQL pode ajudar as empresas a analisar os dados dos clientes, descobrir padrões e tomar decisões informadas para atender às necessidades dos clientes. Gerenciar e entender os clientes é crucial para qualquer empresa, e isso requer dados. Os dados dos clientes, como hábitos de compra, preferências e feedback, geralmente são armazenados em bancos de dados. Para acessar e analisar esses dados, você precisa dominar o SQL, a linguagem criada para gerenciar e consultar dados em bancos de dados.

Por que os dados são um recurso valioso para sua empresa?

Como você constrói um recurso de dados eficaz e faz com que ele trabalhe para você? Neste artigo, verei por que os dados são tão importantes para qualquer organização e como aproveitar ao máximo seus recursos de dados. Decisões ruins quase sempre se baseiam em fatos incorretos ou incompletos. Boas decisões mantêm sua organização competitiva. Em poucas palavras, é por isso que os dados são um recurso comercial tão importante.

Tag: Data Cleaning

Limpeza de dados em SQL

A limpeza de dados é uma parte importante de qualquer análise de dados. Aqui discutiremos técnicas que você pode usar para fazer a limpeza de dados em SQL. Acho quase impossível focar no trabalho quando minha mesa está uma bagunça. Se ela estiver cheia de papel, canecas de café ou brinquedos aleatórios que minha filha de alguma forma entrou no meu escritório, não há nenhuma chance de conseguir fazer nada até que minha mesa esteja de volta em ordem.

Tag: Data Warehouse

Como unir tabelas em SQL sem usar JOINs

Veja como você pode combinar tabelas sem a ENCONTRE palavra-chave. Parece que isso não deveria ser possível: juntar tabelas em SQL sem usar a palavra-chave JOIN. Mas usar a palavra-chave JOIN não é a única maneira de unir tabelas em SQL. Este artigo mostrará dois métodos adicionais para unir tabelas. Nenhum deles requer a palavra-chave JOIN para funcionar. Eles são: Usando uma vírgula entre os nomes das tabelas na cláusula FROM e especificando a condição de junção em um WHERE Usando UNION/UNION ALL.

Tag: Database

As bases de dados mais populares em 2023

Já ouviu falar sobre bancos de dados, mas não tem certeza com qual banco de dados trabalhar? Neste artigo, você encontrará uma lista das bases de dados mais populares de hoje e um resumo rápido do que cada uma faz. Os negócios funcionam com base em dados. Mas para obter o máximo desses dados, eles precisam ser armazenados de uma forma estruturada - geralmente em um banco de dados. Se houver muitos dados ou se você precisar fazer mais do que apenas análises básicas, o Excel ou qualquer outra planilha de cálculo pode não ser suficiente.

O que é um banco de dados SQL?

Os bancos de dados SQL têm sido usados há décadas e têm crescido em popularidade, tornando-se uma das ferramentas de gerenciamento de dados mais comuns. Eles fornecem ao usuário uma maneira eficiente de armazenar os dados e uma forma intuitiva de acessá-los ou modificá-los. Neste artigo, vamos começar explicando o que é um banco de dados e mostrando alguns exemplos. Passaremos à forma como os bancos de dados podem ser usados para trabalhar eficientemente com grandes quantidades de dados estruturados.

Tag: Dcl

O que são DDL, DML, DQL, e DCL em SQL?

Exploramos a separação de SQL em suas quatro principais sub-línguas e explicamos o significado por trás de cada uma delas. Quando você estiver aprendendo SQL - talvez através do LearnSQL.com.br's muito próprio abrangente SQL para Iniciantes curso - você pode ter se deparado com os termos DDL, DML, DQL e DCL. E talvez você tenha ficado confuso por todas as siglas. Neste artigo, explicaremos o que significam estes termos e como eles correspondem a sublínguas que dividem a linguagem SQL em quatro partes que funcionam juntas.

Tag: Ddl

O que são DDL, DML, DQL, e DCL em SQL?

Exploramos a separação de SQL em suas quatro principais sub-línguas e explicamos o significado por trás de cada uma delas. Quando você estiver aprendendo SQL - talvez através do LearnSQL.com.br's muito próprio abrangente SQL para Iniciantes curso - você pode ter se deparado com os termos DDL, DML, DQL e DCL. E talvez você tenha ficado confuso por todas as siglas. Neste artigo, explicaremos o que significam estes termos e como eles correspondem a sublínguas que dividem a linguagem SQL em quatro partes que funcionam juntas.

Tag: Delete

O que é a Declaração DELETE em SQL?

Este artigo explicará o uso da declaração DELETE, um dos principais métodos de remoção de registros existentes de seu banco de dados. Em primeiro lugar, vamos analisar a sintaxe, seguida de alguns exemplos fáceis de entender. A declaração DELETE em SQL é extremamente útil. Ela permite que você remova quaisquer dados obsoletos ou "ruins" de seu banco de dados. Você deve ter cuidado ao usar a declaração DELETE, pois a operação não é reversível.

Usando CASE com declarações de modificação de dados

O que acontece quando você combina o CASE com as instruções de modificação de dados do SQL? Descubra neste artigo. A expressão CASE é uma parte muito útil da SQL e que você empregará com freqüência. Já abordamos o que a expressão CASE faz, como formatá-la e como utilizá-la em uma declaração SELECT em"Using CASE to Add Logic to a SELECT". Outro artigo,"Como Ordenar Registros com a Cláusula ORDER BY"

Tag: Desafio Sql

Novos exercícios SQL do mês para março de 2024!

Pronto(a) para usar suas habilidades em SQL para criar relatórios e ajudar a resolver problemas de negócios? Faça isso com a nova Trilha de Práticas em SQL em LearnSQL.com.br! A Trilha de Práticas em SQL de março é de nível avançado. Você testará suas habilidades em SQL criando relatórios com dados sobre cursos de idiomas nos EUA. Se esta é a primeira vez que você se depara com nossas Trilha de Práticas em SQL mensais, a LearnSQL.

Novos exercícios SQL do mês para fevereiro de 2024!

Pronto(a) para resolver problemas de negócios usando SQL em 2024 com um novo Desafio da LearnSQL.com.br? O desafio de fevereiro é de nível básico. Você testará suas habilidades em SQL com dados sobre uma empresa de aluguel de carros nos EUA. Se este é seu primeiro contato com nossos Desafios Mensais, saiba que a LearnSQL.com.br oferece um Desafio SQL gratuito por mês: exercícios de nível básico nos meses pares, e de nível avançado nos meses ímpares.

Novo desafio mensal de janeiro de 2024!

O Desafio Mensal deste mês na LearnSQL.com.br já está disponível! Em janeiro, você poderá testar suas habilidades SQL sobre funções de janela resolvendo problemas para Jeremy, o gerente do varejista de roupas, Edward. Se essa é seu primeiro contato com os Desafios Mensais, saiba que a LearnSQL.com.br oferece um Desafio SQL por mês aos nossos usuários. A partir de janeiro de 2024, teremos desafios mensais separados para usuários iniciantes e avançados.

Os melhores desafios de prática de SQL para iniciantes

Quer melhorar em SQL? Mergulhe nos desafios práticos de SQL! Eles são uma ótima maneira de aprender e melhorar. Neste artigo, exploraremos por que esses desafios são importantes e onde você pode encontrar os melhores. Você é estudante, proprietário de uma empresa ou funcionário? Se os dados fazem parte do seu trabalho e você quer aprender SQL para gerenciá-los, precisará praticar. E os desafios interativos de SQL são ideais para que os iniciantes se familiarizem com a linguagem.

Novo Desafio SQL de dezembro de 2023!

O novo Desafio do Mês de LearnSQL.com.br está pronto! Em dezembro, convidamos você a testar suas habilidades em SQL ajudando um grupo de velhos amigos a fazerem uma viagem de esqui. É a primeira vez que você se depara com o nosso Desafio do Mês? O LearnSQL.com.br oferece um novo desafio de SQL todos os meses. Cada desafio contém de 5 a 10 exercícios de SQL criados para pessoas que desejam praticar suas habilidades em SQL.

Novo Desafio SQL do Mês para novembro de 2023!

Você está pronto para um novo Desafio do Mês em LearnSQL.com.br? Em novembro, convidamos você a testar suas habilidades em SQL enquanto aprende sobre pratos regionais populares nos EUA. É a primeira vez que você se depara com nossos Desafios do Mês? O LearnSQL.com.br oferece um Desafio SQL gratuito todo mês. Cada um contém de 5 a 10 exercícios de SQL que o ajudarão a praticar suas habilidades em SQL.

Novo Desafio do Mês de SQL para outubro de 2023!

O novo Desafio do Mês em LearnSQL.com.br está pronto! Em outubro, convidamos você a testar suas habilidades em SQL aprendendo sobre vagas de emprego e agências de recrutamento. É sua primeira vez ouvindo falar sobre o nosso Desafio do Mês? O LearnSQL.com.br oferece um novo desafio de SQL todos os meses. Cada desafio contém de 5 a 10 exercícios de SQL criados para pessoas que desejam praticar suas habilidades em SQL.

Novo desafio do mês para setembro de 2023!

O novo Desafio do Mês do LearnSQL.com.br está pronto! Em setembro, convidamos você a testar suas habilidades de SQL para descobrir coisas sobre filmes, diretores e atores americanos. É a primeira vez que você se depara com o nosso Desafio do Mês? O LearnSQL.com.br oferece um Desafio por mês, cada um com um conjunto de 5 a 10 exercícios de SQL preparados para aqueles que desejam praticar suas habilidades em SQL.

Novo desafio do mês de agosto de 2023!

Um novo mês sempre traz novos desafios. O desafio do mês de agosto em LearnSQL.com.br está pronto! Este mês, convidamos você a ajudar Marcos em seu primeiro ano de internato enquanto testa seus conhecimentos de SQL. O Desafio SQL é um conjunto de vários exercícios para ajudar você a praticar suas habilidades na linguagem SQL. Cada desafio é centrado em um tema específico - comida, estrelas, planetas, viagens, trabalho, escola etc.

Novo desafio do mês julho de 2023!

O Desafio SQL deste mês do LearnSQL.com.br já está disponível! Em julho, você pode testar as habilidades de SQL resolvendo problemas para um grupo de colegas de trabalho que deseja trocar livros. É sua primeira vez ouvindo falar sobre o nosso Desafio do Mês? Todos os meses, o LearnSQL.com.br oferece aos usuários um Desafio de código SQL. Cada desafio contém de 5 a 10 exercícios de SQL que foram preparados para aqueles que desejam praticar suas habilidades.

Novo Desafio SQL do Mês para junho de 2023!

O novo Desafio do Mês do LearnSQL.com.br está pronto! Em junho, convidamos você a usar suas habilidades em SQL para analisar as atividades de uma agência de seguros. É a primeira vez que você se depara com o nosso Desafio do Mês? Então saiba que ele é um conjunto de 5 a 10 exercícios de SQL preparados para pessoas que querem praticar o que aprenderam. Cada desafio é elaborado em torno de um tema específico.

Novo Desafio SQL do Mês para maio de 2023!

O novo Desafio do Mês do LearnSQL.com.br está pronto! Em maio, convidamos você a usar seus conhecimentos em SQL para ajudar um gerente de padaria a comprar um novo forno. É a primeira vez que você se depara com o nosso Desafio do Mês? Então saiba que ele é um conjunto de 5 a 10 exercícios de SQL preparados para pessoas que desejam praticar suas habilidades em SQL. Cada desafio é projetado em torno de um tema específico.

Novo Desafio SQL do Mês de abril de 2023!

O novo desafio do mês do LearnSQL.com.br está pronto! Em abril, convidamos você a testar seus conhecimentos de SQL com dados de uma oficina de automóveis. O que é um Desafio SQL? É um conjunto de 5 a 10 exercícios de SQL, preparado para pessoas que desejam aprimorar suas habilidades em SQL. Cada desafio é centrado em um tema específico. Você gosta de pizza? Um dos desafios se concentra nesse milagre da culinária italiana.

Tag: Desenvolvedor Sql

7 razões pelas quais a IA não substituirá os desenvolvedores de SQL

Então você já ouviu falar sobre IA e o famoso ChatGPT. E está se perguntando se essas ferramentas seriam benéficas ou prejudiciais para a sua profissão. Neste artigo, vamos acabar com seus medos e explicar como o SQL e a IA podem trabalhar juntos e facilitar o trabalho dos desenvolvedores. Vamos começar com uma explicação sobre o que é Inteligência Artificial (IA). A IA é uma área da ciência da computação que se preocupa com a criação de máquinas capazes de realizar atividades que normalmente precisariam da inteligência humana.

Como se tornar um desenvolvedor SQL

Não há uma resposta simples para a pergunta "Como você se torna um desenvolvedor SQL"? Entretanto, se a resposta fosse muito complexa, não faria sentido escrever este artigo, e ainda assim estou fazendo isso. Portanto, em algum lugar do caminho, encontraremos a resposta. Como foi dito na introdução, não há varinha mágica que o transformará em um desenvolvedor SQL. Mas a leitura deste artigo lhe poupará algum tempo e o ajudará a concentrar-se no que é importante para atingir seu objetivo.

Perguntas comuns para a entrevista com o desenvolvedor SQL de nível de entrada

Você já foi entrevistado para uma posição SQL de nível básico? Você está planejando candidatar-se a tal cargo? Este artigo o ajudará a saber o que esperar e a se preparar para perguntas comuns de entrevistas a desenvolvedores SQL. Depois de obter alguns conhecimentos básicos de SQL e programação, você provavelmente está se perguntando o que fazer a seguir. Ou talvez você não esteja se perguntando! Você sabe que o que você aprendeu logo desaparecerá se não o usar regularmente.

Tag: Dica

Um Guia Ilustrado para o SQL CROSS JOIN

O que é uma declaração SQL CROSS JOIN? Quando você deve usá-la? Quando você não deve usá-la? Este post lhe dirá o que você precisa saber sobre CROSS JOIN. Você já sabe que pode usar a instrução SQL JOIN para juntar uma ou mais tabelas que compartilham um registro correspondente. E se você ler o post do LearnSQL Aprendendo Cláusulas JOIN em SQL Utilizando Situações da Vida Real, você sabe que há muitos tipos de JOINs.

Tag: Dicas

5 Funções SQL para Manipular Cordas

As funções SQL usadas para manipular cordas, comumente chamadas de funções de cordas, estão entre as mais importantes ferramentas SQL. Neste post, analisaremos cinco maneiras de realizar várias operações em strings. Há muitas funções SQL que lhe permitem "editar" dados em cadeia. Conforme você aprende SQL, você verá como elas se mostram úteis. Alguns se ajustam a espaços ou caracteres desnecessários; outros lhe dizem qual é o comprimento de uma string.

Quanto Tempo Leva para Aprender SQL? Dicas Para Atingir a Proficiência em SQL

É difícil aprender SQL? Quanto tempo leva para dominar esta linguagem? Neste artigo, responderemos essas perguntas e ajudaremos você a desbravar os comandos mais úteis em SQL. Quanto tempo leva para aprender SQL? Se você já estudou inglês ou francês, sabe que aprender uma nova linguagem é difícil e pode levar anos. Por sorte, dominar o SQL é uma jornada muito mais rápida do que aprender o uso do through/thorough ou contar un, deux, trois.

Como organizar as consultas SQL quando elas se tornam longas

A primeira longa consulta SQL com a qual você terá que lidar provavelmente será difícil para você estruturar e entender. Estas cinco dicas lhe ensinarão a melhor maneira de organizar as consultas SQL, ou seja, escrevê-las e formatá-las. Como todos sabemos, as consultas SQL são essenciais para o gerenciamento do banco de dados. Sem elas, seria extremamente difícil encontrar e trabalhar com as informações em um banco de dados.

Tag: Distinct

Qual é o papel do DISTINCT em SQL?

A palavra-chave DISTINCT em SQL desempenha um papel importante na remoção de valores duplicados de seus resultados. Este artigo fornece exemplos que mostram exatamente como o DISTINCT funciona. Por padrão, as consultas SQL mostram todas as linhas retornadas, incluindo as linhas duplicadas, no conjunto de resultados. A palavra-chave DISTINCT na cláusula SELECT é usada para eliminar linhas duplicadas e exibir uma lista única de valores. Em outras palavras, a palavra-chave DISTINCT recupera valores únicos a partir de uma tabela.

Qual é a diferença entre UNIQUE e DISTINCT em SQL?

Usamos as palavras UNIQUE e DISTINCT de forma única e distinta no nosso dia-a-dia. Entretanto, estas palavras desempenham papéis muito diferentes em SQL. Vamos descobrir o que há de tão diferente nelas e como podemos usá-las em SQL. Apesar de as palavras únicas e distintas serem sinônimos, elas cobrem coisas muito diferentes em SQL. A palavra-chave UNIQUE em SQL desempenha o papel de restrição de banco de dados; ela garante que não há valores duplicados armazenados em uma coluna específica ou em um conjunto de colunas.

Tag: Division

Como Funciona o Operador de Divisão em SQL

Em SQL, o operador de divisão é usado para dividir uma expressão ou número por outro. Este artigo mostrará como utilizar esse operador e os erros comuns que você deve evitar. O operador de divisão em SQL é considerado um operador aritmético. Os operadores aritméticos são a adição (+), subtração (-), multiplicação (*), divisão (/) e módulo (%). Neste artigo, iremos focar no operador de divisão, listando as regras que devem ser seguidas e alguns erros comuns ao tentar realizar uma divisão em SQL.

Tag: Dml

O que são DDL, DML, DQL, e DCL em SQL?

Exploramos a separação de SQL em suas quatro principais sub-línguas e explicamos o significado por trás de cada uma delas. Quando você estiver aprendendo SQL - talvez através do LearnSQL.com.br's muito próprio abrangente SQL para Iniciantes curso - você pode ter se deparado com os termos DDL, DML, DQL e DCL. E talvez você tenha ficado confuso por todas as siglas. Neste artigo, explicaremos o que significam estes termos e como eles correspondem a sublínguas que dividem a linguagem SQL em quatro partes que funcionam juntas.

Tag: Dql

O que são DDL, DML, DQL, e DCL em SQL?

Exploramos a separação de SQL em suas quatro principais sub-línguas e explicamos o significado por trás de cada uma delas. Quando você estiver aprendendo SQL - talvez através do LearnSQL.com.br's muito próprio abrangente SQL para Iniciantes curso - você pode ter se deparado com os termos DDL, DML, DQL e DCL. E talvez você tenha ficado confuso por todas as siglas. Neste artigo, explicaremos o que significam estes termos e como eles correspondem a sublínguas que dividem a linguagem SQL em quatro partes que funcionam juntas.

Tag: E Learning

Aumente a eficiência de seu aprendizado de SQL com nosso novo recurso de notebook

Você quer aprender SQL de forma eficaz, mas continua esquecendo as consultas? Agora você pode usar o novo recurso de bloco de notas do LearnSQL.com.br em todos os nossos cursos! Essa nova ferramenta o ajudará a memorizar e recordar o conteúdo. Lembro-me de quando comecei a aprender SQL. Eu estava avançando com bastante facilidade na maioria das lições, fazendo muitas anotações em meu caderno de papel. (Tenho muitos cadernos de papel da velha escola).

Tag: Empregos E Carreira

Analista de negócios versus analista de dados - Entendendo as funções e os caminhos da carreira

Você tem interesse em trabalhar como analista de dados ou analista de negócios? Qual é a diferença entre essas duas funções? Neste artigo, explicamos o debate entre analista de dados e analista de negócios e oferecemos a você um caminho para o sucesso em qualquer um dos cargos. A demanda por pessoas capacitadas para decodificar dados complexos atingiu novos patamares no cenário de negócios em constante mudança. Entre as muitas funções disponíveis, os analistas de negócios e os analistas de dados têm suas próprias responsabilidades, conjuntos de habilidades e planos de carreira.

Por que todo administrador de banco de dados precisa de SQL

O que é um administrador de banco de dados? O que ele faz? Por que precisam saber SQL e para que o utilizam? Neste artigo, responderei a essas perguntas. Com o avanço da tecnologia, cada vez mais dados estão disponíveis para ajudar as organizações a tomar decisões informadas. Não é possível manter a competitividade - ou prestar um bom serviço aos clientes - sem as informações corretas. Os administradores de banco de dados são responsáveis por garantir que os dados corretos sejam armazenados com segurança, que sejam facilmente acessíveis a quem precisa deles e que estejam protegidos contra ataques mal-intencionados.

SQL para gerentes de projeto: Aprimorando a tomada de decisões

Você sabia que o SQL é um componente vital no kit de ferramentas do gerente de projetos? Neste artigo, vamos nos aprofundar em como o SQL para gerentes de projeto aprimora seu fluxo de trabalho, promove a tomada de decisões informadas e aumenta a eficiência operacional. Os dados se tornaram a base da tomada de decisões em todos os setores. No mundo atual, orientado por dados, é fundamental armar-se com as ferramentas corretas para lidar com o influxo de dados.

Como se preparar para uma entrevista sobre SQL avançado

Dicas e truques para ajudá-lo a vencer até mesmo as perguntas mais avançadas da entrevista sobre SQL. O SQL se tornou a língua franca dos dados, o método padrão para interagir com bancos de dados, extrair insights e realizar tarefas analíticas. Como analista de dados, a capacidade de entender e manipular o código SQL não é apenas uma "coisa boa de se ter"; é uma necessidade absoluta. Para muitas funções de analista de dados, um conhecimento básico de SQL não é suficiente.

Escolhas de carreira orientadas por dados: Estudante de banco de dados

A escolha de uma carreira é uma das decisões mais importantes que você tomará. Uma carreira orientada por dados é uma das melhores maneiras de garantir seu futuro; a tendência atual é armazenar e usar cada vez mais dados em todos os campos. Neste artigo, darei uma olhada em algumas das opções disponíveis. Estamos vivendo em uma era em que a qualidade e a quantidade de dados estão se expandindo exponencialmente.

Como as habilidades em SQL podem impulsionar seu currículo

Você pode se perguntar: ter habilidades em SQL é importante? Em que áreas eu poderia usar minhas habilidades em SQL? Neste artigo, explicarei como ter habilidades em SQL pode melhorar seu currículo e impulsionar sua carreira profissional. Estamos vivendo na era do Big Data. Toda vez que acessamos a Internet, fornecemos muitas informações aos sites que visitamos. Se fornecermos voluntariamente nossos dados ao criar uma conta, preencher um formulário ou fazer uma compra, fornecemos ainda mais informações.

Quem é um gerente de dados?

Quem são os gerentes de dados? Quais são suas responsabilidades e como posso me tornar um? Responderemos a essas perguntas e o ajudaremos a se tornar um gerente de dados! Em termos simples, os gerentes de dados supervisionam o gerenciamento de informações ou dados em uma organização. Eles gerenciam a organização, o armazenamento, a segurança e a acessibilidade dos dados e colaboram com outros membros da equipe para garantir a precisão e a utilidade dos dados no apoio à tomada de decisões.

Top 27 Entrevistas SQL Avançadas Perguntas com Respostas

Onde um profissional SQL pode encontrar um guia abrangente para perguntas avançadas de entrevista SQL? A resposta mais curta é: aqui! Selecionamos as 27 perguntas SQL mais importantes e as respondemos para você. A preparação para uma entrevista SQL não é fácil, especialmente se seu trabalho requer o conhecimento de SQL avançado. Este artigo contém as 27 perguntas SQL avançadas mais comuns para entrevistas e fornece respostas detalhadas e recursos para leitura posterior.

SQL para o Analista de Negócios

Como a SQL pode beneficiar os analistas de negócios? Neste artigo, discutiremos por que SQL é uma habilidade fundamental nesta função. Você também aprenderá o que um analista de negócios faz e o que ele precisa para avançar em sua carreira. Segundo a BrainStation, a já alta demanda por analistas de negócios deverá crescer ainda mais. Uma das forças motrizes por trás da crescente demanda é a revolução digital, que foi acelerada pela recente pandemia.

Vagas de banco de dados a escolher em 2023

Neste artigo, exploraremos alguns dos principais trabalhos do banco de dados a serem escolhidos em 2023. Portanto, você quer conseguir um emprego em banco de dados em 2023. É uma ótima escolha, e há muitas opções. Vamos falar sobre os trabalhos mais populares relacionados a dados e o que você precisa fazer para conseguir um. SQL é essencial para um trabalho em banco de dados É importante mencionar que a maioria dos bancos de dados populares atualmente são relacionais - ou seja, PostgreSQL, MySQL, Oracle, e MS SQL Server, entre outros.

Quer obter um emprego de engenharia de dados? Aprenda SQL!

Então, você quer ser um engenheiro de dados, mas não sabe como chegar lá. Neste artigo, vamos ajudá-lo a entender as habilidades que você precisará para diferentes tipos de trabalhos de engenharia de dados. Você também encontrará alguns dados que confirmam que os cargos de engenheiro de dados são uma boa escolha de carreira. A engenharia de dados e vários tipos de trabalhos de engenharia de dados se tornaram muito populares nos últimos anos.

Como convencer seu chefe de que você precisa começar a aprender SQL

Aprender SQL é um grande objetivo. Agora, se você pudesse apenas convencer seu chefe de que é bom para a empresa assim como para você ... Você está ciente dos benefícios de acrescentar SQL ao seu conjunto de habilidades. Você acredita que as recompensas obtidas com o aprendizado de SQL também beneficiarão seu empregador - não é apenas mais uma maneira de desenvolver seu perfil profissional. Mas como você articula isso com seu chefe?

Como o aprendizado de SQL irá melhorar meu trabalho diário?

Quer você queira impulsionar seu desenvolvimento profissional, aprender habilidades in-demand ou iniciar algo novo e interessante, aprender SQL tornará sua vida mais fácil de muitas maneiras. Você está pensando em aprender SQL, mas não tem certeza se é uma boa idéia? À primeira vista, aprender SQL pode parecer completamente inútil, especialmente se a indústria em que você está não estiver relacionado com TI. Mas isso não é verdade. Embora sua posição na empresa possa não implicar que você codifique todos os dias, você ainda pode ganhar muito com SQL.

Por Quê e Como Encontrar Trabalhos Freelance em SQL

Se depois da Covid-19 você começou a pensar "quero parar de trabalhar para os outros e viver uma vida mais tranquila, sendo dono do meu próprio destino", tenho novidades para você! Não só é possível ser um freelancer em SQL, como também é uma escolha de carreira que pode ser muito lucrativa e libertadora. Ela permitirá que você trabalhe para diferentes clientes e, o melhor de tudo, no seu próprio ritmo.

As 10 principais perguntas de entrevistas sobre JOINs em SQL e como respondê-las

Você tem dúvidas de quais perguntas sobre SQL JOINs podem ser feitas em uma entrevista? Você se sente preparado para respondê-las? Este artigo cobre as perguntas mais comuns de entrevistas sobre SQL JOINs e como respondê-las. Se você está concorrendo a uma vaga de emprego de analista de dados ou desenvolvedor de software, o seu conhecimento sobre SQL JOINs provavelmente será testado. As cláusulas JOIN em SQL são um ótimo assunto para os entrevistadores fazerem perguntas.

Como mostrar sua experiência Sql

Você quer trabalhar na indústria de TI? Esta é agora uma das melhores idéias para uma boa carreira. O que deve convencê-lo a fazer isso? Demanda por especialistas, altos ganhos e o fato de ser uma profissão à prova de futuro. Curiosamente, não vai ser tão difícil - especialmente para você, espertinho! Você só precisa de algumas habilidades e boa preparação para uma entrevista para ser bem sucedida. Eu lhe direi como conseguir um ótimo emprego!

Como se tornar um desenvolvedor SQL

Não há uma resposta simples para a pergunta "Como você se torna um desenvolvedor SQL"? Entretanto, se a resposta fosse muito complexa, não faria sentido escrever este artigo, e ainda assim estou fazendo isso. Portanto, em algum lugar do caminho, encontraremos a resposta. Como foi dito na introdução, não há varinha mágica que o transformará em um desenvolvedor SQL. Mas a leitura deste artigo lhe poupará algum tempo e o ajudará a concentrar-se no que é importante para atingir seu objetivo.

Top 5 Perguntas de Entrevista SQL CTE

Aqui estão cinco perguntas (e soluções!) sobre CTEs que você (provavelmente) será perguntado em uma entrevista. Não estou dizendo que você receberá estas perguntas do CTE SQL em cada entrevista de emprego. Mas quando você as fizer, elas provavelmente estarão na linha das cinco que estou prestes a mostrar aqui. Além das perguntas teóricas sobre CTEs, não há muitas variações nos cenários de CTE avaliados pelos entrevistadores. Analise estes cinco exemplos, e você terá uma boa base para realizar sua entrevista!

Perguntas comuns para a entrevista com o desenvolvedor SQL de nível de entrada

Você já foi entrevistado para uma posição SQL de nível básico? Você está planejando candidatar-se a tal cargo? Este artigo o ajudará a saber o que esperar e a se preparar para perguntas comuns de entrevistas a desenvolvedores SQL. Depois de obter alguns conhecimentos básicos de SQL e programação, você provavelmente está se perguntando o que fazer a seguir. Ou talvez você não esteja se perguntando! Você sabe que o que você aprendeu logo desaparecerá se não o usar regularmente.

Que prática SQL você precisa se preparar para uma entrevista técnica de trabalho?

Você mesmo marcou uma entrevista para um trabalho relacionado a SQL. Bom trabalho! Mas talvez a incerteza esteja se instalando à medida que a data de sua entrevista se aproxima. Você conhece SQL suficiente para fazer o corte? Quais perguntas você provavelmente será perguntado? Que prática SQL você deveria estar fazendo antes de sua entrevista? Quase todos os candidatos a trabalhos SQL passam exatamente pelo mesmo processo de quebra de nervos.

Perguntas (e Respostas) avançadas de Entrevista SQL

Você quer mudar para um trabalho que usa SQL? Você não tem certeza sobre o que esperar durante a entrevista de emprego ou como comparar seus conhecimentos? Este artigo lhe dará uma boa idéia de onde você está. Se você se sente preso em seu emprego, você não é o único. A divisão moderna do trabalho empurra as pessoas a realizar tarefas muito específicas, esperando que elas não olhem para o que está do outro lado.

Prática SQL Completa para Entrevistas

Parabéns! Suas habilidades em SQL foram fortes o suficiente para conseguir aquela entrevista de emprego! Agora, se você soubesse apenas que perguntas SQL e exercícios práticos um recrutador poderia lhe pedir para fazer... Este artigo foi concebido como uma prática SQL para entrevistas. Eu o ajudarei a se preparar para os aspectos SQL e banco de dados de sua entrevista de emprego. Em um artigo anterior, eu expliquei como você pode impulsionar sua carreira aprendendo SQL.

Tipos de empregos em bancos de dados: Escolha um deles e comece a ser incrível

Você sonha com altos ganhos e trabalhos interessantes? Você está farta de seu chefe e de suas histórias irritantes de férias em países exóticos? Está na hora de mudar seu emprego? Por que não aprender SQL? Aqui estão alguns exemplos dos tipos de empregos de banco de dados que podem levar você a uma vida melhor. Que tipos de empregos de banco de dados usam SQL? Aqui estão alguns exemplos, mas primeiro, uma pequena advertência.

Top 10 Funções da Janela SQL Perguntas para Entrevistas

Muitos cargos interessantes requerem habilidades SQL - e isso inclui funções de janela, que não são comumente ensinadas em cursos on-line. Neste artigo, vou abordar as principais perguntas sobre funções de janela para cada nível de experiência. Se você estiver indo para uma entrevista de emprego para uma posição SQL avançada ou para posições intermediárias a avançadas de analista de dados, você provavelmente será questionado sobre seu conhecimento das funções de janela SQL.

Tag: Engenharia De Dados

Quer obter um emprego de engenharia de dados? Aprenda SQL!

Então, você quer ser um engenheiro de dados, mas não sabe como chegar lá. Neste artigo, vamos ajudá-lo a entender as habilidades que você precisará para diferentes tipos de trabalhos de engenharia de dados. Você também encontrará alguns dados que confirmam que os cargos de engenheiro de dados são uma boa escolha de carreira. A engenharia de dados e vários tipos de trabalhos de engenharia de dados se tornaram muito populares nos últimos anos.

Como criar uma tabela em SQL

Criar tabelas em bancos de dados é uma habilidade muito útil, e não apenas para engenheiros de software ou administradores de bancos de dados. Permite projetar ou alterar a estrutura de um banco de dados e armazenar dados que estão relacionados entre si. Neste artigo, você aprenderá o que é uma tabela de banco de dados, quem os cria e como usar a sintaxe do comando CREATE TABLE. O que é uma tabela de banco de dados?

TRUNCATE TABLE vs. DELETE vs. DROP TABLE: Excluindo Tabelas e Dados em SQL

Qual é a diferença entre TRUNCATE TABLE, DELETE e DROP TABLE em SQL? Descubra neste artigo. Há muitas maneiras de excluir dados em SQL, incluindo os comandos DELETE, TRUNCATE TABLE e DROP TABLE. Qual deles você deve usar em cada situação? Neste artigo, você aprenderá a sintaxe de cada comando em diferentes servidores de banco de dados, como MySQL, PostgreSQL, SQL Server e Oracle. Além disso, você entenderá a comparação entre DROP TABLE vs.

Tag: Erros Comuns Em Sql

Extraindo dados de uma corda: SPLIT_PART no PostgreSQL

Saiba como usar split_part no PostgreSQL para extrair dados de cordas. Com bastante freqüência, gostaríamos de extrair partes de uma string quando trabalhamos com valores de texto. Um exemplo comum é quando temos um nome completo e precisamos recuperar apenas o sobrenome. Neste artigo, vamos examinar como fazê-lo usando split_part no PostgreSQL, ou seja, uma função relacionada a strings que pode ser usada para extrair um substrato. Por que usar funções de string em seu banco de dados?

Como remover caracteres de lixo em SQL

Os caracteres indesejados nos dados de texto podem ser um pouco chatos, mas há uma maneira fácil de consertá-los. Role para baixo para aprender como remover caracteres indesejados em SQL da maneira mais fácil! Às vezes, encontraremos caracteres indesejados dentro de nossos dados de string porque nossas consultas SQL não funcionaram como esperado. Além disso, estes caracteres extras podem às vezes ser invisíveis, o que realmente complica as coisas.

Tag: Estatística

Análise estatística SQL Parte 1: Cálculo de Freqüências e Histogramas

Os desenvolvedores de banco de dados e Business Intelligence (BI) criam diariamente um grande número de relatórios, dos quais as análises de dados são parte integrante. Se você se pergunta se pode realizar análises estatísticas em SQL, a resposta é "sim". Leia meu artigo para saber como fazer isso! As estatísticas são muito úteis como estágio inicial de uma análise mais aprofundada, ou seja, para uma visão geral dos dados e avaliação da qualidade dos dados.

Tag: Expressões Comuns De Tabela

Você pode usar várias instruções WITH no SQL?

Um guia abrangente sobre várias instruções WITH em SQL, perfeito tanto para iniciantes quanto para especialistas. A cláusula SQL WITH permite que você defina uma CTE (expressão de tabela comum). Uma CTE é como uma tabela que é preenchida durante a execução da consulta. Você pode usar várias instruções WITH em uma consulta SQL para definir vários CTEs. Neste artigo, explicaremos como definir vários CTEs em uma única consulta.

Como desenhar uma árvore de Natal em SQL

Você pode usar SQL para manipular todos os tipos de dados, desde enormes consultas analíticas até breves declarações de propósito único. Mas você também pode usar SQL apenas por diversão, sem qualquer exigência comercial que sufoque sua criatividade. Então, tire seu chapéu alegre e prepare-se para cantar O Christmas Tree enquanto criamos alguma arte peculiar com o SQL simples e antigo. Hoje, vamos gerar alguma arte ASCII com tema de feriado, apenas por diversão.

Consulta SQL Longa vs. Consulta SQL Recursiva

A recorrência é uma das idéias centrais na ciência da computação. Podemos defini-la como um método para resolver problemas onde a solução do problema depende da resolução de uma instância menor de um problema. Se isto parece complicado, não se preocupe, neste artigo aprenderemos sobre a recorrência em SQL que você pode praticar e aprofundar na Academia Vertabelo. A recursividade é uma forma de resolver problemas hierárquicos que encontramos em dados com SQL comum.

Tag: Expressões Sql

Usando CASE para adicionar lógica a um SELECT

Ao escrever uma consulta SQL, você pode precisar obter valores de várias colunas e alterar os valores de um formulário para outro. A maneira simples de atingir este objetivo é adicionar uma expressão CASE à sua declaração SELECT. Neste artigo, vamos apresentar a sintaxe, formatos e usos da expressão CASE. A expressão CASE é uma expressão condicional: ela avalia os dados e retorna um resultado. O resultado que ela retorna é baseado em se os dados atendem a certos critérios.

Tag: Extras

Esqueça o Excel, High Five With SQL

Descubra porque você deve esquecer o Excel e começar a usar SQL mesmo que você não seja um especialista em TI. Mostraremos a você como é fácil aprender SQL, como ele pode fazer você trabalhar melhor, e como LearnSQL.com.br torna o processo de aprendizagem divertido. "Eu não lido com dados". Frequentemente ouvimos a frase acima de pessoas de fora da indústria de TI. Bem, não é totalmente verdade. Os dados estão agora em quase todos os lugares.

SQL INSERT, SQL UPDATE, SQL DELETE - O quê?!

Quer aprender SQL INSERT, UPDATE ou DELETE? Ensinaremos tudo o que você precisa saber com exemplos úteis! O que são e o que fazem as instruções do SQL INSERT, UPDATE e DELETE? Se você é um engenheiro de dados, um administrador de banco de dados ou apenas um entusiasta da área, um dia você encontrará um banco de dados que se tornará o seu "bebê". Ao cuidar desse pacotinho, você precisará alimentá-lo e limpá-lo.

Como desenhar uma árvore de Natal em SQL

Você pode usar SQL para manipular todos os tipos de dados, desde enormes consultas analíticas até breves declarações de propósito único. Mas você também pode usar SQL apenas por diversão, sem qualquer exigência comercial que sufoque sua criatividade. Então, tire seu chapéu alegre e prepare-se para cantar O Christmas Tree enquanto criamos alguma arte peculiar com o SQL simples e antigo. Hoje, vamos gerar alguma arte ASCII com tema de feriado, apenas por diversão.

Termos SQL Essenciais a Conhecer para Iniciantes e Profissionais

Trabalhar com bancos de dados pode parecer assustador para uma pessoa não-técnica. Imediatamente, você é bombardeado com novos termos que fazem sua cabeça girar. Banco de dados, instância de banco de dados, tabela, SQL e outros são alguns dos termos básicos que você precisa entender apenas para ter uma conversa normal com seus colegas técnicos. Neste artigo, vamos explorar algumas terminologias básicas do banco de dados SQL que você precisa saber para ter sucesso.

Tag: Fact Table

Como unir tabelas em SQL sem usar JOINs

Veja como você pode combinar tabelas sem a ENCONTRE palavra-chave. Parece que isso não deveria ser possível: juntar tabelas em SQL sem usar a palavra-chave JOIN. Mas usar a palavra-chave JOIN não é a única maneira de unir tabelas em SQL. Este artigo mostrará dois métodos adicionais para unir tabelas. Nenhum deles requer a palavra-chave JOIN para funcionar. Eles são: Usando uma vírgula entre os nomes das tabelas na cláusula FROM e especificando a condição de junção em um WHERE Usando UNION/UNION ALL.

Tag: Funções Analíticas Sql

Análise estatística SQL Parte 3: Medindo a dispersão da distribuição

Além de conhecer os centros de uma distribuição em seus dados, você precisa saber o quão variadas são as observações. Neste artigo, explicaremos como encontrar a propagação de uma distribuição em SQL. Você está lidando com uma população muito uniforme ou muito espalhada? Para entender realmente o que os números estão dizendo, você precisa saber a resposta a esta pergunta. Na segunda parte desta série, discutimos como calcular os centros de distribuição.

Tag: Funções Comuns Em Sql

18 Funções SQL importantes e úteis para aprender o mais rápido possível

Começando com SQL: Funções úteis para dominar O aprendizado de uma nova linguagem de programação pode parecer intimidante. Como qualquer outra linguagem, uma linguagem de programação tem um grande vocabulário que você precisa dominar. Neste artigo, veremos algumas das funções SQL mais úteis que você precisa conhecer. Há muitas funções SQL úteis para trabalhar com diferentes tipos de dados. Uma vez que você pratique com algumas das mais comuns, você ganhará confiança suficiente para passar para material mais avançado.

Tag: Funções Comuns Sql

18 Funções SQL importantes e úteis para aprender o mais rápido possível

Começando com SQL: Funções úteis para dominar O aprendizado de uma nova linguagem de programação pode parecer intimidante. Como qualquer outra linguagem, uma linguagem de programação tem um grande vocabulário que você precisa dominar. Neste artigo, veremos algumas das funções SQL mais úteis que você precisa conhecer. Há muitas funções SQL úteis para trabalhar com diferentes tipos de dados. Uma vez que você pratique com algumas das mais comuns, você ganhará confiança suficiente para passar para material mais avançado.

Tag: Funções De Agregação

Funções agregadas do SQL: Um guia abrangente para iniciantes

Você tem curiosidade sobre as funções agregadas do SQL e como elas se aplicam a cenários do mundo real? Neste artigo, exploraremos as funções agregadas do SQL, mostraremos exemplos do mundo real e ofereceremos insights valiosos sobre como dominá-las. A agregação de dados é o processo de pegar várias linhas de dados e condensá-las em um único resultado ou resumo. Ao lidar com grandes conjuntos de dados, isso é inestimável, pois permite extrair insights relevantes sem precisar examinar cada ponto de dados individualmente.

Como combinar duas funções agregadas em SQL

Está tendo problemas ao usar duas funções agregadas em uma consulta? Este artigo mostrará como fazê-lo da maneira correta - na verdade, as duas maneiras corretas. Na análise dos dados e nos relatórios, muitas vezes precisamos contar o número de registros ou somá-los e depois calcular a média desta contagem ou soma. Traduzido para a lógica SQL, esta é a agregação de dados agregados, ou agregação multinível. Para fins de agregação, existem as funções de agregação SQL.

Como usar as funções agregadas na cláusula WHERE

Filtrar dados de acordo com o resultado de uma função agregada é uma tarefa comum de análise de dados. Então, como você usa agregados na função ONDE cláusula? Vamos dedicar todo este artigo para responder a essa pergunta. A combinação de funções agregadas e filtragem baseada em seus resultados é freqüentemente utilizada na análise de dados - por exemplo, mostrando filiais com vendas totais acima de X, países onde o número de postos é inferior a Y, estudantes com uma pontuação média abaixo de Z, e assim por diante.

Padrões SQL úteis: Sumarização condicional com CASE

Ao começar a codificar em SQL, você usará algumas declarações e técnicas repetidas vezes. Nós chamamos estes "padrões SQL". Esta série analisará os padrões SQL mais comuns e considerará como utilizá-los. Anteriormente, nós olhamos para o padrão SQL de correspondência NULLs. Isto é importante quando você está comparando colunas contendo valores NULL. Hoje, vamos considerar outra prática SQL: sumarização condicional com operador CASE. O que é a Resumação Condicional? Quando você estiver usando funções agregadas para criar consultas de relatórios, você se encontrará freqüentemente usando a compactação condicional com o operador CASE.

Uma Visão Geral das Funções Agregadas em SQL

As funções agregadas são comumente usadas em SQL. Este artigo o guiará através de seu uso e mostrará exemplos de como elas funcionam. As funções agregadas de SQL são uma ferramenta útil, especialmente para a criação de relatórios. Elas não são difíceis de entender, especialmente se você tem alguma experiência com Excel ou programas similares. Você provavelmente já usou funções agregadas como SUM ou AVERAGE em uma planilha de cálculo.

Análise estatística SQL Parte 3: Medindo a dispersão da distribuição

Além de conhecer os centros de uma distribuição em seus dados, você precisa saber o quão variadas são as observações. Neste artigo, explicaremos como encontrar a propagação de uma distribuição em SQL. Você está lidando com uma população muito uniforme ou muito espalhada? Para entender realmente o que os números estão dizendo, você precisa saber a resposta a esta pergunta. Na segunda parte desta série, discutimos como calcular os centros de distribuição.

Funções da Janela SQL vs. Funções Agregadas SQL: Similitudes e diferenças

Se você não está familiarizado com as funções de janela SQL, você pode se perguntar como elas diferem das funções agregadas. Quando você deve usar as funções de janela? Neste artigo, revisaremos as funções de janela e as funções agregadas, examinaremos suas semelhanças e diferenças, e veremos qual delas escolheremos dependendo do que você precisa fazer. Depois de ter abordado o SQL básico, você provavelmente vai querer entrar em algumas de suas funções mais avançadas.

O que são funções agregadas em SQL, e como posso utilizá-las?

Os dados são a sua fonte de conhecimento. E graças às funções SQL agregadas, você pode extrair de seus dados o conhecimento preciso que precisa de forma eficiente. Leia mais adiante para saber mais. As funções principais de agregação SQL são as seguintes: COUNT(column_name | *) retorna o número de filas em uma tabela. SUM(column_name) retorna a soma dos valores de uma coluna numérica. AVG(column_name) retorna o valor médio de uma coluna numérica.

Um Guia para Principiantes das Funções Agregadas de SQL

Funções agregadas são poderosos SQL ferramentas que computam cálculos numéricos sobre os dados, permitindo que a consulta retorne informações resumidas sobre uma determinada coluna ou conjunto de resultados. Estas funções podem ser usadas em conjunto com a declaração GROUP BY. Vamos ver como elas funcionam usando algumas funções fáceis exemplos. Funções Agregadas SQL Suponha que tenhamos usuários residentes em uma cidade, e armazenamos suas informações em duas tabelas. Estas tabelas e seu relacionamento são mostradas abaixo:

Uma introdução ao uso das funções agregadas de SQL com JOINs

Anteriormente, discutimos o uso de funções agregadas SQL com a declaração GROUP BY. Os leitores regulares do nosso blog também se lembrarão de nosso recente tutorial sobre JOINs. Se você estiver um pouco enferrujado em qualquer um dos assuntos, eu o encorajo a revisá-los antes de continuar este artigo. Isso é porque vamos aprofundar funções agregadas emparelhando-os com JOINs. Esta dupla desencadeia todas as possibilidades das funções agregadas SQL e nos permite realizar cálculos em várias tabelas em uma única consulta.

Valores NULL e o GROUP BY Cláusula

Já abordamos como usar a cláusula GROUP BY e algumas funções de agregação como SUM(), AVG(), MAX(), MIN(), COUNT(). Neste artigo, explicaremos como o GROUP BY A cláusula NULL funciona quando se trata de valores NULL. Também explicaremos sobre o uso de NULLscom a cláusula ORDER BY. A melhor maneira de dominar GROUP BY e NULL em SQL é através da prática. Eu recomendo o Trilha de Práticas em SQL faixa em LearnSQL.

Tag: Funções De Data

18 Funções SQL importantes e úteis para aprender o mais rápido possível

Começando com SQL: Funções úteis para dominar O aprendizado de uma nova linguagem de programação pode parecer intimidante. Como qualquer outra linguagem, uma linguagem de programação tem um grande vocabulário que você precisa dominar. Neste artigo, veremos algumas das funções SQL mais úteis que você precisa conhecer. Há muitas funções SQL úteis para trabalhar com diferentes tipos de dados. Uma vez que você pratique com algumas das mais comuns, você ganhará confiança suficiente para passar para material mais avançado.

Tag: Funções Diversas

18 Funções SQL importantes e úteis para aprender o mais rápido possível

Começando com SQL: Funções úteis para dominar O aprendizado de uma nova linguagem de programação pode parecer intimidante. Como qualquer outra linguagem, uma linguagem de programação tem um grande vocabulário que você precisa dominar. Neste artigo, veremos algumas das funções SQL mais úteis que você precisa conhecer. Há muitas funções SQL úteis para trabalhar com diferentes tipos de dados. Uma vez que você pratique com algumas das mais comuns, você ganhará confiança suficiente para passar para material mais avançado.

Tag: Funções Numéricas

18 Funções SQL importantes e úteis para aprender o mais rápido possível

Começando com SQL: Funções úteis para dominar O aprendizado de uma nova linguagem de programação pode parecer intimidante. Como qualquer outra linguagem, uma linguagem de programação tem um grande vocabulário que você precisa dominar. Neste artigo, veremos algumas das funções SQL mais úteis que você precisa conhecer. Há muitas funções SQL úteis para trabalhar com diferentes tipos de dados. Uma vez que você pratique com algumas das mais comuns, você ganhará confiança suficiente para passar para material mais avançado.

Tag: Funções Para Manipular Strings Em Sql

Um guia completo para trabalhar com subcadeias de caracteres em SQL

Neste artigo, discutiremos como trabalhar com substrings no SQL. Isso envolve o aprendizado de várias abordagens, portanto, mostraremos suas vantagens e desvantagens. Para trabalhar com substrings no SQL, primeiro precisamos saber o que é uma string. Em programação, uma cadeia de caracteres é qualquer tipo de dado textual (um título, uma descrição, um nome). Uma cadeia de caracteres consiste em qualquer número e tipo de caracteres. Em um banco de dados SQL, as cadeias de caracteres são normalmente armazenadas como tipos de dados CHAR ou VARCHAR.

5 Funções SQL para Manipular Cordas

As funções SQL usadas para manipular cordas, comumente chamadas de funções de cordas, estão entre as mais importantes ferramentas SQL. Neste post, analisaremos cinco maneiras de realizar várias operações em strings. Há muitas funções SQL que lhe permitem "editar" dados em cadeia. Conforme você aprende SQL, você verá como elas se mostram úteis. Alguns se ajustam a espaços ou caracteres desnecessários; outros lhe dizem qual é o comprimento de uma string.

Tag: Funções String

18 Funções SQL importantes e úteis para aprender o mais rápido possível

Começando com SQL: Funções úteis para dominar O aprendizado de uma nova linguagem de programação pode parecer intimidante. Como qualquer outra linguagem, uma linguagem de programação tem um grande vocabulário que você precisa dominar. Neste artigo, veremos algumas das funções SQL mais úteis que você precisa conhecer. Há muitas funções SQL úteis para trabalhar com diferentes tipos de dados. Uma vez que você pratique com algumas das mais comuns, você ganhará confiança suficiente para passar para material mais avançado.

Tag: Funções String Sql

Como desenhar uma árvore de Natal em SQL

Você pode usar SQL para manipular todos os tipos de dados, desde enormes consultas analíticas até breves declarações de propósito único. Mas você também pode usar SQL apenas por diversão, sem qualquer exigência comercial que sufoque sua criatividade. Então, tire seu chapéu alegre e prepare-se para cantar O Christmas Tree enquanto criamos alguma arte peculiar com o SQL simples e antigo. Hoje, vamos gerar alguma arte ASCII com tema de feriado, apenas por diversão.

Tag: Group By

Funções agregadas do SQL: Um guia abrangente para iniciantes

Você tem curiosidade sobre as funções agregadas do SQL e como elas se aplicam a cenários do mundo real? Neste artigo, exploraremos as funções agregadas do SQL, mostraremos exemplos do mundo real e ofereceremos insights valiosos sobre como dominá-las. A agregação de dados é o processo de pegar várias linhas de dados e condensá-las em um único resultado ou resumo. Ao lidar com grandes conjuntos de dados, isso é inestimável, pois permite extrair insights relevantes sem precisar examinar cada ponto de dados individualmente.

Prática de SQL: 10 exercícios práticos de GROUP BY com soluções detalhadas

Precisa praticar suas habilidades em SQL? Estes 10 exercícios práticos de GROUP BY - com explicações e soluções - são um ótimo começo! GROUP BY GROUP BY é uma cláusula SQL poderosa que permite criar grupos de registros e, em seguida, calcular métricas resumidas (como médias) para esses grupos. No entanto, GROUP BY costuma ser um desafio para os alunos de SQL dominarem. No entanto, praticar o GROUP BY é muito importante se você planeja usar o SQL.

Como usar GROUP BY e ORDER BY na mesma consulta: Um guia detalhado

Desvendando como usar duas cláusulas SQL básicas - GROUP BY e ORDER BY - em uma consulta. GROUP BY e ORDER BY são cláusulas básicas do SQL. Como tal, elas são ensinadas relativamente cedo no processo de aprendizado. E geralmente não representam um grande obstáculo para os iniciantes. Entretanto, usar GROUP BY e ORDER BY juntos pode ser confuso. Até o final deste artigo, sua confusão sobre esse assunto desaparecerá.

Como usar COUNT() com GROUP BY: 5 exemplos práticos

Usar a função COUNT() com GROUP BY é uma das construções SQL mais comuns em consultas agregadas. Leia este artigo para saber como usar COUNT() com GROUP BY corretamente usando 5 exemplos. Neste artigo, explicaremos a importância de usar COUNT com GROUP BY. Falaremos sobre por que ele é essencial no SQL e como ele permite a análise e o resumo de dados com base em critérios específicos. Essa combinação permite que os usuários extraiam insights significativos, calculem contagens e gerem resumos estatísticos de grandes conjuntos de dados.

Como usar SUM() com GROUP BY: Um guia detalhado com 8 exemplos

Explore alguns exemplos reais de uso de SUM() e GROUP BY em SQL, desde o mais básico até o mais sofisticado. SUM() SUM() é uma função de agregação SQL que calcula a soma dos valores fornecidos. GROUP BY é uma cláusula SQL que divide as linhas em grupos e calcula uma função de agregação declarada para cada grupo. Usando essas duas funções juntas, você pode calcular as somas totais de um grupo de linhas.

Como utilizar o CASO QUANDO EM GROUP BY

Aprenda como você pode combinar SQL CASE QUANDO e GROUP BY para criar categorias personalizadas em suas consultas SQL. Dados brutos, por sua própria natureza, nem sempre são legíveis por humanos. Muitas vezes, os dados que você está consultando estão em sua forma mais informal. Exemplos disto incluem códigos para diferentes departamentos comerciais ou SKUs de produtos que representam produtos específicos. A olho nu, estes códigos não significam nada, portanto, puxá-los para um relatório não é útil para a pessoa que os lê.

Como Agrupar por Múltiplas Colunas em SQL

Ao analisar grandes conjuntos de dados, você freqüentemente cria agrupamentos e aplica funções agregadas para encontrar totais ou médias. Nestes casos, o uso da cláusula GROUP BY com múltiplas colunas desdobra todo o seu potencial. GROUP BY é uma cláusula do comando SELECT. Ela permite calcular várias estatísticas para um grupo de linhas. Por exemplo, você pode usar GROUP BY com uma tabela de funcionários para saber quantos funcionários são de cada sexo.

Como usar WHERE com GROUP BY em SQL

Neste artigo, discutiremos como combinar as cláusulas WHERE e GROUP BY em SQL Se você estiver escrevendo SQL diariamente, você perceberá rapidamente a freqüência com que tanto as cláusulas WHERE como GROUP BY são usadas. WHERE é uma parte essencial da maioria das consultas. Ele permite que você filtre grandes conjuntos de dados apenas para as peças em que está interessado. GROUP BY é uma das ferramentas mais poderosas que um analista tem ao agregar dados.

Como usar o GROUP BY em SQL

Neste artigo, daremos a você um guia passo a passo sobre o uso de GROUP BY em SQL. Descubra as nuances do GROUP BY cláusula e aprender diferentes maneiras de utilizá-la. GROUP BY é uma das cláusulas mais utilizadas em SQL. Ela o move de simplesmente selecionar dados do banco de dados para agrupar linhas com os mesmos valores de coluna em um único grupo. Quando usado com as funções agregadas do SQL, você pode usar GROUP BY para calcular métricas como a contagem do número de instâncias ou encontrar o valor total, médio, mínimo ou máximo.

A Cláusula SQL HAVING Explicada

O que é a cláusula do HAVING em SQL? Por que você precisa dela e onde você a usa? Vamos explicar HAVING em detalhes. HAVING é uma cláusula muito comum nas consultas a SQL. Como WHERE, ela ajuda a filtrar dados; entretanto, HAVING funciona de uma maneira diferente. Se você está familiarizado com a cláusula GROUP BY e só ouviu falar do HAVING - ou se você não está familiarizado com HAVING de maneira alguma - este artigo é o que você precisa.

GROUP BY Cláusula: Você o conhece bem?

O banco de dados pode fazer diferentes tipos de cálculos: pode adicionar e subtrair, multiplicar e dividir, pode fazer cálculos em datas, pode contar linhas e valores de linhas de soma, e assim por diante. Também pode fazer estatísticas bastante sofisticadas. A cláusula GROUP BY é a forma mais básica de calcular estatísticas em SQL. Pode ser bastante difícil para iniciantes, mas é realmente poderosa. Vamos ver os detalhes da cláusula GROUP BY, começando com o básico.

O que é GROUP BY em SQL?

GROUP BY é um grande recurso SQL que permite realizar cálculos poderosos sobre dados agrupados. Você quer aprender como obter insights poderosos a partir de seus dados? Você gostaria de saber o que GROUP BY faz e quando você deve utilizá-lo? Se sua resposta for sim, continue lendo. Neste artigo, você aprenderá exatamente isso. Por que você precisa do GROUP BY No mundo digitalizado de hoje - não importa em que negócio você esteja - as tabelas de banco de dados são normalmente enormes, com milhões de registros.

Obtendo a Forca do GRUPO POR Cláusula

GROUP BY é uma parte importante da instrução SQL SELECT. Mas novos codificadores SQL podem encontrar alguns problemas quando esta cláusula é usada de forma incorreta. Veja aqui como evitar esses problemas. Você está aprendendo SQL. Você sabe como SELECIONAR alguns dados de uma tabela e como filtrar os dados com uma cláusula WHERE. Você pode processar os dados usando funções agregadas (MIN, MAX, SUM, AVG, e outras). Mas quando você estiver lidando com muitos dados, talvez precise estreitá-los ainda mais.

Qual é a Cláusula SQL HAVING?

Vocês estão aprendendo SQL? Você está se perguntando o que você pode usar o Cláusula HAVING para? Ou, talvez, você tenha tentado usar ONDE em seu GROUP BY agregados? Você está no lugar certo! Neste artigo, explicamos como usar TENDO com muitos exemplos. Você já tentou filtrar suas métricas criadas com GROUP BY com uma cláusula WHERE e descobriu que não funcionava? Isto porque não é o que o WHERE faz.

Qual é a diferença entre as cláusulas WHERE e HAVING em SQL?

medida que a quantidade de dados no mundo cresce a cada dia, aumenta a necessidade de gerenciar e consultar os dados de forma eficiente. SQL oferece maneiras de manipular e consultar dados em qualquer escala. Como parte importante disto, as cláusulas WHERE e HAVING permitem filtrar os dados conforme a necessidade, mas não são a mesma coisa. Explicaremos em detalhes as diferenças entre elas. Uma das tarefas mais comuns na manipulação e consulta de dados é a filtragem usando as cláusulas WHERE e HAVING.

Uma Visão Geral das Funções Agregadas em SQL

As funções agregadas são comumente usadas em SQL. Este artigo o guiará através de seu uso e mostrará exemplos de como elas funcionam. As funções agregadas de SQL são uma ferramenta útil, especialmente para a criação de relatórios. Elas não são difíceis de entender, especialmente se você tem alguma experiência com Excel ou programas similares. Você provavelmente já usou funções agregadas como SUM ou AVERAGE em uma planilha de cálculo.

Por Que Não Podemos Usar Funções de Janela com GROUP BY?

É verdade - por causa da ordem de operações do SQL, as funções de janela não são permitidas na cláusula GROUP BY. No entanto, você pode usá-las mesmo assim com este truque especial. As funções de janela são um dos atributos mais poderosos da linguagem SQL. Entretanto, não é fácil dominar a sintaxe dessas funções, já que ela possui muitos detalhes que podem confundir desenvolvedores iniciantes. Uma das armadilhas mais comuns é tentar usar as funções de janela dentro de GROUP BY.

Como Usar CASE WHEN com SUM() em SQL

Neste artigo, você aprenderá o que é uma expressão CASE WHEN em SQL e como usá-la com uma função SUM() e uma declaração GROUP BY. Incluímos exemplos para facilitar o entendimento. Saber como usar uma expressão CASE WHEN em SQL permite ampliar a visão sobre as várias possibilidades dentro da linguagem SQL. Com isso, você passará de um simples usuário que depende do que o SQL retorna para um usuário que está no comando, e que consegue estabelecer critérios específicos no SQL.

Qual é a diferença entre COUNT(*), COUNT(1), COUNT(nome da coluna) e COUNT(DISTINCT nome da coluna)?

Você já notou que existem diferentes variações da função SQL COUNT()? Este artigo explica os vários argumentos e seus usos. Como usuário do SQL, você provavelmente já está familiarizado com a função COUNT(). Mesmo sendo relativamente simples, ela pode ser usada de várias maneiras. Cada forma tem uma finalidade bem diferente. Você já deve ter visto algum código com a função COUNT(*) ou COUNT(1). Você provavelmente também já viu alguns outros usos da função COUNT(), tais como COUNT(nome da coluna) e COUNT(DISTINCT nome da coluna), mesmo que não os tenha usado.

Como Encontrar Valores Duplicados em SQL

Registros duplicados nos fazem perder tempo, espaço e dinheiro. Aprenda como encontrar e corrigir valores duplicados usando as cláusulas GROUP BY e HAVING do SQL. Guias de boas práticas em banco de dados recomendam ter restrições únicas (como uma chave primária) em uma tabela para evitar a duplicação de linhas durante a extração e consolidação de dados. Mesmo assim, você pode acabar tendo que trabalhar com um conjunto de dados com linhas duplicadas.

Qual é a cláusula do SQL GROUPING SETS, e como você a utiliza?

Os GROUPING SETS são grupos, ou conjuntos, de colunas pelas quais as linhas podem ser agrupadas. Em vez de escrever várias consultas e combinar os resultados com um UNION, você pode simplesmente usar GROUPING SETS. GROUPING SETS em SQL pode ser considerado uma extensão da cláusula GROUP BY. Ela permite que você defina múltiplos conjuntos de agrupamento na mesma consulta. Vejamos sua sintaxe e como ela pode ser equivalente a uma GROUP BY com múltiplas cláusulas UNION ALL.

Um Guia para Principiantes das Funções Agregadas de SQL

Funções agregadas são poderosos SQL ferramentas que computam cálculos numéricos sobre os dados, permitindo que a consulta retorne informações resumidas sobre uma determinada coluna ou conjunto de resultados. Estas funções podem ser usadas em conjunto com a declaração GROUP BY. Vamos ver como elas funcionam usando algumas funções fáceis exemplos. Funções Agregadas SQL Suponha que tenhamos usuários residentes em uma cidade, e armazenamos suas informações em duas tabelas. Estas tabelas e seu relacionamento são mostradas abaixo:

Usando GROUP BY em SQL

Agora que você conhece os comandos centrais do SQL, aumente suas consultas com a cláusula GROUP BY e funções agregadas. GROUP BY é uma cláusula SQL que organiza os dados em grupos com base em um valor (ou valores) comum. É amplamente utilizada para obter informações resumidas para grandes conjuntos de dados, bem como para computar estatísticas básicas agregadas. Uma vez que você tenha compreendido os comandos básicos de SQL como SELECT, WHERE e JOIN, o domínio da cláusula GROUP BY pode ajudá-lo a implementar seu conhecimento de SQL em cenários de inteligência empresarial do mundo real.

Como funciona o SQL GROUP BY?

O agrupamento de resultados é um poderoso recurso SQL que permite calcular as principais estatísticas para um grupo de registros. GROUP BY é uma das cláusulas mais poderosas do SQL. Ele permite que você veja os dados de uma nova maneira e encontre métricas chave (como a média, valores máximos e mínimos em um grupo de registros). Sem GROUP BY, todos os resultados que obtemos são orientados para os registros.

Como ordenar valores em uma ordem específica em SQL

Às vezes, você será obrigado a ordenar seus dados de uma determinada forma, e muitas vezes o uso de modificadores de ordenação típicos como ASC e DESC não são suficientes. Este artigo mostrará como usar a declaração CASE para ordenar seus dados exatamente como você precisa que eles sejam. Você já precisou encomendar seus dados de uma maneira muito específica? Um dos melhores métodos para lidar com a classificação complexa é usar CASE.

GROUP BY em SQL Explained

A declaração SQL GROUP BY é fácil de usar, mas pode ser difícil de dominar. Aprenda o que você pode fazer com GROUP BY, como funciona e como utilizá-lo com funções agregadas. GROUP BY é uma das ferramentas SQL básicas. Entretanto, pode ser difícil para iniciantes compreender como funciona GROUP BY e como é usado para computar estatísticas com diferentes funções agregadas. Neste artigo, vou usar vários exemplos para mostrar exatamente como GROUP BY organiza as linhas e como as funções agregadas podem ser usadas para calcular estatísticas em uma ou mais colunas.

O que é SQL Avançado?

Você está confuso sobre as habilidades avançadas em SQL? Quais são elas? Este artigo explicará o que SQL avançado pode significar, especialmente porque o usamos em LearnSQL.com.br. Tenho certeza de que você encontra as frases "habilidades SQL avançadas" ou "tópicos SQL avançados" com muita freqüência. Você leu um artigo sobre SQL avançado e está satisfeito com a facilidade com que estes tópicos avançados parecem ser. Então você conversa com alguém e vê que ele considera tudo o que você sabe como conhecimento básico de SQL.

Quem tem o mais alto salário, em termos de Departamento? Use SQL para Descobrir!

Este artigo mostra como obter o salário total por departamento para uma organização, usando a funcionalidade GROUP BY do SQL. Explicamos em detalhes a cláusula SQL GROUP BY junto com a filtragem condicional usando uma cláusula HAVING. A compreensão do gasto salarial para uma organização é um dos pontos de partida comuns para os líderes empresariais. Ele os ajuda a ver quem na organização tem o maior custo salarial total, em termos de departamento.

5 Exemplos de GROUP BY

Quando você começa a aprender SQL, você se depara rapidamente com a cláusula GROUP BY. O agrupamento de dados - ou agregação de dados - é um conceito importante no mundo dos bancos de dados. Neste artigo, vamos demonstrar como você pode usar a cláusula GROUP BY na prática. Reunimos cinco exemplos de GROUP BY, desde os mais fáceis até os mais complexos para que você possa ver o agrupamento de dados em um cenário da vida real.

7 Comum GROUP BY Erros

Você está cometendo esses erros com o GROUP BY em SQL? Descubra o que eles são, como evitá-los e como corrigi-los. A declaração GROUP BY da SQL pode rapidamente desvendar poderosas informações de dados. No início, usar GROUP BY pode parecer fácil - por exemplo, ao criar relatórios SQL básicos que você apresentará aos tomadores de decisão de negócios. Mas enquanto aprende este poderoso recurso, você pode ficar preso a erros estranhos ou obter resultados incorretos causados por declarações GROUP BY mal escritas.

Diferença entre GROUP BY e ORDER BY em palavras simples

Para alguém que está aprendendo SQL, um dos lugares mais comuns para ficar preso é ao aprender o comando GROUP BY. GROUP BY e ORDER BY são duas palavras-chave importantes em SQL que usamos para organizar dados. A diferença entre GROUP BY e ORDER BY é que ORDER BY é mais simples do que GROUP BY e geralmente é introduzido cedo em um curso de SQL. Às vezes, as pessoas ficam bastante confusas sobre estes dois conceitos (SQL ORDER BY vs.

Qual é a diferença entre um GROUP BY e uma PARTITION BY?

As funções Window são uma grande adição ao SQL, e podem facilitar muito sua vida se você souber como usá-las corretamente. Hoje, vamos abordar as diferenças entre um GROUP BY e uma PARTITION BY. Começaremos com o básico e lentamente chegaremos a um ponto em que você poderá continuar pesquisando por conta própria. PARTITION BY vs. GROUP BY As cláusulas PARTITION BY e GROUP BY são usadas freqüentemente em SQL quando é necessário criar um relatório complexo.

Tag: Guia

Os Termos SQL que os Iniciantes Devem Saber - Parte 3

Esta é a terceira parte da minha lista de termos SQL essenciais para iniciantes. Na primeira, você aprendeu o que são tabelas, bancos de dados relacionais e consultas. Na segunda parte do tutorial, eu lhe falei sobre apelidos, Cláusulas JOIN em SQL, chaves primárias e subconsultas. Agora, está na hora de termos mais avançados de bancos de dados. Mas não tenha medo! Não vou esmagá-los com definições científicas. Explicarei tudo simplesmente para que você possa entender facilmente.

Os principiantes devem saber os termos SQL

Você já começou a aprender SQL? Você se sente um pouco perdido no labirinto de novas palavras e idéias? Aqui está uma lista de 10 termos SQL absolutamente essenciais para iniciantes. Quando você começa a aprender SQL, há muito o que processar. E alguns deles - mesmo termos SQL básicos - se perdem no embaralhamento. Se isto lhe parece, marque este artigo; será uma referência útil. Vou explicar estes termos SQL básicos com as palavras mais simples possíveis.

Termos SQL que os Iniciantes Devem Saber - Parte 2

Esta é a segunda parte da minha lista de termos SQL essenciais para iniciantes. Na primeira, você aprendeu o que são uma tabela, banco de dados relacional e consulta. Agora, está na hora de termos mais avançados de banco de dados. Mas não tenha medo! Não vou esmagá-los com definições científicas. Explicarei tudo simplesmente para que você possa entender facilmente. Se você quiser rever os termos SQL básicos, veja meu artigo anterior, SQL Terms Beginners Should Know.

Termos SQL que os Iniciantes Devem Saber - Parte 4

Aqui está - outro lote de termos SQL que devem saber. Nas duas primeiras partes, cobrimos tabelas, bancos de dados relacionais, consultas, pseudônimos, Cláusulas JOIN em SQL, chaves primárias, e subconsultas. Da última vez, passamos a termos mais avançados como INSERT INTO, GROUP BY, e HAVING. Você está pronto para mergulhar mais profundamente na terminologia SQL? Esta é a quarta parte de nossa série sobre termos SQL básicos para iniciantes (e todos os outros).

Vale a pena aprender SQL?

Estamos no século XXI. Estes são os "últimos tempos de dados", nos quais há muitas informações sobre todos os tipos de coisas. Queremos explorar ainda mais esta informação, cortar e cortar em cubos, entender de onde ela vem e o que a desencadeia. Com a chegada de tão grandes quantidades de dados, as pessoas descobriram que as planilhas não são suficientes. Há uma necessidade de uma solução maior, algo como uma planilha em esteróides.

As 5 principais linguagens de programação para aprender ao lado de SQL

Se você já sabe ou está prestes a aprender SQL, você está no caminho certo para ser um procurado administrador de banco de dados, engenheiro de banco de dados, ou apenas um garoto de banco de dados em geral! SQL é uma linguagem moderna e amplamente utilizada que encontra aplicação em quase todas as indústrias. Não há falta de empregos com SQL. Mas e se você quiser se ramificar e aprender outra linguagem para complementar seus conhecimentos e habilidades em SQL?

Os 10 principais laptops para aprendizado de SQL em 2020

Se você quer aprender SQL, você vai precisar de um dispositivo portátil e poderoso. Eu recomendo um laptop. Aqui estão as características que você vai precisar, assim como minhas escolhas para laptops para que você aprenda SQL em 2020! Devo admitir que navegar no computador da Amazon oferece ou entrar em qualquer loja de computadores pode lhe dar uma dor de cabeça. Tantos modelos, com tantas opções! Eles diferem em componentes, mão-de-obra, duração da bateria e tamanho e resolução da tela.

Que prática SQL você precisa se preparar para uma entrevista técnica de trabalho?

Você mesmo marcou uma entrevista para um trabalho relacionado a SQL. Bom trabalho! Mas talvez a incerteza esteja se instalando à medida que a data de sua entrevista se aproxima. Você conhece SQL suficiente para fazer o corte? Quais perguntas você provavelmente será perguntado? Que prática SQL você deveria estar fazendo antes de sua entrevista? Quase todos os candidatos a trabalhos SQL passam exatamente pelo mesmo processo de quebra de nervos.

As bases de dados mais populares em 2020

Qual solução de banco de dados é atualmente a mais popular? Qual dialeto SQL você deve estudar? Neste artigo, vou compartilhar os resultados de minha pesquisa e minha experiência pessoal. Aqui estão os bancos de dados que vale a pena aprender SQL para usar. Primeiro, vamos responder algumas perguntas simples: O SQL ainda é útil? Vale a pena aprender? Se você concluir um curso de SQL online, será que isso facilitará seu trabalho?

Tag: Guia De Instalação

Como começar a rodar as consultas SQL

Neste artigo, explicarei como executar uma consulta SQL para ajudá-lo a executar sua primeira consulta. Vamos direto ao assunto! Executar consultas SQL pela primeira vez não é uma tarefa complexa, mas pode parecer intimidante no início, se você for um iniciante completo. Mas uma vez ultrapassado esse bloqueio inicial, você será capaz de se concentrar em aprender SQL e escrever consultas mais interessantes para atender às necessidades de seu negócio.

Tag: Hierarchical Data

Dados Hierárquicos e Como Consultá-los em SQL

Como você reconhece os dados hierárquicos e como consultá-los? Duas perguntas SQL comuns estão prestes a serem respondidas. A consulta de dados hierárquicos é uma situação bastante comum se você estiver trabalhando com SQL e bancos de dados relacionais. Não que os dados hierárquicos sejam algo místico e raro; pelo contrário, estão em toda parte. Então por que os dados hierárquicos são tão desafiadores quando se trata de bancos de dados relacionais?

Tag: História Do Sql

A História do SQL - Como Tudo Começou

Quem criou o SQL e por quê? Descubra neste artigo! Você está aprendendo SQL? Ou você está prestes a dar o primeiro passo para trabalhar com bancos de dados? Grande decisão! De qualquer forma, vale a pena conhecer a história do SQL - de onde veio, quem o criou e por quê. Aqui está uma breve história da SQL, começando com seu conceito fundacional: o banco de dados. Ted Codd e o Modelo de Dados Relacionais As primeiras bases de dados informatizadas surgiram no final dos anos 60.

A história das normas SQL

O padrão SQL mudou nos mais de 30 anos de existência? Absolutamente! Aprenda sobre a jornada da SQL-86 para a SQL moderna, a linguagem de dados padrão dos dias de hoje. A SQL foi criada no início dos anos 70 pela IBM. Em 1974, Donald Chamberlin e Raymond Boyce publicaram o artigo SEQUEL: A Structured English Query Language, que introduziu o SQL no mundo. O artigo continha a gramática BNF (uma descrição técnica detalhada da sintaxe da linguagem) para a linguagem, o que a IBM mais tarde pensou ser um erro.

Tag: Insert

O que é a Declaração INSERT em SQL?

A instrução INSERT em SQL é usada para adicionar novos dados ao seu banco de dados. Este artigo explicará como utilizá-la e lhe mostrará exemplos práticos ao longo do caminho. Quando você aprende SQL, você se concentra em obter dados de um banco de dados, trabalhando principalmente com SELECT. Em SQL, há também instruções que permitem modificar dados em um banco de dados. A primeira é a declaração INSERT: ela adiciona dados a uma tabela.

Usando CASE com declarações de modificação de dados

O que acontece quando você combina o CASE com as instruções de modificação de dados do SQL? Descubra neste artigo. A expressão CASE é uma parte muito útil da SQL e que você empregará com freqüência. Já abordamos o que a expressão CASE faz, como formatá-la e como utilizá-la em uma declaração SELECT em"Using CASE to Add Logic to a SELECT". Outro artigo,"Como Ordenar Registros com a Cláusula ORDER BY"

Tag: Intersect

O que as cláusulas SQL INTERSECT e MINUS fazem?

Você sabe a diferença entre as cláusulas INTERSECT e MINUS do SQL e como utilizá-las? Você encontrará exemplos e explicações neste artigo. SQL INTERSECT e MINUS são cláusulas úteis para encontrar rapidamente a diferença entre duas tabelas e encontrar as linhas que elas compartilham. INTERSECT compara os dados entre tabelas e retorna apenas as linhas de dados que existem em ambas as tabelas. MINUS compara os dados entre tabelas e retorna as linhas de dados que existem somente na primeira tabela que você especificar.

Tag: Join

Explicações sobre SQL JOINs: 5 exemplos claros de SQL INNER JOIN para iniciantes

Está procurando uma explicação clara das junções em SQL? Confira estes cinco exemplos de SQL INNER JOIN! No SQL, INNER JOINs pode ser um pouco difícil para os iniciantes dominarem. Mas, quando você começar a trabalhar com elas, verá que são muito úteis! Vamos discutir cinco exemplos de SQL INNER JOINs. Mas, primeiro, vamos fazer uma rápida revisão do motivo pelo qual os JOINs são importantes. Nos bancos de dados relacionais, os dados são organizados e armazenados em tabelas.

Junções de SQL: 12 perguntas práticas com respostas detalhadas

Neste artigo, aprofundamos nosso curso SQL JOINS e apresentamos 12 exercícios de junção para você resolver. Mas não se preocupe - todos os exercícios têm soluções e explicações. Se você ficar preso, a ajuda está à sua disposição! Afinal de contas, este curso foi criado para praticar e aprender. As uniões de SQL podem ser complicadas. Não se trata apenas da sintaxe, mas também de saber quais uniões usar em quais cenários.

O que é FULL JOIN no SQL? Uma explicação com 4 exemplos

O que é FULL JOIN - um dos tipos de junção SQL frequentemente negligenciados? Neste artigo, mostraremos como o FULL JOIN pode ser útil e ensinaremos como aplicá-lo a diferentes cenários. Os quatro exemplos abrangem alguns dos usos típicos. Uma junção SQL é uma construção para combinar dados de duas ou mais tabelas. FULL JOIN é um dos tipos de junções. Você aproveitará ao máximo este artigo se já estiver familiarizado com as junções SQL e como elas funcionam.

O que é um LEFT OUTER JOIN no SQL? Uma explicação com 4 exemplos

O artigo de hoje discutirá o LEFT OUTER JOIN em SQL. Examinaremos vários exemplos de uso do LEFT OUTER JOIN e o compararemos com o INNER JOIN. O JOIN é um recurso do SQL que permite combinar dados de duas ou mais tabelas. A natureza dos bancos de dados relacionais torna o JOIN um dos recursos mais usados no SQL. Por quê? Na prática, muito raramente você terá todos os dados necessários em uma única tabela.

Dicas de SQL JOIN Tips for Beginners

Se você é um iniciante e quer saber como começar a usar Cláusulas JOIN em SQL em suas consultas, você veio ao lugar certo. O uso da cláusula SQL JOIN é necessário se você quiser consultar várias tabelas. Mais cedo ou mais tarde, você terá que usar mais de uma tabela em uma consulta. É a natureza dos bancos de dados relacionais em geral - eles consistem em dados que normalmente são salvos em múltiplas tabelas; por sua vez, estes formam um banco de dados.

O que é um SQL INNER JOIN?

Como combinar dados de diferentes tabelas em uma única consulta? Um recurso SQL chamado JOIN é o operador mais comum usado para criar consultas complexas. Aprenda o básico neste artigo. SQL nos permite selecionar dados de mais de uma tabela. Na verdade, toda a idéia de usar bancos de dados relacionais é selecionar dados de tabelas relacionadas. E podemos usar o operador JOIN do SQL para fazer isso. Há muitos tipos de JOINs em SQL.

Um Guia Ilustrado para o SQL CROSS JOIN

O que é uma declaração SQL CROSS JOIN? Quando você deve usá-la? Quando você não deve usá-la? Este post lhe dirá o que você precisa saber sobre CROSS JOIN. Você já sabe que pode usar a instrução SQL JOIN para juntar uma ou mais tabelas que compartilham um registro correspondente. E se você ler o post do LearnSQL Aprendendo Cláusulas JOIN em SQL Utilizando Situações da Vida Real, você sabe que há muitos tipos de JOINs.

Um Guia Ilustrado para o SQL INNER JOIN

O que é um SQL INNER JOIN, e como funciona? Vamos descobrir! Em meu último artigo, eu discuti o Operação CROSS JOIN em SQL. Hoje, veremos INNER JOIN e como utilizá-lo. É o mesmo que um JOIN? Quantas tabelas você pode vincular com um INNER JOIN? Todas estas são boas perguntas. Vejamos as respostas! O que é um INNER JOIN? INNER JOIN combina dados de várias tabelas, unindo-as com base em um registro correspondente.

Como Juntar Duas Tabelas em SQL

É muito comum precisar consultar dados de várias tabelas ao trabalhar com bancos de dados relacionais, e não é algo difícil se você souber usar os operadores SQL específicos para isso. Neste artigo, você aprenderá como juntar duas tabelas usando WHERE e o operador especial JOIN, e verá como filtrar linhas nos resultados. SSe você deseja praticar a união de tabelas em SQL, confira nosso curso interativo Cláusulas JOIN em SQL.

Um Guia Ilustrado para o SQL Non Equi Join

Você sabia que em SQL, um join não tem que ser baseado em partidas idênticas? Neste post, olhamos para o SQL non equi join, que usa operadores 'não iguais' para combinar registros. Já discutimos vários tipos de join, incluindo self join e CROSS JOIN, INNER JOIN e OUTER JOIN. Esses tipos de uniões normalmente aparecem com o sinal de igual (=). No entanto, algumas juntas utilizam outras condições além do sinal de igual (=).

Um Guia Ilustrado para o SQL OUTER JOIN

Já discutimos o curso SQL CROSS JOIN e JUNÇÃO DOS MEMBROS declarações. Chegou a hora de explorar outra: OUTER JOIN. O que é isso? Como funciona? Vamos descobrir! Se você leu nossos outros posts, você sabe que pode vincular os dados em duas ou mais tabelas de banco de dados usando um dos muitos tipos de operadores SQL join. Hoje, vamos discutir os três tipos de OUTER JOIN: LEFT OUTER JOIN, RIGHT OUTER JOIN, e FULL OUTER JOIN.

Conversão de subconsultas em adesões

Nem todas as consultas são iguais, especialmente em termos de desempenho. Neste artigo, veremos como você pode converter as subconsultas SQL em junções para maior eficiência. Quando devo usar as subconsultas SQL? Ótima pergunta! Infelizmente, não há uma resposta concreta. Os iniciantes em SQL tendem a usar em excesso as subconsultas. Normalmente, quando descobrem que a construção de SQL funciona em uma situação, eles tentam aplicar essa mesma abordagem a outras situações.

Exemplos de aprendizagem de JOINs com o mundo real SQL

A declaração JOIN permite trabalhar com dados armazenados em várias tabelas. Neste artigo, vou guiá-lo através do tópico de cláusulas JOIN usando exemplos SQL do mundo real. Imagine se você pudesse trabalhar apenas com uma tabela de banco de dados de cada vez. Felizmente, isto não é nada com que tenhamos que nos preocupar. Assim que você aprender a declaração JOIN, você pode começar a vincular dados. Neste artigo, vou usar exemplos SQL do mundo real que ilustram como usamos JOINs, como cada tipo de JOIN funciona, e quando usar cada tipo.

SQL JOINs

Um SQL JOIN é um método de recuperação de dados de duas ou mais tabelas de banco de dados. Este artigo apresenta uma visão geral básica de como serão os dados de um determinado SQL join. Uma maneira popular de entender os SQL joins é visualizá-los usando diagramas Venn, de modo que cada exemplo tenha o diagrama Venn correspondente, a declaração apropriada SELECT e a tabela de resultados. Existem alguns tipos principais de joins SQL:

SQL JOINs para iniciantes

Você provavelmente já está familiarizado com consultas SQL simples, tais como SELECT * FROM table. Agora você está se perguntando o que fazer quando tem várias tabelas, e você quer se juntar a elas. Exatamente! JOIN é a chave. Neste tutorial Cláusulas JOIN em SQL para iniciantes, você aprenderá como conectar dados de múltiplas tabelas. O que são Cláusulas JOIN em SQL? Os bancos de dados geralmente têm mais de uma tabela.

Um Guia Ilustrado de Junção Múltipla

Até agora, nossos artigos na série "An Illustrated Guide" explicaram vários tipos de junção: INNER JOINs, OUTER JOINs (LEFT JOIN, RIGHT JOIN, FULL JOIN), CROSS JOIN, se auto-adesão e não-equi se unem. Neste artigo final da série, mostramos como criar consultas SQL que correspondem a dados de várias tabelas usando um ou mais tipos de join. Tipos de Junção em Consultas SQL Antes de começarmos a discutir exemplos de consultas SQL que utilizam múltiplos tipos de join, vamos fazer uma breve recapitulação dos tipos de join que cobrimos até agora, apenas para ter certeza de que você entende as diferenças.

Um Guia Ilustrado para a Auto-Adesão SQL

O que é uma auto-adesão SQL e como ela funciona? Quando ele deve ser usado? Daremos respostas a essas perguntas! Em SQL, podemos combinar dados de várias tabelas usando um operador JOIN. JOIN tem várias variantes; já discutimos CROSS JOIN, INNER JOIN, e OUTER JOIN. Na maioria das vezes, estes operadores juntam dados de duas ou mais tabelas diferentes. Você pode praticar todos os diferentes tipos de JOINs em nosso Cláusulas JOIN em SQL curso.

Como praticar o SQL JOINs

Não há melhor maneira de aprender SQL JOINs do que através da prática. No entanto, provavelmente haverá obstáculos ao longo do caminho. Vou cobrir alguns desses obstáculos e dar idéias de como superá-los. Embora este artigo não o transformará em um especialista em Cláusulas JOIN em SQL, ele lhe mostrará como se tornar um. Então, vamos começar! Desafios ao Praticar Cláusulas JOIN em SQL É difícil responder "Como você domina Cláusulas JOIN em SQL?

Tipos de SQL JOIN Explicados

Qual é a diferença entre INNER JOIN, LEFT JOIN, RIGHT JOIN, e FULL JOIN in SQL? Quando você deve usar cada um deles? Temos suas respostas aqui mesmo. Você quer combinar dados de duas ou mais tabelas diferentes, mas não tem certeza de como fazê-lo em SQL. Não se preocupe. Neste artigo, mostrarei a você como usar a cláusula SQL JOIN para fundir dados de duas tabelas. Existem diferentes tipos de SQL JOIN que você pode usar para diferentes resultados.

Uma introdução ao uso das funções agregadas de SQL com JOINs

Anteriormente, discutimos o uso de funções agregadas SQL com a declaração GROUP BY. Os leitores regulares do nosso blog também se lembrarão de nosso recente tutorial sobre JOINs. Se você estiver um pouco enferrujado em qualquer um dos assuntos, eu o encorajo a revisá-los antes de continuar este artigo. Isso é porque vamos aprofundar funções agregadas emparelhando-os com JOINs. Esta dupla desencadeia todas as possibilidades das funções agregadas SQL e nos permite realizar cálculos em várias tabelas em uma única consulta.

Tag: Joins

Explicações sobre SQL JOINs: 5 exemplos claros de SQL INNER JOIN para iniciantes

Está procurando uma explicação clara das junções em SQL? Confira estes cinco exemplos de SQL INNER JOIN! No SQL, INNER JOINs pode ser um pouco difícil para os iniciantes dominarem. Mas, quando você começar a trabalhar com elas, verá que são muito úteis! Vamos discutir cinco exemplos de SQL INNER JOINs. Mas, primeiro, vamos fazer uma rápida revisão do motivo pelo qual os JOINs são importantes. Nos bancos de dados relacionais, os dados são organizados e armazenados em tabelas.

Junções de SQL: 12 perguntas práticas com respostas detalhadas

Neste artigo, aprofundamos nosso curso SQL JOINS e apresentamos 12 exercícios de junção para você resolver. Mas não se preocupe - todos os exercícios têm soluções e explicações. Se você ficar preso, a ajuda está à sua disposição! Afinal de contas, este curso foi criado para praticar e aprender. As uniões de SQL podem ser complicadas. Não se trata apenas da sintaxe, mas também de saber quais uniões usar em quais cenários.

O que é FULL JOIN no SQL? Uma explicação com 4 exemplos

O que é FULL JOIN - um dos tipos de junção SQL frequentemente negligenciados? Neste artigo, mostraremos como o FULL JOIN pode ser útil e ensinaremos como aplicá-lo a diferentes cenários. Os quatro exemplos abrangem alguns dos usos típicos. Uma junção SQL é uma construção para combinar dados de duas ou mais tabelas. FULL JOIN é um dos tipos de junções. Você aproveitará ao máximo este artigo se já estiver familiarizado com as junções SQL e como elas funcionam.

Como escrever várias junções em uma consulta SQL

Você já se perguntou como funcionam as junções múltiplas? Quer saber como unir várias tabelas em uma única consulta? Leia este artigo para descobrir! Se você está apenas começando sua jornada no SQL, talvez tenha achado difícil entender o conceito de SQL JOINs, especialmente se tiver de unir mais de duas tabelas em uma consulta. Não se preocupe! Neste artigo, exploraremos como o JOIN funciona e resolveremos todos os seus mistérios!

O que é o OUTER JOIN em SQL?

Mesmo que você seja novo em SQL, você deve ter se deparado com o termo OUTER JOIN. Neste artigo, vou explicar o que OUTER JOIN in SQL faz. Vou usar alguns exemplos práticos para demonstrar como ele é usado nas aplicações SQL do dia-a-dia. Se você quiser usar SQL para fins práticos, aprender os diferentes JOINs é extremamente importante. Na verdade, você estará usando um JOIN em quase todos os segundos em que escrever.

É Possível Juntar Tabelas Sem uma Coluna Comum?

Sim, é possível! Respondendo de forma mais completa, sim, há algumas maneiras de juntar duas tabelas sem uma coluna comum, incluindo CROSS JOIN (produto cartesiano) e UNION. Embora este último não seja tecnicamente um JOIN, ele pode ser útil para unir tabelas em SQL. Neste artigo, vou apresentar diferentes soluções com exemplos. Quando é Necessário Unir Tabelas sem uma Coluna Comum? Quem está começando em SQL normalmente é introduzido aos JOINs equi padrão, nos quais duas tabelas são unidas por uma coluna comum.

O Que é um Self Join em SQL? Sete Exemplos para Explicar

A auto-junção ("Self Join") é um caso especial comum de JOIN em SQL. Enquanto a maioria dos JOINs liga duas ou mais tabelas entre si para apresentar seus dados de forma combinada, um Self Join liga uma tabela a ela mesma. Isto geralmente é feito ligando uma tabela a si mesma apenas uma vez dentro de uma consulta SQL, mas é possível fazê-lo várias vezes dentro da mesma consulta.

Como Juntar Várias Tabelas em SQL Usando LEFT JOIN

É possível unir tabelas em SQL usando LEFT JOIN? Claro que sim! Se necessário, você pode usar vários LEFT JOINs em uma única consulta para a sua análise. Neste artigo, apresentarei alguns exemplos para demonstrar como juntar várias tabelas em SQL e como evitar alguns erros comuns ao fazer isso. O que é um LEFT JOIN? Vamos começar lembrando o que é um LEFT JOIN e como utilizá-lo. Você deve se lembrar que um INNER JOIN retorna apenas os registros que estão em ambas as tabelas.

Como Juntar 3 Tabelas (ou Mais) Em SQL

Usar JOIN em SQL não significa que você só pode unir duas tabelas. Você pode unir três, quatro, ou até mais! As possibilidades são infinitas. Se você acabou de aprender a usar JOINs em SQL, pode achar que está limitado a duas tabelas. Isso é bem comum - este conceito pode ser difícil de entender, e a ideia de que podemos usar essa função em casos mais complexos pode assustar no início.

5 Melhores práticas para escrever SQL JOINs

Estas melhores práticas para Cláusulas JOIN em SQL ajudarão você a fazer consultas SQL legíveis que forneçam resultados precisos, claros e compreensíveis. Considerando que os bancos de dados relacionais são construídos em torno de tabelas relacionadas, não é de se admirar que Cláusulas JOIN em SQL - que permitem combinar informações de várias tabelas - seja uma das principais habilidades adquiridas por novatos em SQL. Cláusulas JOIN em SQL curso por LearnSQL.

Como aprender SQL JOINs

JOINs são um dos comandos SQL mais fundamentais e comumente usados para manipular e consultar conjuntos de dados do mundo real. Eles também são um dos tópicos SQL mais desafiadores de dominar! Neste artigo, você aprenderá uma estratégia eficaz para aprender os diferentes tipos de Cláusulas JOIN em SQL. Quando os dados são armazenados em uma única tabela, podemos facilmente recuperar as linhas e obter todas as informações necessárias. Mas quando as empresas escalam, seus dados também o fazem.

Exemplos práticos de quando usar JOINs não-Equi em SQL

Se você acha que duas tabelas em SQL só podem ser unidas usando o campo comum, você ficará entusiasmado em saber que existem outras formas de unir. Os JOINs não-equi usam diferentes tipos de operadores de comparação na condição de JOIN. Neste artigo, vou guiá-lo através de exemplos de JOINs não-equi para mostrar os casos de uso comum para este tipo de JOIN. Equi JOIN vs. Non-Equi JOIN Como você costuma unir duas tabelas em SQL?

Qual é a diferença entre ter várias tabelas de origem e usar juntas?

Qual é a sua abordagem para juntar tabelas em SQL? Neste artigo, discutimos duas abordagens e explicamos por que muitos desenvolvedores de SQL têm uma preferência definida por JOIN. Você prefere listar várias tabelas em FROM e usar WHERE para definir as condições de junção? Ou você usa a palavra-chave JOIN? SQL suporta ambas, mas há diferenças significativas entre elas. Vamos analisar cada uma delas em detalhes e depois discutir por que o JOIN é geralmente preferido.

7 Exemplos de SQL JOIN com explicações detalhadas

Você precisa unir várias tabelas para obter o conjunto de resultados necessários? O SQL JOIN é uma ferramenta básica mas importante utilizada pelos analistas de dados que trabalham com bancos de dados relacionais. E entendo que pode ser difícil escolher entre os zilhões de guias introdutórios para junções. Neste artigo, vou me concentrar em exemplos do mundo real com explicações detalhadas. Introdução à adesão Com bancos de dados relacionais, as informações desejadas são muitas vezes armazenadas em várias tabelas.

Como se juntar à mesma mesa duas vezes

JOIN é uma das afirmações mais comuns em SQL. Como você deve saber, ele é usado para unir e combinar dados de duas ou mais tabelas em um conjunto de dados comum. Neste artigo, vou discutir tipos especiais de uniões? nas quais você combina a mesma tabela duas vezes - inclusive unindo uma tabela a si mesma, também conhecida como self join. Quando e por que você precisa fazer isso?

Subquery vs. JOIN

Um dos desafios na escrita de consultas SQL é escolher entre usar uma subconsulta ou um JOIN. Há muitas situações em que um JOIN é a melhor solução, e há outras em que uma subconsulta é melhor. Vamos considerar este tópico em detalhes. As subconsultas são usadas em consultas SQL complexas. Normalmente, há uma consulta principal externa e uma ou mais subconsultas aninhadas dentro da consulta externa. As subconsultas podem ser simples ou correlacionadas.

Tag: Learn Sql

Como o SQL pode ajudá-lo a entender melhor seus clientes

Neste artigo, vamos nos aprofundar em como o SQL pode ajudar as empresas a analisar os dados dos clientes, descobrir padrões e tomar decisões informadas para atender às necessidades dos clientes. Gerenciar e entender os clientes é crucial para qualquer empresa, e isso requer dados. Os dados dos clientes, como hábitos de compra, preferências e feedback, geralmente são armazenados em bancos de dados. Para acessar e analisar esses dados, você precisa dominar o SQL, a linguagem criada para gerenciar e consultar dados em bancos de dados.

Tag: Left Join

O que é um LEFT OUTER JOIN no SQL? Uma explicação com 4 exemplos

O artigo de hoje discutirá o LEFT OUTER JOIN em SQL. Examinaremos vários exemplos de uso do LEFT OUTER JOIN e o compararemos com o INNER JOIN. O JOIN é um recurso do SQL que permite combinar dados de duas ou mais tabelas. A natureza dos bancos de dados relacionais torna o JOIN um dos recursos mais usados no SQL. Por quê? Na prática, muito raramente você terá todos os dados necessários em uma única tabela.

Como Juntar Várias Tabelas em SQL Usando LEFT JOIN

É possível unir tabelas em SQL usando LEFT JOIN? Claro que sim! Se necessário, você pode usar vários LEFT JOINs em uma única consulta para a sua análise. Neste artigo, apresentarei alguns exemplos para demonstrar como juntar várias tabelas em SQL e como evitar alguns erros comuns ao fazer isso. O que é um LEFT JOIN? Vamos começar lembrando o que é um LEFT JOIN e como utilizá-lo. Você deve se lembrar que um INNER JOIN retorna apenas os registros que estão em ambas as tabelas.

Tag: Like

Como usar LIKE em SQL: Correspondência de Padrões SQL

A correspondência de padrões SQL é uma habilidade muito importante e útil. Neste artigo, analisamos como você pode realizá-lo usando LIKE em SQL. Acorrespondência de padrões SQL é um conceito muito simples. Ele permite que você pesquise cadeias e substratos e encontre certos caracteres ou grupos de caracteres. Além do SQL, esta operação pode ser realizada em muitas outras linguagens de programação. Neste artigo, vamos examinar como você pode usar LIKE em SQL para pesquisar substratos.

Tag: Lsql

O que é o OUTER JOIN em SQL?

Mesmo que você seja novo em SQL, você deve ter se deparado com o termo OUTER JOIN. Neste artigo, vou explicar o que OUTER JOIN in SQL faz. Vou usar alguns exemplos práticos para demonstrar como ele é usado nas aplicações SQL do dia-a-dia. Se você quiser usar SQL para fins práticos, aprender os diferentes JOINs é extremamente importante. Na verdade, você estará usando um JOIN em quase todos os segundos em que escrever.

Tag: Manipulação De Strings

5 Funções SQL para Manipular Cordas

As funções SQL usadas para manipular cordas, comumente chamadas de funções de cordas, estão entre as mais importantes ferramentas SQL. Neste post, analisaremos cinco maneiras de realizar várias operações em strings. Há muitas funções SQL que lhe permitem "editar" dados em cadeia. Conforme você aprende SQL, você verá como elas se mostram úteis. Alguns se ajustam a espaços ou caracteres desnecessários; outros lhe dizem qual é o comprimento de uma string.

Tag: Mascarar Nulls

Entendendo o uso do NULL em SQL Lógica com três valores

As NULLs são necessárias em bancos de dados relacionais, e aprender a usá-las é fundamental para o sucesso do SQL. Entretanto, as NULLs também devem ser tratadas com cuidado, como explicamos neste post. Em bancos de dados relacionais, nem sempre temos um valor a ser colocado em uma coluna. Por exemplo, suponha que tenhamos uma tabela chamada "pessoas" que tenha colunas "primeiro_nome", "último_nome", "data_de_nascimento" e "data_do_casamento". Que valor vamos armazenar na coluna "

Tag: Max

Funções SQL MIN e MAX Explicadas em 6 Exemplos

O que são as funções SQL MIN() e MAX()? Quando você deve usá-las como funções agregadas, e quando deve usá-las com funções de janela? Explicamos usando exemplos práticos. É difícil imaginar SQL sem as funções agregadas MIN() e MAX(). Elas são muito úteis entre muitos profissionais de dados porque nos permitem resolver muitos problemas de negócios. Neste artigo, vou explicar o que cada função faz e discutir vários casos de uso.

Tag: Mercado De Trabalho Sql

Por que todo administrador de banco de dados precisa de SQL

O que é um administrador de banco de dados? O que ele faz? Por que precisam saber SQL e para que o utilizam? Neste artigo, responderei a essas perguntas. Com o avanço da tecnologia, cada vez mais dados estão disponíveis para ajudar as organizações a tomar decisões informadas. Não é possível manter a competitividade - ou prestar um bom serviço aos clientes - sem as informações corretas. Os administradores de banco de dados são responsáveis por garantir que os dados corretos sejam armazenados com segurança, que sejam facilmente acessíveis a quem precisa deles e que estejam protegidos contra ataques mal-intencionados.

Quem é um gerente de dados?

Quem são os gerentes de dados? Quais são suas responsabilidades e como posso me tornar um? Responderemos a essas perguntas e o ajudaremos a se tornar um gerente de dados! Em termos simples, os gerentes de dados supervisionam o gerenciamento de informações ou dados em uma organização. Eles gerenciam a organização, o armazenamento, a segurança e a acessibilidade dos dados e colaboram com outros membros da equipe para garantir a precisão e a utilidade dos dados no apoio à tomada de decisões.

Quatro razões pelas quais você deve aprender SQL na ciência dos dados

O SQL é importante para a ciência dos dados? Certamente é! Esta linguagem pode ajudá-lo a construir uma base para sua carreira analítica. Vamos ver como você usa SQL na ciência dos dados. A ciência de dados está quente agora mesmo. E se você pudesse prever o próximo colapso do mercado? Ou conter a propagação do Ébola? Ou prever com precisão uma crise de saúde meses ou até mesmo anos antes que ela aconteça?

Perguntas mais populares sobre a entrevista SQL para analistas de negócios

SQL é uma habilidade extremamente desejável para qualquer um no mercado de hoje - não apenas para aqueles no setor de TI. Está se tornando cada vez mais comum para os empregadores exigir pelo menos um conhecimento básico de SQL em profissões relacionadas a finanças, estatísticas, bancos e análise de negócios. Neste artigo, vamos nos concentrar nas perguntas de SQL para posições de analistas de negócios (BA) que aparecem mais freqüentemente nas entrevistas de emprego.

Prática SQL Completa para Entrevistas

Parabéns! Suas habilidades em SQL foram fortes o suficiente para conseguir aquela entrevista de emprego! Agora, se você soubesse apenas que perguntas SQL e exercícios práticos um recrutador poderia lhe pedir para fazer... Este artigo foi concebido como uma prática SQL para entrevistas. Eu o ajudarei a se preparar para os aspectos SQL e banco de dados de sua entrevista de emprego. Em um artigo anterior, eu expliquei como você pode impulsionar sua carreira aprendendo SQL.

Tag: Min

Funções SQL MIN e MAX Explicadas em 6 Exemplos

O que são as funções SQL MIN() e MAX()? Quando você deve usá-las como funções agregadas, e quando deve usá-las com funções de janela? Explicamos usando exemplos práticos. É difícil imaginar SQL sem as funções agregadas MIN() e MAX(). Elas são muito úteis entre muitos profissionais de dados porque nos permitem resolver muitos problemas de negócios. Neste artigo, vou explicar o que cada função faz e discutir vários casos de uso.

Tag: Minus

O que as cláusulas SQL INTERSECT e MINUS fazem?

Você sabe a diferença entre as cláusulas INTERSECT e MINUS do SQL e como utilizá-las? Você encontrará exemplos e explicações neste artigo. SQL INTERSECT e MINUS são cláusulas úteis para encontrar rapidamente a diferença entre duas tabelas e encontrar as linhas que elas compartilham. INTERSECT compara os dados entre tabelas e retorna apenas as linhas de dados que existem em ambas as tabelas. MINUS compara os dados entre tabelas e retorna as linhas de dados que existem somente na primeira tabela que você especificar.

Tag: Modificação De Dados

Usando CASE com declarações de modificação de dados

O que acontece quando você combina o CASE com as instruções de modificação de dados do SQL? Descubra neste artigo. A expressão CASE é uma parte muito útil da SQL e que você empregará com freqüência. Já abordamos o que a expressão CASE faz, como formatá-la e como utilizá-la em uma declaração SELECT em"Using CASE to Add Logic to a SELECT". Outro artigo,"Como Ordenar Registros com a Cláusula ORDER BY"

Tag: Ms Sql Server

Qual é a diferença entre SQL e T-SQL?

Se você está começando a aprender SQL e está confuso com as diferenças entre SQL padrão e outras linguagens semelhantes como T-SQL, este artigo ajudará a deixar as coisas claras. Você não só aprenderá sobre a diferença entre SQL e T-SQL, mas também encontrará explicações sobre quais tópicos seria melhor começar a aprender primeiro: SQL padrão ou algo mais específico como MS SQL Server. O que é SQL padrão? SQL (Structured Query Language) é uma linguagem de programação básica ANSI/ISO padrão projetada para operar sobre dados armazenados em bancos de dados relacionais.

Tag: Mysql

Uma visão geral das funções de janela do MySQL

As funções de janela do MySQL são muito úteis quando você deseja criar relatórios significativos com SQL. Neste artigo, demonstraremos as funções de janela mais comuns no MySQL e explicaremos como usá-las. O MySQL 8.0 introduziu um novo recurso: funções de janela. Essas funções são muito úteis para analistas de dados e para qualquer pessoa que crie relatórios usando o MySQL. Com elas, você pode calcular facilmente médias móveis, somas cumulativas e outros cálculos sobre subconjuntos específicos de seus dados.

Como exportar dados do MySQL para um arquivo CSV

Um banco de dados é uma plataforma primária para trabalhar com dados e armazenar dados. Mas, muitas vezes, você deve retirar seus dados do banco de dados. Continue lendo para descobrir como exportar dados do banco de dados MySQL para um arquivo CSV. Neste artigo, vamos demonstrar como exportar dados para um arquivo CSV. Começaremos introduzindo o que é um arquivo CSV e por que o usamos. Depois, exportaremos os dados de um banco de dados MySQL para um arquivo CSV.

Funções de data e hora SQL em 5 dialetos SQL populares

Você está confuso com todas as funções de data e hora utilizadas em diferentes dialetos SQL? Neste artigo, eu resumo os tipos de dados de data e hora utilizados no PostgreSQL, Oracle, SQLite, MySQL, e T-SQL. Também forneço exemplos com as principais funções de data e hora SQL utilizadas através destes dialetos. É hora de se tornar gurus de data e hora! Você quer calcular com que freqüência os funcionários estão atrasados para o trabalho?

Tag: Noções Básicas De Sql

Prática de consulta SQL básica on-line: 20 exercícios para iniciantes

Esses 20 exercícios são exatamente o que os iniciantes precisam para praticar consultas SQL. Tente resolver cada um deles e, em seguida, dê uma olhada nas soluções. Se algo precisar ser esclarecido, há explicações para cada solução. Neste artigo, falaremos menos do que o normal. Em vez disso, você escreverá as respostas para as consultas práticas de SQL. (Não se preocupe; incluímos as soluções se você ficar preso.) O objetivo é dar a você, como iniciante, muitas oportunidades de praticar consultas SQL.

Como aprender SQL sem nenhum conhecimento de programação

Se você acha que aprender SQL é apenas para programadores, está profundamente enganado. Essa habilidade está totalmente ao seu alcance! O SQL não é apenas popular e procurado; ele também é muito fácil e intuitivo de aprender. Continue lendo para saber mais! Você está procurando inspiração sobre como começar a aprender SQL. Talvez você queira mudar de emprego ou queira se tornar mais competitivo no mercado de trabalho. Talvez você esteja lidando com grandes quantidades de dados, analisando-os ou coletando-os, e acha que um arquivo do Excel não é suficiente.

Os comandos SQL mais importantes

Neste artigo, exploraremos os comandos SQL mais comuns que todos devem conhecer, incluindo SELECT, INSERT, WHERE e outros. Também daremos exemplos de como usar cada comando. Você está pronto para mergulhar no mundo dos bancos de dados? SQL, ou Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada), é uma linguagem de programação projetada especificamente para interagir com bancos de dados. Ela permite manipular os dados nos bancos de dados de várias maneiras - por exemplo, alterá-los, excluí-los, adicioná-los ou simplesmente extraí-los e colocá-los em um relatório.

A função Coalesce SQL: Manuseio de Valores Nulos

Você já deve saber como retornar valores nulos em SQL. Agora, vamos aprender a fazer o oposto. Embora a função SQL COALESCE possa parecer complexa, ela é na verdade muito simples e útil. Vejamos vários exemplos de como a função SQL COALESCE pode ser usada para trabalhar com valores NULL em SQL. A necessidade de Coalescer em SQL Antes de mergulharmos na função SQL COALESCE em detalhes, você deve entender como os valores NULL se comportam nas expressões.

Como aprender a declaração SELECT em SQL

Quando você pensa em aprender SQL, uma das primeiras coisas que você se depara é a instrução SELECT. Selecionar informações é sem dúvida a característica SQL mais importante. Neste artigo, vamos demonstrar os casos típicos de uso de SQL SELECT com exemplos práticos. Leia este artigo se você é um usuário iniciante do banco de dados e gostaria de saber o que o SELECT pode fazer por você. SQL, ou Structured Query Language, é a linguagem de programação que o mundo de TI utiliza para se comunicar com bancos de dados.